Resultados da busca para "composicao-quimica-da-rapadura"

Como produzir uma rapadura com qualidade e sabor indescritíveis

Após a moagem da cana-de-açúcar, a fervura do caldo, a moldagem e a secagem, surge o delicioso doce conhecido como rapadura. Este doce é considerado um alimento com maior valor nutritivo que o açúcar refinado, pois possui alto teor de minerais benéficos para a saúde humana. Com o passar do tempo, a rapadura tradicional passou por algumas adaptações, passando também a ser fabricada com sabores, formas e tamanhos variados.

Rapadura: Etapas da produção

A rapadura vem do xarope da cana-de-açúcar altamente concentrado e solidificado em blocos, variando em forma e peso. É fonte de carboidratos (sacarose, frutose e glicose), minerais (potássio, magnésio, cálcio, fósforo, ferro, sódio, zinco, flúor e cobre), vitaminas (A, C, B1, B2, B6, D2, E, PP e provitamina A), entre outros.

Fabricação da rapadura: correção da acidez do caldo

Depois da limpeza do caldo da cana-de-açúcar, por coa e decantação, ele deverá ser levado para os tachos, onde se realizará a primeira etapa da fabricação da rapadura, ou seja, a correção da acidez. Ela se faz necessária porque o caldo de cana é ligeiramente ácido. Assim, devido à complexa composição química do caldo, se o aquecimento do mesmo for feito sem se reduzir um pouco sua acidez

Para uma rapadura de qualidade, cana-de-açúcar de qualidade!

A matéria-prima para a produção de açúcar mascavo, melado ou rapadura é a cana-de-açúcar e a melhor matéria-prima é a que tem maior teor de açúcar (sacarose). O teor e a pureza do açúcar (sacarose) na cana dependem de diversos fatores e variam com eles, tais como:

Rapadura, melado e açúcar mascavo são formas lucrativas de beneficiar a cana-de-açúcar

A agroindústria vem sendo considerada uma alternativa para diversificação das atividades dos produtores rurais, mediante a necessidade de aumentar a lucratividade de suas propriedades. Uma fábrica de rapadura, melado e açúcar mascavo, por exemplo, pode ser considerada uma boa opção para muitos deles. Isso porque, além do mercado interno, os países do primeiro mundo são ávidos por produtos livres de agrotóxicos, sendo que, atualmente, já movimentam mais de dez milhões de dólares por ano com o consumo desse tipo de produtos.

Como produzir açúcar mascavo - ponto, resfriamento, cristalização, esfarelamento, peneiramento e trituração

O açúcar mascavo é um produto de composição, sabor e estrutura semelhante à rapadura triturada, porém de mais fácil utilização. Trata-se de um produto simples, sendo obtido com a mesma técnica empregada no processo de produção da rapadura, sendo, entretanto, interrompido um pouco antes, com a massa ainda bem mole. Além disso, outros aspectos devem ser observados, como a concentração no ponto para açúcar mascavo é de 82° Brix, a quente, ou 90° Brix, a frio.

Pé de Moleque macio - aprenda a fazer

Pé de Moleque, feito de rapadura e macio: como isso é possível? Foi-se o tempo que esse delicioso doce, de dar água na boca, depois de pronto dava muito trabalho às pessoas ao mastigá-lo por estar duro. Atualmente, existe uma receita especial, fácil de se fazer, que deixa o Pé de Moleque macio. Quer saber como?

Produção do biodiesel e as bases tecnológicas de sua cadeia

Quimicamente falando, os biocombustíveis são considerados uma composição de ésteres etílicos ou metílicos de ácidos graxos de cadeia longa. O processo mais comum para sua produção é a reação de óleo vegetal ou gordura animal com um álcool. A presença de um ácido, uma base ou enzima incentiva a reação, sendo usada como catalisador. Esse processo é conhecido, na indústria, por transesterificação, que proporciona, além do biodiesel, a glicerina. O álcool mais utilizado nessa produção é o metanol, devido ao alto custo do etanol, por isso o processo é conhecido como transesterificação metílica. Essa é a tecnologia mais utilizada no mundo, mas, no Brasil, há algumas usinas que utilizam a rota etílica (CHING e RODRIGUES, 2006).

Cana-de-açúcar - principais variedades, qualidade e rendimento

No Brasil, até o século XIX, a cana-de-açúcar utilizada para fabricar rapadura era a crioula. Depois, veio a caiana, que é mais resistente a pragas, e, posteriormente, surgiram inúmeras outras variedades, como a cana rosa, fita, bambu, carangola, cabocla, preta, entre outras. A variedade da cana-de-açúcar está entre os principais fatores de produtividade e de qualidade dos produtos da cana-de-açúcar. A variedade ideal é aquela que atende às exigências quanto ao rendimento e à qualidade, uma vez que são considerados os requisitos-chave em qualquer atividade produtiva. Por isso, tanto a produtividade quanto a qualidade são, hoje, os temas mais discutidos em sistemas de produção de diversas áreas.

Como produzir melado - correção da acidez, remoção das impurezas, verificação do ponto e acondicionamento

O melado é outro produto obtido da cana, muito procurado no mercado de alimentos naturais. Trata-se de um alimento energético e nutritivo, que pode ser consumido, por exemplo, com pão ou queijo. Além disso, também pode o melado ser utilizado na produção de sorvetes, iogurtes e como adoçante natural para leite, café e saladas de frutas. Na verdade, o melado corresponde ao xarope do caldo da cana em estádio não cristalizável, com a uma concentração de açúcar em torno de 65 e 74° Brix.

Atendimento Online
Quer Facilidade