Resultados da busca para "criacao-de-vacas-leiteiras"

Identificação do cio em vacas leiteiras - importância para o produtor

Para obter um intervalo entre os partos de 12 meses, e alcançar maior eficiência produtiva, é preciso que a vaca leiteira emprenhe até 90 dias após a parição, apesar de no Brasil este tempo médio ser de 18 meses. Não detectar o cio de vacas a tempo em propriedades leiteiras é uma falha que custa caro à produção, já que a inseminação é atrasada, aumentando o intervalo entre partos, reduzindo a produtividade leiteira e o número de bezerras nascidas. Mas, os prejuízos não param por aí. Quando não se percebe o cio, o produtor tem seus gastos elevados, pois tem de custear a manutenção de vacas improdutivas.

Concurso de vacas leiteiras - itens classificatórios

Nos Concursos de Vacas Leiteiras, muito comuns em exposições agropecuárias em todo o Brasil e no exterior, a avaliação da aparência física do animal conta como item classificatório. Neste sentido, analisa-se toda a estrutura externa da vaca, ou seja, entram na classificação itens como garupa, estatura, frente anterior, dorso, entre outros.

Concursos de vacas leiteiras - terminologias para ordenar as categorias

No Workbook, documento preparado por um grupo de especialistas em julgamento e na avaliação de vacas leiteiras, estão descritas todas as terminologias utilizadas pelos juízes ao avaliar um determinado animal. Este documento tem como objetivo auxiliar a exposição oral do jurado (ao explicar para o público que expõe animais ou assiste ao julgamento de animais) quando faz suas considerações sobre as vacas leiteiras participantes dos concursos nas exposições agropecuárias. No Brasil, os juízes geralmente também empregam, de certa maneira, os mesmos chavões na hora de explicar a ordem de animais dentro de cada categoria, enfatizando os pontos positivos e (ou) negativos de um animal para justificar o ordenamento dos animais classificados. Essas terminologias estão expressas em termos positivos e negativos para cada grupamento de características. Veja os gráficos de terminologias abaixo:

Vacas leiteiras - patologias de casco, mastite e problemas reprodutivos são intensificados no periparto

Entre as doenças que acometem o bovino leiteiro, as patologias de casco estão entre as de maior relevância e isto se deve, principalmente, ao fato de os confinamentos estarem cada vez mais intensificados. Mas estes não são os únicos problemas observados pelo produtor, observa-se juntamente com os problemas reprodutivos, a presença de mastite, constituindo assim as três principais causas de descarte de vacas leiteiras nas fazendas leiteiras. Sendo assim, para evitar transtornos maiores e prejuízos, devido a doenças antes e pós-partos, os produtores devem ficar atentos e manter condições mínimas nutricionais, de manejo, de limpeza e de espaçamento nos currais.

Concurso de vacas leiteiras - como é feita a avaliação externa das vacas participantes

A análise fenotípica do animal em exposição agropecuária visa, simplesmente, em um ambiente competitivo e festivo, mostrar os melhores animais que se destacaram nos diferentes criatórios. O concurso de vacas leiteiras avalia os animais pelo tipo, considerando as diferentes classes de idade e categorias, utilizando um procedimento comparativo para ordenar aqueles que mais se aproximam do ideal. Além disso, espera-se que a análise de um jurado qualificado possa esclarecer, ilustrar e ensinar, aos criadores concorrentes e aos participantes da feira, as razões da classificação dos animais, na expectativa que esses ensinamentos possam ser úteis para o criador melhorar o seu rebanho.

Concurso de vacas leiteiras - qualidades do juiz e ética profissional

Em um concurso de vacas leiteiras é importante que o jurado tenha muito conhecimento da raça a ser julgada e que tenha habilidade para reconhecer os pontos de conformação desejáveis e indesejáveis. O juiz deve ter olho clínico e ser capaz de classificar as vacas por comparações.

Vacas leiteiras - volumosos e concentrados na alimentação aumentam a produção

Não há dúvida de que na alimentação de vacas leiteiras é preciso atenção no balanceamento da dieta. Esta medida se faz necessária para se buscar um uso equilibrado das diversas alternativas de alimentos utilizados, não perdendo de vista, também, a questão do custo da produção.

Estábulos confortáveis melhoram a produtividade de vacas leiteiras

O bem-estar animal nunca foi tão visado quanto nos últimos tempos, principalmente depois de se perceber que as vacas leiteiras, quando confinadas em confortáveis alojamentos, recebendo tratamentos especiais, produzem muito mais do que o esperado. Sabendo disto, criadores de todo o Brasil têm investido muito dinheiro na construção de um novo modelo de estábulo, visando um retorno rápido e garantido. Este novo projeto de instalação de vacas leiteiras, quando aliado à genética, boa alimentação e cuidados sanitários, tudo planejado para se alcançar qualidade e quantidade, é sucesso certo.

Importância do controle reprodutivo de vacas leiteiras

O manejo reprodutivo constitui a essência da continuidade e do sucesso da criação. Trata-se da aplicação de técnicas e procedimentos que possibilitem, direta e indiretamente, a reprodução eficiente dos animais, tendo por base a sua relação com a natureza ou sua adaptação harmônica com o ambiente artificial aos quais são submetidos por necessidades inerentes ao sistema produtivo. Embora existam muitas ações rotineiras de manejo que estão diretamente relacionadas ao manejo reprodutivo, pode-se afirmar que qualquer tipo de manejo proporcionado ao rebanho, de alguma forma, terá alguma influência na reprodução.

Criação de cabras leiteiras: negócio promissor e rentável

A criação de cabras leiteiras é uma excelente alternativa para todas as propriedades rurais, especialmente as que estão próximas a centros consumidores. O leite para consumo ‘in natura’ tem um mercado crescente, assim como os queijos finos produzidos com leite de cabra. Por tais motivos, criar cabras é um negócio promissor e rentável.

Atendimento Online
Quer Facilidade