Resultados da busca para "estimativa-de-vida-do-peixe-surubim"

Processamento de pescado - etapas e tipos ideais de peixe para o beneficiamento

Os peixes escolhidos para o processamento de pescados devem ser, de preferência, aqueles de carne mais branca, magra, firme, sem gosto "forte", e sem mioespinhos, principalmente para a produção de filés. Alguns exemplos de peixes que podem ser utilizados no processamento de pescados são a merluza, a tainha, o cação, o namorado, a tilápia. Para defumar ou filetar, podem-se usar peixes mais "nobres" como o salmão e o surubim (pintado). Já para produtos feitos com a carne triturada, é mais lógico empregar espécies mais baratas e de fácil aquisição. A tilápia é extremamente versátil e reúne todos os atributos do peixe ideal para processar. É comprovadamente uma das espécies possuidoras de carne de excelente qualidade, tendo sua tecnologia de produção completamente dominada, sendo fácil de obter no comércio. É bom lembrar que a presença dos chamados "espinhos" faz muita gente deixar de experimentar o pescado. É preciso, tabém, pensar que crianças irão comer os produtos, sendo mais seguro utilizar os tipos indicados. A traíra e o dourado apesar de serem saborosos, possuem muitos mioespinhos não sendo, portanto, adequados. Na produção artesanal, nem sempre é possível triturar satisfatoriamente esses "espinhos" com a máquina de moer. As etapas necessárias para o processamento do pescado são:

O mercado de peixes ornamentais no Brasil

Para entrar no mercado de peixes ornamentais, é necessário saber quais as exigências governamentais, ou seja, qual a legislação específica que dispõe sobre a comercialização desses peixes. Antes de iniciar no ramo, o empreendedor deve fazer o Cadastro Ambiental Rural, para obter o licenciamento ambiental, e o registro no Ministério da Aquicultura e Pesca, para transportar os peixes

Nutrição de peixes - características dos alimentos

O alimento fornecido aos peixes pode ser natural ou artificial. Os alimentos naturais são aqueles produzidos no viveiro e que são consumidos pelos peixes, como fitoplâncton - algas, zooplâncton - microrganismos animais e matéria orgânica morta. Já os alimentos artificiais são as rações balanceadas para peixes ou similares, extrusadas, peletizadas ou em pó e todos os subprodutos agropecuários locais que o piscicultor possa oferecer aos peixes, a exemplo de raízes, grãos e farelos, verduras, legumes e frutas.

Especialista: a temperatura da água é muito importante no cultivo de peixes

Os peixes não têm capacidade de manter a temperatura corporal constante; eles a ajustam em função da variação da temperatura da água. “Por isso, a temperatura da água é um dos parâmetros mais importantes no cultivo de peixes, sendo que tem influência direta em processos fisiológicos importantes para o desenvolvimento dos peixes, como respiração, digestão, crescimento, reprodução e comportamento”, afirma Giovanni Resende, professor do Curso a Distância CPT Nutrição e Alimentação de Peixes, em Livro+DVD e Curso Online.

Peixes - você sabe como escolher os bons pescados para o consumo?

Todos sabemos da grande importância dos alimentos para a nossa vida. Eles são fontes de vitaminas, proteínas, cálcio, sais minerais e muitos outros nutrientes indispensáveis à manutenção do nosso organismo. No entanto, não basta apenas consumi-los para estarmos em dia com nossas funções vitais, é essencial que saibamos escolher bons alimentos, de boa procedência, saudáveis, livres de toxinas, agrotóxicos e quaisquer outros fatores que ponham a nossa saúde em risco. E isso não diz respeito apenas a frutas, legumes e cereais, estão incluídos no cardápio, também, os enlatados, os embutidos e as carnes. Neste sentido, é importante ressaltar que a ingestão de alimentos estragados podem causar transtornos incalculáveis ao indivíduo, que vão desde alergias e má digestão até a morte. Portanto, saber como escolher o que vai ser consumido é essencial e para tal, faz-se necessário observar nos alimentos sua coloração, odores, aspectos físicos, texturas e muitas outras características classificatórias. Mas, e quanto aos peixes? Como fazer para atestar sua qualidade para o consumo? Se você tem alguma dúvida quanto a isto ou caso não saiba mesmo como fazê-lo, estude a tabela abaixo. Ela irá ajudá-lo a fazer a melhor escolha ao comprar o seu pescado. Veja:

