WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

#fiqueemcasa Vamos nos unir nessa corrente: só o conhecimento constrói o amanhã!

Resultados da busca para "escultura-em-isopor" ()

Brotos comestíveis - recipientes ideais para a produção

Vários tipos de recipientes podem ser utilizados para a produção de brotos: caixas de madeira (resistente a umidade) com furo num dos cantos, tanque de aço inoxidável, caixa de isopor (com dreno num dos lados), sacos de pano, baldes, tambores, bandejas de isopor, jarros, potes de cerâmica, vidros, cestas de bambu, escorredor de macarrão (de preferência de plástico), etc. Recipientes com uma peça perfurada móvel no fundo, que atuaria como suporte para as sementes, evitando o contato delas com água empoçada, é útil em alguns casos. Também o uso de uma peça perfurada rígida sobre as sementes em um balde (como uma forma de pizza perfurada) serviria de suporte para os pesos.

Topiaria e Mosaicultura - esculturas vivas com plantas

A jardinagem é a arte de cultivar jardins ornamentais. Historicamente ela já era praticada desde o Antigo Egito, tendo tido lugar em todas as grandes civilizações ao longo da história, tanto no mundo ocidental como no oriental. Haja vista, os famosos e belíssimos jardins suspensos da Babilônia, uma das sete maravilhas do mundo antigo.

Topiaria: a arte de esculpir plantas

A origem da topiaria é muito antiga. Egípcios, Romanos, Gregos e Persas utilizavam as técnicas de esculpir arbustos, dando-lhes as mais diversas configurações por meio de podas de galhos. Também há registros de topiarias há cerca de 500 anos a.C., nos famosos Jardins Suspensos da Babilônia, conhecidos como uma das sete maravilhas do mundo antigo.

Sistemas Hidropônicos - cultivo em água

Os sistemas de cultivo em água são fechados e têm duas fases. Nesse caso, é necessário haver um suporte para as plantas, pois a solução nutritiva não proporciona apoio para as plantas. O suporte é feito com pedras, placas de isopor, placas de fibra de coco, fibra de coco, tubos de PVC e outros. Os sistemas de cultivo em água, empregados comercialmente, são os canais em nível e o NFT.

Pintura especial em metais - como fazer o verdigris bronze

Esta técnica pode ser usada em diversas superfícies de ferro fundido, especialmente em esculturas. Material Necessário: Esmalte Preto; Purpurina Cobre; Glase Acrílico Azul Esverdeado; Trincha e Tecido Macio. Procedimento: Prepare a superfície; Prepare uma mistura de esmalte preto com a purpurina cobre. A medida não é exata. Misture bem. Em seguida, pinte toda a superfície com esta tinta preparada; a peça fica com aspecto de bronze;

Como decorar bolos - como fazer bolo-bolsa

Material necessário: Corantes nas cores de sua preferência; Faca serrilhada de cortar pão; Maisena para polvilhar; Base em madeira ou acrílico; Estacas (2 a 4 estacas); Carretilha; Cola comestível; Pincel largo; Isopor; Papel. Modo de fazer: 1º Passo - Tenha noção sobre a bolsa que deseja imitar em formato de bolo. Se necessário simule, em isopor, o tamanho, formato, altura, e as laterais da bolsa original. Quanto mais referências, melhor. Imprima também uma foto grande para orientá-lo melhor no momento da reprodução.

Ikebana: arte nipônica de arranjos florais

Ikebana é uma arte japonesa de arranjos florais, também conhecida como Kado. Originária da Índia, onde esses tipos de arranjos eram ofertados a Buda. Essa arte se consolidou na cultura nipônica. ?Ike? provém de várias expressões em japonês: arrumar, tornar vivo, chegar à verdadeira essência de algo e tornar a vida mais clara. ?Bana? é flor ou planta. Daí a origem do nome.

Pintura em acrílica: materiais

A arte, em geral, há muito faz parte da vida humana. A pintura, bem como a escultura, entre outras atividades existentes, é uma das práticas artísticas mais antigas. Assim como a natureza e como, portanto, o próprio homem, a arte sofre sucessivas transformações. Estas, fruto das transformações da própria mente humana, evidenciam-se com o aparecimento de novos estilos e técnicas.

Cultivo de Bromélias - uso no paisagismo

O uso de bromélias no paisagismo teve como marco inicial os projetos paisagísticos de ?Burle Marx?, que revolucionaram totalmente o paisagismo brasileiro e mundial. As bromélias podem ser usadas como forrações em arranjos, juntamente com outras plantas tropicais, em contornos de canteiros e gramados, fixadas em rochas, esculturas, construções, árvores, tocos, entre outras opções.

Pintura especial em metais - como fazer o dourado oxidado

Com esta técnica pode-se envelhecer até mesmo peças modernas. Ela é muito usada na decoração de ambientes sofisticados. Pode ser aplicada em ferro fundido, metalon, peças ornamentais e esculturas. Material Necessário: tinta a óleo marrom e verde claro; tinta dourada

Fique por dentro das novidades!