Resultados da busca para "curso-de-cultivo-de-cafe"

Receitas com café: Pavê Gelado de Café e Sorvete de Café

O café é tema de reiterados estudos e muitas conclusões indicam um caminho já bem conhecido pelos apreciadores dessa bebida: o café é benéfico à saúde. Além da cafeína, o café apresenta lactona cuja atuação beneficia o cérebro, estimulando a memória, a atenção e a concentração. Da mesma forma, o consumo de café diminui a ocorrência de apatia e de depressão. A bebida também pode prevenir o consumo de drogas e álcool.

História do café, da bebida café e das cafeterias

A palavra café vem do árabe Kahoua ou Qahwa, o excitante, e designa o fruto do cafeeiro. Essa planta é originária da Etiópia, no centro da África, onde faz parte da vegetação natural. Por meio dela, prepara-se uma bebida por infusão de água quente com seus grãos torrados e moídos. Atualmente, o Brasil é o maior produtor mundial de café, sendo responsável por 30% do mercado internacional de café e o segundo maior consumidor, perdendo apenas para os Estados Unidos.

Café orgânico - a produtividade da lavoura depende dos conhecimentos sobre o sistema de plantio

Qualquer cafeicultor deseja que seu cultivo tenha alta produtividade. E, para que isso ocorra, é necessário conduzir a lavoura com o máximo de conhecimento sobre os fatores que favorecem o melhor crescimento e desenvolvimento para a maior produção da planta. Um desses fatores essenciais para o sucesso da produção de café orgânico é a boa escolha do local onde se instalará a lavoura. Assim, quanto mais informações sobre o plantio na cafeicultura orgânica, maior será o sucesso e o lucro com o cafezal.

Cultivo de urucum - principais cultivares para fins comerciais

O urucueiro é uma planta arbustiva, designada botanicamente de Bixa orellana L., que pertence à família Bixaceae. É uma planta ereta e que, normalmente, atinge alturas entre 3,5 a 4,0 m, porém, dependendo do manejo adotado, da idade da planta e das condições de clima e solo em que é cultivada, pode-se encontrar plantas de urucueiro de até 10 m de altura. Todas estas caracteristicas dependerão também do tipo de cultivar escolhido para ser produzido. No Brasil, as cultivares de urucum que são mais indicadas para os cultivos comerciais são: Bico-de-Pato, Peruana Paulista, Piave Vermelha e a Peruana Pará.

Café orgânico é livre de agrotóxicos, não agride o meio ambiente e preserva a natureza

O mercado para o café orgânico tem crescido sensivelmente. A preferência pelo consumo de produtos naturais, revela um número cada vez maior de pessoas que visam alimentos cultivados por meio de práticas que não agridam o meio ambiente, ou seja, alimentos especialmente produzidos sem o recebimento de agrotóxicos e cultivados por meio de tecnologias que não contaminam o ambiente, não causam erosão do solo e açoreamento de rios, dilapidando os recursos naturais. A produção de café orgânico, então, passa a ser uma filosofia de vida ética. É também uma busca contínua pela qualidade de vida do ser humano e da natureza como um todo.

Cogumelo Champignon - estruturas de produção e sistemas de cultivo

No início do século, cultivava-se o champignon no solo e ao ar livre, mas com o desenvolvimento de novas técnicas, aumentou-se o número de opções de sistemas que podem ser utilizados para o cultivo deste tipo de cogumelo, com controle das condições ambientais prolongando o cultivo durante o ano todo. Atualmente, no Brasil tem-se consagrado o cultivo do champignon em sacos plásticos dispostos em prateleiras de madeira ou metálicas, no interior de galpões ou câmaras de alvenaria.

Café da manhã: um diferencial de peso dos melhores hotéis

Pão francês, pão integral, pão de queijo, pão com parmesão, pão de mandioca, ovos mexidos, ovos fritos, tapioca, variados sucos naturais e em caixinhas, iogurtes, geleias, manteiga, frios variados (mussarela, presunto, peito de peru, salame, lombo defumado), frutas (mamão, melão, melancia, goiaba, maracujá, banana, ameixa) em pedaços ou inteiras, deliciosos salgados, bolos diversos (chocolate, pão de mel, banana, bolo de pera, brigadeiro, formigueiro e os típicos da região), batatas, waffles e panquecas, queijos, como o gouda e o brie, tortas de frango ou de camarão, crepes doces e salgados, enfim, quando o assunto é café da manhã, diversificar o café da manhã é essencial, principalmente quando se trata de um diferencial de peso do hotel.

Novas tecnologias trazem benefício no cultivo do café Conilon

Dentre as espécies conhecidas de café, a Coffea arabica ou Coffea canephora (robusta) e o café conilon, são as de maior interesse econômico, pois representam praticamente todo o café produzido e comercializado no mundo, constituindo respectivamente, 70 e 30% da produção mundial. O Brasil é o maior produtor e exportador de café e o segundo maior consumidor, após os EUA. É o terceiro produtor mundial de café robusta, sendo que cerca de 1/3 do café produzido nacionalmente é dessa espécie. O Estado do Espírito Santo é o principal produtor do Conilon, detendo 70% da produção nacional da espécie, seguido por Rondônia, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso, Rio de Janeiro e outros.

Princípios básicos seguidos pelos maiores produtores de café orgânico

Os produtores de café orgânico acatam severamente dois princípios básicos: I. Não utilizam agrotóxicos, que desequilibram o solo, a planta e eliminam os inimigos naturais; II. Os sistemas de produção orgânica geram um equilíbrio solo/planta pelo uso da matéria orgânica, produzindo plantas mais resistentes a pragas e doenças. Os principais países produtores de café orgânico certificados são México, Peru, Guatemala, Costa Rica, Nicarágua, El Salvador, Brasil e Colômbia. A produção mexicana foi a primeira a ter a certificação orgânica e, atualmente, é o com maior produção mundial. Segundo o Conselho Mexicano do café, os produtores de café orgânico são principalmente camponeses indígenas dos Estados de Chiapas, Oaxaca, Vera cruz e Guerrero. No Brasil, as principais regiões produtoras de café orgânico são o Espirito Santo, o sul de Minas e o interior de São Paulo, além dos Estados da Bahia, do Ceará e Paraná.

Café Orgânico - áreas com remanescências e policultura

O plantio do café orgânico deve ser realizado, deixando-se que a vegetação de cobertura, nas áreas vazias, assim como nas entrelinhas de plantio, se recupere. O cafeicultor de lavouras orgânicas também deve deixar palhas e restos de culturas para evitar a erosão. Dessa forma, o terreno deve ser limpo somente nas linhas de plantio, permitindo que os outros espaços sejam vegetáveis. Esses cuidados são para promover a conservação de áreas com remanescências da vegetação natural e de reflorestamento. Também, tem o objetivo de manter o equilíbrio biológico do agroecossistema, prever a construção de barreiras de retenção dos sedimentos nos escoadouros e construir caixas de contenção para recebimento dos excessos de águas pluviais. Além disso, os tratamentos visam a promover a arborização da área, ou seja, as árvores se transformam em barreiras como quebra-vento e para demasiada exposição aos raios solares.

Atendimento Online
Quer Facilidade