WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "deficiencia-de-enxofre-no-tomateiro" ()

Plantação de tomate - doenças causadas por bactérias

Muitos alimentos são jogados fora, porque não atendem ao padrão para a sua comercialização. Entre os fatores que influenciam diretamente na perda dos alimentos estão as doenças. O tomateiro pode ser atacado por diversas doenças, causadas por fungos, bactérias, nematoides ou vírus. Pode, também, apresentar distúrbios fisiológicos causados por falta ou excesso de nutrientes, falta ou excesso de água no solo, exposição excessiva ao sol e outros fatores ambientais.

Tomate industrial: o Brasil está entre os dez maiores produtores da hortaliça no mundo

O tomateiro tem grande adaptabilidade climática, podendo ser cultivado em climas tipo tropical de altitude, subtropical e temperado, o que permite seu cultivo em diversas regiões do mundo. Como alimento, na forma in natura ou processado, agrada ao paladar de povos de todos os continentes. Por isso, o tomate é considerado a hortaliça mais universal dentre todas. É, também, a que oferece maiores opções de industrialização, produzindo diversos tipos de derivados, tendo, por isso, elevada importância econômica.

Tomates em estufa - partes do tomateiro e exigências climáticas

O tomate vem da região dos Andes, originário da Colômbia, do Equador, do Peru, da Bolívia e do Chile. É uma planta Solanácea, da mesma família do pimentão, da berinjela, da batata e do fumo. A espécie comumente cultivada é denominada Lycopersicon esculentum Mill. No entanto, para obter sucesso no cultivo é imprescindível que o produtor conheça bem a planta que pretende cultivar, desde as partes da planta até o ambiente em que melhor se adapta.

Tomate hidropônico - controle doenças e pragas e obtenha sucesso na produção

O aumento na produtividade do tomateiro produzido por meio de cultivo hidropônico vem superando o cultivo em solo. Segundo os produtores que vêm trabalhando com o cultivo de tomates hidropônicos, o número de doenças e pragas que causam danos econômicos são muito menores do que em lavouras de campo. No entanto, para evitar que alguma doença ou praga ataque seus pés de tomate, o produtor experiente deve ficar atento às suas plantas e fazer o controle necessário, o que trará o sucesso da produção

Tomate hidropônico - o ambiente protegido e controlado

No caso do tomateiro, planta extremamente exigente, é praticamente impossível pensar em hidroponia sem relacioná-la com ambientes protegidos. Por isso, usa-se a estufa, um ambiente controlado, para aquecer o ambiente e evitar os prejuízos de excessos de chuvas e geadas. Atualmente, no mercado, há vários modelos de estufas pré-fabricadas, fabricadas em ferro galvanizado. No entanto, o produtor pode construir a sua própria estufa, utilizando, para isso, madeira e outros materiais, diminuindo consideravelmente seus custos.

Fontes de energia renovável assumem a produção de combustível no Brasil

O biodiesel é um combustível biodegradável e alternativo ao diesel de petróleo. Ele é derivado de fontes energéticas renováveis e sua composição é livre de enxofre (PARENTE, 2003). A definição para biodiesel adotada na Lei nº 11.097, de 13 de setembro de 2005, que o introduziu na matriz energética brasileira é:

Adubação de pastagens está relacionada à qualidade das forrageiras e à produtividade

No Brasil, a produção de bovinos em sistemas de pastagens é caracterizada como uma atividade de exploração extrativista, em pastos estabelecidos em solos exauridos por outras culturas; pela erosão; ou em solos de baixa fertilidade natural. Atualmente, mais da metade da pecuária bovina encontra-se nos estados do Brasil Central, em pastagens implantadas em solos ácidos; pobres em fósforo, cálcio, magnésio, zinco, enxofre, nitrogênio, potássio, cobre, boro, matéria orgânica e com níveis tóxicos de alumínio e manganês.

Hidroponia tem o segredo da produção na solução nutritiva

O termo hidroponia significa trabalho na água ou cultivo na água. Atualmente, tem sido utilizado para denominar qualquer técnica de cultivo sem o uso do solo. Nele as plantas crescem na água ou substratos inertes, os quais fornecem nenhum tipo de alimento, razão pela qual é necessário fornecer a solução nutritiva. Essa é um produto que contém todos os elementos minerais necessários às plantas para se desenvolverem, como, por exemplo, nitrogênio, fósforo, enxofre, cálcio, magnésio, ferro, manganês, cobre, molibdênio, boro e zinco.

Hidroponia tem grande rendimento na produção de tomates

A hidroponia é uma ciência que estuda o desenvolvimento das plantas sem o uso do solo. As raízes são colocadas em uma solução nutritiva formada por água e complementos, que auxiliam no crescimento das plantas. Pode também ser auxiliada pelo uso de substratos inertes, tais como: cascalho, areia, vermiculita, perlita, lã de rocha, serragem, casca de árvore, entre outros. Também é conhecida como cultura sem solo (soil less).

Tomate hidropônico - aprenda a preparar a solução nutritiva

Um dos segredos para o sucesso do cultivo hidropônico é a formulação da solução nutritiva. A formulação de uma solução que garanta um desenvolvimento máximo com custo mínimo depende de inúmeros fatores que influenciam a absorção. Entre eles, destacam-se: espécie, variedade ou cultivar, estádio de desenvolvimento, parte da planta a ser colhida, fotoperíodo, temperatura e intensidade luminosa a que a planta está submetida.

Fique por dentro das novidades!