Resultados da busca para "doenca-que-enfraquece-as-pernas-video-galinhas"

Galinha caipira - aprenda sobre o controle de doenças das aves criadas no chão

O manejo sanitário é a limpeza e a desinfecção das instalações e dos equipamentos do aviário onde se cria galinha caipira. De preferência, um lote de frango caipira não deve utilizar a mesma cama de outro lote, pois os riscos de contaminação das aves são enormes. É mais vantajoso fazer a remoção da cama, que pode ser vendida como esterco. Removida a cama, a área deve ser limpa e desinfetada com uma solução de formol a 5%. É muito importante eliminar os focos de contaminação do lote anterior para evitar o surgimento de doenças, que prejudicam a produção das galinhas caipiras.

Dicas sobre a criação de galinhas caipiras

O setor da avicultura que produz carne de galinha caipira está em constante expansão devido à boa aceitação do mercado. Ao contrário do que muitos pensam, o termo “galinha caipira” diz respeito à forma como a galinha é criada, não a uma raça de galinhas. É muito procurada por ser considerada mais saudável, pois sua alimentação é natural e sua criação é livre.

Criação de perus - doenças, alimentação e reprodução

Sabendo-se que os perus são muito sensíveis às doenças, principalmente na primeira fase de vida, é muito importante que o criador tenha em mente que nunca deverá deixá-los junto com outras aves nos primeiros 90 dias de vida. As piores vilãs para a criação de perus, ou seja, aquelas que podem sim comprometer o sucesso da criação, são as galinhas. Elas transmitem doenças como a entero-hepatite, uma das mais graves para os perus.

Galinha Caipira - correto manejo das poedeiras

O criador de galinha caipira, para um correto manejo da criação, deve saber que as aves de postura têm seu ciclo de vida dividido em duas fases, uma de crescimento, que é o período que a ave leva para ser formada, e outra de produção, quando as aves já estão em postura. A fase de crescimento é dividida em várias etapas, que são:

Doenças aviárias do tipo virose

Várias doenças atacam as aves. A maioria delas são respiratórias. Quando bem tratadas e tendo o manejo correto, tornam-se muito mais resistentes a esses fatores patogênicos. A prevenção de algumas doenças pode ser feita por meio de vacinas, no entanto, nem todas possuem essa proteção. As principais doenças aviárias são:

Por que algumas galinhas comem os próprios ovos?

Quando bem alimentadas e em condições favoráveis e adequadas de manejo, as galinhas têm excelente produção de ovos. Já o contrário, ou seja, quando há uma carência de nutrientes na alimentação das galinhas, é possível notar que a casca dos ovos ficam moles, com aparência de plástico, flexíveis e vulneráveis à quebra. Tendo contato com o conteúdo dos ovos e descobrindo que ele é rico em proteínas e gordura e que a casca é uma boa fonte de cálcio, as galinhas começam a quebrar e comer os ovos de propósito. Para piorar a situação, as outras aves passarão a imitar a companheira.

Como é o aparelho reprodutor de uma galinha?

O aparelho reprodutor de uma galinha difere sensivelmente do que se observa entre os mamíferos. A maior parte do desenvolvimento embrionário se dá fora do organismo materno. Por isso, a célula reprodutiva feminina é envolvida por grande quantidade de material nutritivo, necessário à alimentação do embrião.

Confira as raças de galinha poedeira e para abate

As galinhas apresentam corpo coberto por penas com coloração própria da raça. As cores mais comuns são preta, branca e marrom - a quantidade de penas varia de uma espécie para outra. Embora as galinhas sejam consideradas aves de pequeno porte, algumas raças podem chegar a 7,0 kg, como a Paraíso Pedrês.

Pulga - parasita externo causador de desconforto e transmissor de doenças aos cães

As pulgas, nome popular dado aos sifonápteros (Siphonaptera), são uma ordem de insetos sem asas. Parasitas externos, elas se alimentam do sangue de aves e mamíferos, principalmente cães, podendo perfeitamente transmitir perigosas doenças, como o tifo e a peste bubónica aos animais. Sua maior incidência se dá sobre animais de estimação, também chamados de hospedeiros, como o gato, o cachorro, entre outros. Por meio deles, as pulgas garantem sua alimentação e segurança, permanecendo toda a sua vida. Além das incômodas picadas, elas transmitem vermes, parasita hematófagos e podem induzir a processos alérgicos, diminuindo a qualidade de vida dos animais. Devido a sua grande habilidade de saltar, uma pulga é capaz de pular a um metro de distância (200 vezes o próprio tamanho), o que lhe permite passar de um hospedeiro a outro com a maior facilidade. Dependendo da espécie, seu tamanho pode chegar a 5 mm de comprimento. É interessante, então, tanto para donos de canis quanto para os manates de animais, que se saiba tudo sobre as pulgas, como se alimentam, como é o seu ciclo de vida, como evitar as infestações, as principais espécies de maior interesse dos médicos e veterinários e, também, como devem proceder as medidas de controle desse terrível parasita.

Galinhas poedeiras devem possuir boa taxa de postura e ovos de bom tamanho

O ovo de galinha é um alimento muito conhecido e apreciado na alimentação humana desde a antiguidade. Criar galinhas para produção de ovos não é uma atividade difícil, já que a tecnologia para produção está completamente dominada e vem só melhorando ao longo dos anos.

Atendimento Online
Quer Facilidade