WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

#fiqueemcasa Vamos nos unir nessa corrente: só o conhecimento constrói o amanhã!

Resultados da busca para "cultivo-broto-de-soja-em-casa" ()

O replantio de soja após a safra principal aumenta a proliferação de pragas

A soja, em todo o seu ciclo, pode ser atacada por mais de 300 espécies de insetos, que dela se alimentam, seja na lavoura ou nos nos grãos armazenados. No entanto, das 300 espécies, menos de dez apresentam perigo para a cultura e pouco mais de dez apresentam perigo secundário à oleaginosa. O que determina a ocorrência de uma espécie em maior população que outra são fatores como as condições ambientais, época do ano, presença dos inimigos naturais e, acredite, a não rotação de cultura, ou seja, o replantio de soja logo após sua safra principal.

Como cultivar brotos de feijão Moyashi

Brotos de feijão são comumente chamados pelos japoneses de Moyashi, assim como os demais brotos. Preferencialmente, eles devem ser consumidos frescos para que não percam sua característica crocante e tenra. Mesmo quando fervido ou frito, isso deve ser feito rapidamente, pois caso cpontrário, o Moyashi perderá a sua crocância. Por tradição, as extremidades do broto são extraídas, já que com este aspecto são bem mais aceitos no mercado. O cultivo dos brotos de feijão visam à produção de plantinhas que ainda não desenvolveram as suas folhas, já que a parte nobre da planta é o hipocólito, ou seja, o caule do embrião.

Cultivo de urucum - principais cultivares para fins comerciais

O urucueiro é uma planta arbustiva, designada botanicamente de Bixa orellana L., que pertence à família Bixaceae. É uma planta ereta e que, normalmente, atinge alturas entre 3,5 a 4,0 m, porém, dependendo do manejo adotado, da idade da planta e das condições de clima e solo em que é cultivada, pode-se encontrar plantas de urucueiro de até 10 m de altura. Todas estas caracteristicas dependerão também do tipo de cultivar escolhido para ser produzido. No Brasil, as cultivares de urucum que são mais indicadas para os cultivos comerciais são: Bico-de-Pato, Peruana Paulista, Piave Vermelha e a Peruana Pará.

Dicas fáceis para cultivar nabo em casa

O cultivo de nabo deve ser realizado em regiões com temperaturas entre 15 e 22°C. Entretanto, há cultivares de nabo adaptadas a temperaturas mais elevadas (18 a 25°C). Temperaturas acima dessas faixas fazem com que as folhas do nabo se tornem muito amargas e as raízes atrofiem, além de se tornarem fibrosas.

Cogumelo Champignon - estruturas de produção e sistemas de cultivo

No início do século, cultivava-se o champignon no solo e ao ar livre, mas com o desenvolvimento de novas técnicas, aumentou-se o número de opções de sistemas que podem ser utilizados para o cultivo deste tipo de cogumelo, com controle das condições ambientais prolongando o cultivo durante o ano todo. Atualmente, no Brasil tem-se consagrado o cultivo do champignon em sacos plásticos dispostos em prateleiras de madeira ou metálicas, no interior de galpões ou câmaras de alvenaria.

Preparo dos grãos de soja para utilizá-los em receitas

A soja tem origem coreana. Além de excelente fonte proteica, a soja atua na prevenção de várias doenças. Os outros benefícios, além dos correlacionados com a sua ação contra o câncer, derivam principalmente da sua ação antioxidante, protegendo o organismo contra danos celulares, que estão ligados a várias formas de câncer. Deste modo, outros tipos de cânceres como o de cólon e o de pulmão, também apresentam taxas menores em populações que se alimentam de soja e seus derivados.

Cultivo do cogumelo Shiitake em substratos com esterilização ou pasteurização severa

O cultivo do shiitake pode ser efetuado em toras de madeira ou em substratos com pasteurização severa ou esterilização, esse último denominado cultivo axênico. O cultivo axênico é efetuado em blocos de substrato enriquecido, constituído de 80% de serragem e/ou bagaço de cana-de-açúcar e 20% de farelos de trigo e/ou arroz.

Produção e consumo de brotos comestíveis

O grande salto relacionado à produção e ao consumo de brotos no país se deve a diversos fatores. Um deles é o elevado valor nutritivo. A alfafa, por exemplo, tem quatro vezes mais proteínas do que o milho. Os brotos mais comuns no Brasil são o feijão moyashi, também conhecido como feijão mungo-verde, o trevo, o rabanete e a alfafa. Por dependerem apenas da semente e de água para se desenvolverem, são bastante benéficos a nossa saúde, garantindo o equilíbrio do metabolismo e o fortalecimento do sistema imunológico. Interessante notar que o cultivo de brotos comestíveis dispensa o uso de aditivos químicos, fator que os torna ainda mais valorizados durante a comercialização.

Brotos comestíveis: valor nutricional e medicinal

Os brotos são alimentos altamente nutritivos, totalmente naturais, que utilizam apenas as reservas armazenadas nas sementes para germinarem e alcançarem o tamanho necessário para serem consumidos. As diversas fontes de vitaminas, minerais ácidos, aminoácidos, enzimas e demais substâncias presentes nos brotos, lhes dão a qualidade de serem altamente nutritivos. Isso faz com que, estando presentes na alimentação, supram eventuais deficiências nutricionais.

Quer cultivar vegetais em um espaço pequeno? Conheça algumas opções

Os vegetais fazem parte da alimentação de quase todas as famílias brasileiras e, por isso, são considerados alimentos indispensáveis para a população. Melhor do que ir ao mercado e escolher o “mais bonito”, é plantar e colher em casa vegetais sempre frescos. Porém, muitas pessoas não dispõem de um local amplo e acabam pensando que esse “benefício” é impossível.

Fique por dentro das novidades!