O processamento dos pescados garante ao consumidor alimentos saudáveis

O processamento de pescados é uma atividade bastante complexa e, como toda indústria de alimentos, deve ser rigorosa quanto aos aspectos de higiene e sanidade. Portanto, para o sucesso na comercialização, os produtos devem ter excelente qualidade e essa qualidade vai depender da matéria-prima empregada, da tecnologia de processamento, da higiene no preparo, das embalagens utilizadas e do armazenamento adequado. O beneficiamento possibilita, então, a comercialização do pescado de forma higiênica, aumentando a vida útil e incrementando sua qualidade. Assim, agrega-se valor ao produto ?in natura?, obtém-se um produto diferenciado e competitivo e permite oferecer novas opções ao consumidor, por exemplo peixe filetado (filés de peixe), fishburguer, nuggets, linguiças, empanados, tirinhas de peixe, patês, entre outros.

Culinária - receitas com surubim e tilápia

Na Quaresma, nos 40 dias que antecedem a ressurreição de Cristo, a demanda de peixes aumenta e, claro, os comerciantes fazem a festa. Nos últimos sete anos, o consumo de pescados cresceu 40% neste período. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), cada brasileiro consome, atualmente, cerca de nove quilos ao ano. Entre os peixes mais consumidos estão a tilápia, o surubim, o pintado, o salmão, o badejo, o lombo de bacalhau, o lombo de robalo e o camarão. Os mais acessíveis ao consumidor são o surubim e a tilápia, variando entre R$15,00 e R$18,00 o quilo. Além do bom preço, ambos são peixes excelentes para a saúde, além de serem muito utilizados nas mais saborosas receitas pascais.

Peixes de água doce do Brasil - Peixe-Cachorro (Acestrorhynchus pantaneiro)

O peixe Peixe-Cachorro é peixe com diminutas escamas, corpo bastante alongado e comprimido, boca grande e oblíqua. Possui dentes caninos e um par de presas que se encaixa no maxilar superior. Sua nadadeira dorsal está localizada na metade posterior do corpo, na mesma direção da anal. Suas nadadeiras peitorais são longas. Possui coloração prata uniforme, mais escura na região dorsal. Pode alcançar 70 cm de comprimento total e atingir até 600 g.

Processamento de peixes - conheça as etapas e o passo a passo para a filetagem da truta

A truta é um peixe de formato alongado, de até 60 cm de comprimento total e 2 kg de peso. A cor do dorso varia do esverdeado ao castanho, possui pintas escuras nas nadadeiras e no corpo, suas laterais são acinzentadas e a parte inferior esbranquiçada. Pertencente à família do salmão, a truta é um peixe muito exigente e só atinge o tamanho e o vigor necessário em ambientes saudáveis. Água pura, oxigenada, de temperatura entre 13 e 17 graus C, cristalina e corrente, são essenciais para que a Truta tenha bom desenvolvimento comercial. Por isso, ela é considerada como um dos poucos peixes cujo consumo pode ser feito sem o risco de contaminação.

Surubim: temperatura ideal da água para a criação

A temperatura da água é um parâmetro que exerce influência direta no desenvolvimento dos peixes e, por isso, a sua variação deverá ser conhecida antes da implantação da piscicultura. Estudos comprovam que a faixa ideal de temperatura da água para o desenvolvimento de peixes tropicais encontra-se entre 26 e 30 ºC. Quando a temperatura estiver entre 15 e 26 ºC ou entre 30 e 40 ºC, ocorrerá uma redução no consumo de ração pelos peixes, retardando o desenvolvimento dos mesmos.

Atendimento Online
Quer Facilidade