Resultados da busca para "criacao-de-queixada-em-cativeiro"

Criação de capivara - 9 dicas para a criação em cativeiro

Independente do tipo de sistema, intensivo, semi-intensivo ou extensivo, existem alguns cuidados que deverão ser mantidos pelo criador para o sucesso da criação de capivara em cativeiro. Um desses cuidados diz respeito ao comedouros, que deverão estar em locais devidamente protegidos por cobertura de sapé, folha de coqueiro, cimento, telhas de zinco ou outros. Também há a necessidade de um tanque com rampa suave em pelo menos um de seus lados, para que os animais possam banhar-se.

Capivara - instalações para a criação em cativeiro em sistema intensivo de produção

Existem várias práticas a respeito das necessidades de instalações para a criação da capivara em cativeiro. Porém, o sistema intensivo, em virtude das suas características, torna viável a sua produção em pequenas propriedades rurais, porque reduz gastos com instalações e mão de obra permitindo melhor retorno financeiro, principalmente, se essa criação estiver integrada às demais atividades da propriedade.

Capivara - equipamentos necessários para a criação em cativeiro

As exigências quanto aos equipamentos necessários para a criação de capivaras em cativeiro variam de acordo com o número de animais. Essencialmente, são necessárias uma ou mais gaiolas para transporte, puçás e cambão. Em criações maiores, torna-se interessante ter balanças (que suportem pelo menos 200 kg) e ao menos uma gaiola de contenção, igual a uma gaiola de transporte, só que feita de metal e com uma das paredes móveis, de tal maneira que se possa prensar o animal e fazer o tratamento necessário.

Criação de catetos e queixadas deve ser legalizada junto ao IBAMA

Catetos e queixadas são espécies de animais silvestres. Esse tipo de animal é utilizado para a subsistência de populações indígenas e rurícolas no interior do país. No entanto, a caça predatória de catetos e queixadas é crime ambiental

Capivara - organização social, genitália e comportamento social em cativeiro

A organização social das capivaras, tanto em cativeiro quanto em seu habitat natural, é típica, a hierarquia é muito forte, o macho é dominante, por exemplo, é extremamente agressivo contra elementos estranhos ao grupo, o que inviabiliza a introdução de indivíduos de outros grupos, especialmente outros machos.

Capivara - autorização para a criação em cativeiro, custos e comercialização

Todos os produtores rurais podem criar capivara em cativeiro, desde o pequeno produtor até a empresa rural. Todos eles têm de entrar pelo menos no processo que é a oficialização do criadouro, junto ao órgão ambiental, mas tendo na propriedade algumas características, quais sejam presença de água em abundância, algum resto de mata e disponibilidade de forrageiras para alimentação desse animal. Tendo essas características, a propriedade então pode ser utilizada como um possível criadouro de capivaras.

Criação de rãs - saiba como é feito o manejo em cativeiro

Manejo, para os que estão iniciando a sua criação de rãs, são todos os procedimentos adotados pelo ranicultor que, direta ou indiretamente, afetam o desempenho das rãs em cativeiro. Logicamente, o tipo de instalações utilizadas também refletem significativamente no desempenho. É importante esclarecer que na criação de qualquer animal existem algumas regras básicas de manejo que são estabelecidas em função das condições de ambiente oferecidas a eles. Entre elas, podem ser mencionadas:

Capivara - vantagens econômicas da criação em cativeiro

A capivara é a espécie selvagem nativa mais criada em cativeiro no nosso país. Entre as características que a fazem um bom animal de criação estão: - Obtém lucro igual ou superior ao de outras criações, devido ao maior preço de venda do animal/carne, pois o mercado de carnes exóticas ou de caça volta-se, inicialmente, para consumidores de médio a alto poder aquisitivo;

Capivara - manejo sanitário para a criação em cativeiro

De acordo com a médica veterinária Márcia Furlan Nogueira, especialista em animais silvestres, as capivaras são animais rústicos que, quando bem nutridas e alojadas em ambientes adequados e limpos, costumam apresentar poucos tipos de enfermidades. Entre os mais comuns, que geralmente ocorrem nas criações, listam-se:

Pacas em cativeiro: o que fazer após a cria?

Em cativeiro, poucas horas depois do nascimento o tratador deve recolher a cria para fazer alguns procedimentos pós-parto. É importante que esse manejo seja rápido, para evitar possível rejeição da cria pela mãe. O primeiro deles é a pesagem, para se avaliar o estado do filhote e iniciar o acompanhamento do ganho de peso; depois, o tratador deve fazer a cura do umbigo, utilizando-se, para isso, uma solução de iodo. Esse cuidado é importante, porque o umbigo é uma porta de entrada para infecções.

Atendimento Online
Quer Facilidade