Resultados da busca para "confeccao-de-bichos-de-pelucia"

Criação do bicho-da-seda - acasalamento, eclosão, alimentação, ecdise e limpeza da cama

A criação do bicho-da-seda inicia-se com a chegada da primavera, quando as brotações da amoreira já estão completas. Esta etapa vai até o mês de abril nas regiões mais frias e maio ou junho em regiões mais quentes. Todo programa de criação é limitado pela área de cultivo da Amoreira, pela mão de obra e pelos recursos financeiros. A elaboração de um programa, então, começa com a determinação de quantidade do bicho-da-seda a se criar, lembrando-se de que a presença de um técnico é muito importante.

Bicho-da-seda - desenvolvimento larval, limpeza da cama e manutenção dos casulos

Muitas vezes ocorre desuniformidade no desenvolvimento das lagartas na criação, podendo dificultar o manejo. As causas são as mais diversas, mas é preciso prestar atenção principalmente no último trato de cada idade (o último abastecimento antes do sono deve ser fraco), e o primeiro trato quando as lagartas acordam do sono deve ser feito somente quando a maioria das lagartas estiverem acordadas. Ao polvilhar as folhas com cal hidratada, estas ficam secas e assim as lagartas, ao acordarem do sono, não se alimentarão, aguardando o primeiro trato. Dessa maneira, o criador tenta igualar o desenvolvimento das lagartas. Se o criador não conseguir igualar as lagartas, deve separá-las em locais diferentes da esteira. Isso pode ser feito durante o sono, após o polvilhamento com cal; restando ainda lagartas acordadas, faz-se outro fornecimento de ramos e quando as lagartas subirem nos ramos, elas serão transportadas para outra parte da esteira.

Bicho-da-seda - alimentação, controle da temperatura e umidade e aplicação de cal hidratada

A colheita das folhas de amoreira deve ser feita de acordo com a idade da lagarta. Deve-se tomar o cuidado, no entanto, de não oferecer folhas amareladas ou sujas. Vale lembrar que a qualidade e a quantidade dos casulos produzidos estão diretamente relacionados com a qualidade das folhas fornecidas.

Bicho-mineiro das folhas do cafeeiro - reconhecimento e controle

O bicho-mineiro das folhas do cafeeiro, Leucoptera coffeellum, foi disseminado, no Brasil, a partir de 1851, por meio de mudas de café, provenientes das Antilhas e da Ilha de Bourbon. É uma praga restrita à região Neotropical (América do Sul e Central e à maior parte das ilhas do Caribe). Atualmente, é considerado a principal praga do cafeeiro, por ser sua ocorrência generalizada nos cafezais e também pelos prejuízos quantitativos e econômicos causados por esse inseto na produção de café. O bicho-mineiro recebeu este nome vulgar pelo fato de a lagarta minar as folhas do cafeeiro. É uma praga monófaga, ou seja, só ataca o cafeeiro.

Bicho-da-seda produz, por casulo, até mil metros de seda

A sericicultura é uma arte milenar, iniciada na China há cerca de 5.000 anos, para obtenção de fios de seda. No Brasil, a introdução do bicho-da-seda seda ocorreu no estado do Rio de Janeiro, no ano de 1848. Em 1922, em Campinas, foi criada a Indústria de Seda Nacional - S.A. A partir daí, a sericicultura tornou-se uma importante atividade para a agroindústria brasileira.

Como iniciar a sericicultura

A nobreza dos tecidos de seda data de muitos anos. Durante o Império Romano, por exemplo, o valor da seda era equivalente ao do ouro. Nomeada de sericicultura, a criação de bicho-da-seda para a produção desse tipo de tecido é uma atividade que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado nacional devido à alta demanda do setor têxtil por esse produto. Leve, brilhante e macia, a seda é, ainda hoje, um dos tecidos mais nobres. Algumas das vantagens relacionadas à cultura do bicho-da-seda são a limpeza dos locais de criação e a simplicidade dos procedimentos de manejo.

Saiba mais sobre a confecção de calças

A calça é um peça de roupa muito usada por todos. Normalmente é utilizada em ocasiões mais sérias ou em épocas frias. Há muito tempo se configura como peça indispensável no guarda roupa.

Origami - como fazer a flor Copo de Leite de papel

A técnica de se fazer dobraduras em papel é uma arte antiga, que se desenvolveu no extremo oriente, principalmente no Japão. Sua origem remonta ao século XII, provavelmente na China, embora não existam dados que o comprovem. No Japão, essa técnica é conhecida como origami, sendo bastante utilizada no ensino básico. O significado de origami é ?dobrar? (ori) e ?papel? (kami) e quando pronunciadas juntas o ?K? é substituído por ?g?. Trata-se de uma arte milenar outrora conhecida como um passatempo divertido e interessante. Com o passar do tempo, essa arte foi transmitida ao povo que o adotou com entusiasmo e o transformou em uma arte. Portanto, é perfeitamente possível desenvolver vários trabalhos artísticos de grande beleza e de baixo custo, como arranjos florais de tulipas e copos de leite, capazes de enfeitar os mais variados ambientes e eventos diversos. Siga o passo a passo a seguir e aprenda como fazer um arranjo de Copo de Leite.

Confecção de vestidos, suas roupas feitas sob medida

A confecção de roupas não tem mistérios, pois trata-se de uma técnica que se aprende com boa metodologia e prática dirigida. Historicamente, o vestuário evoluiu juntamente com a humanidade e se tornou um reflexo das questões sociais, políticas, religiosas e morais de todas as fases vivenciadas pelo ser humano. Dessa forma, o estudo da história do vestuário implica num estudo de todos os aspectos da vida, nas diferentes épocas.

Confecção de blusas, peças que diversificam o guarda-roupa de uma mulher

A confecção de roupas faz parte da nossa história desde os primórdios das civilização. Hoje, com a indústria da moda, estar sempre bem vestida, de acordo com as tendências, é o desejo de todas as pessoas. A diversificação do vestir não para, sendo intensos os investimentos no setores de confecção, ateliê, butique, consertos de roupas, indústria têxtil e associações.

Atendimento Online
Quer Facilidade