WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"como-usar-uma-tupia"

6 razões para usar os óleos essenciais

Óleos essenciais são compostos voláteis, extraídos das plantas por processos de destilação, compressão de cascas e nozes, assim como extração por solventes. São considerados a ‘alma’ de uma planta, bem como apresentam os principais componentes bioquímicos de ação terapêutica das plantas aromáticas e medicinais.

Como e por que usar óleos essenciais no home office?

Trabalhar no home office tem suas vantagens, mas também pode afetar o lado emocional das pessoas. A solidão ou alguma turbulência no ambiente familiar podem mexer coma as emoções e levar o profissional a quadros de estresse e depressão. Para ajudar a manter a mente e o corpo em equilíbrio, os óleos essenciais são um excelente instrumento terapêutico, com inúmeros benefícios ao indivíduo.

Como reduzir o consumo de energia ao usar eletrodomésticos

Depois do chuveiro, os eletrodomésticos são a segunda maior fonte de consumo de energia elétrica em uma residência. Por menor que seja a potência, a utilização de um eletrodoméstico deverá ser feita, para obter a máxima eficiência, isto é, obter um resultado satisfatório com o uso do equipamento, com o menor consumo de energia possível. Entretanto, os meios de evitar desperdícios de energia elétrica, com a utilização desses equipamentos, são variáveis em função das características de operação de cada um

Como usar o 13°salário com sabedoria

O 13° salário é a oportunidade de pagar dívidas e contas atrasadas, principalmente as que apresentam juros altos, como cheque especial e cartão de crédito. Caso não existam dívidas nem contas atrasadas, é interessante adiantar as faturas para receber descontos. Afinal, com o dinheiro em mãos torna-se bem mais fácil negociar.

Como usar o cambão para conter cães?

O cambão também funciona como uma ferramenta de contenção e deve ser utilizado quando houver risco de mordida por dor ou devido ao temperamento extremamente indócil do animal. Muitas vezes, o cambão é utilizado quando até mesmo o proprietário do cão não consegue colocar a focinheira ou a mordaça.

Medicina natural: Bálsamo (Balsamina hortensis)

O Bálsamo é indicações em caso de contusões, torções, ferimentos, dores de estômago e úlceras. Usar emplastos de folhas frescas amassadas de 3 a 4 vezes ao dia. A planta deve ser cultivada em locais ensolarados e com pouca umidade. Espaçamento de plantio: 0,20 por 0,30 m

Abelhas sem ferrão: Uruçu (Melipona scutellaris)

Uruçu é uma palavra que vem do tupi eiru su, que nessa língua indígena significa abelha grande. Essa nomenclatura está relacionada com diversas abelhas do mesmo gênero, encontradas não só no Nordeste, mas também na região Norte. No Brasil, existe a Uruçu amarela (Melipona rufiventris), bem como a Uruçu Verdadeira ou Uruçu do Nordeste (Melipona scutellaris). A tendência, porém, é a de reservar o termo Uruçu para a abelha da zona da mata do litoral baiano e nordestino.

Abelhas sem ferrão: Iraí (Nannotrigona testaceicornes)

A origem do seu nome Iraí, como não poderia deixar de ser, vem do Tupi e significa (Ira: abelha, mel/ Y: rio). O Rio do Mel, o Rio Doce. Abelha indígena, pertencente a tribo dos Trigonini, constroem um berço real, ou seja, uma realeira, na periferia dos favos de cria, para que venha nascer uma nova rainha. Constrói seus ninhos nos locais mais variados, tal como muros de pedras, blocos de cimento, tijolos vazados e, com preferência, em ocos de árvores, por isso, é muito comum encontrá-las em regiões urbanas.

Pragas do maracujá: como usar defensivos

O controle preventivo das pragas do maracujá é imprescindível para se obter boa produtividade da cultura, bem como evitar prejuízos ao produtor. Há, no mercado,alguns defensivos bastante eficientes como o Cartap, o Thuricide, o Thiobe, o Lebaycid e o Fention. No entanto, todo o cuidado é pouco, pois todos são bastante tóxicos. Daí ser necessário procurar um engenheiro agrônomo para o uso adequado dos defensivos.

Doenças do maracujá: como usar defensivos

O controle das doenças do maracujá é imprescindível para uma produção lucrativa, bem como para evitar dores de cabeça para o produtor. Existem alguns defensivos bastante eficientes como o Cobre Sandoz, Recop, Agrimicina, Solan e Extravon Haitem. No entanto, todo o cuidado é pouco, pois todos são bastante tóxicos. Daí ser necessário procurar um engenheiro agrônomo para o uso adequado destes produtos.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!