WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"como-preparar-tintura-da-planta-boa-noite"

Principais formas de preparo das plantas medicinais

as plantas medicinais trazem uma série de benefícios à saúde humana quando utilizadas de modo adequado. Dependendo da planta, ela pode ser consumida in natura, mas em outros casos, as ervas medicinais exigem o preparo prévio antes do uso. Assim, temos os chás preparados em infusão, decocção e maceração, além de compressas, pomadas, tinturas e xaropes.

Infusão de plantas medicinais. Como fazer?

O aproveitamento adequado dos princípios ativos de plantas medicinais exige um preparo correto, a depender de cada tipo, ou seja, de cada espécie. Uma forma de preparação muito utilizada é a infusão. Mas, afinal, como é feita e para que serve a infusão? “A infusão será utilizada todas as vezes que houver plantas com partes mais tenras: botão, folha e flor”, afirma Alessandra Azis, professora do Curso CPT Farmácia Viva - Princípios Ativos, Identificação e Utilização de Plantas Medicinais. Consiste em derramar água quente sobre a planta e deixá-la de molho por 10 ou 15 minutos.

Plantas medicinais? Atenção à toxocologia!

Antes de fazer qualquer preparação com as plantas medicinais, primeiramente é preciso conhecê-las para saber identificar qual é a mais indicada para determinado sintoma ou doença. “Porém, tão importante quanto conhecer os efeitos benéficos das plantas medicinais sobre o organismo humano é saber analisar essas plantas com relação à toxicologia, pois, muitas vezes, intoxicações podem ocorrer”, afirma Alessandra Azis, professora do Curso CPT Farmácia Viva - Princípios Ativos, Identificação e Utilização de Plantas Medicinais.

Sistema hidropônico de cultivo de hortaliças e plantas medicinais

O sistema hidropônico de cultivo de hortaliças e plantas medicinais, condimentares e aromáticas, é a melhor alternativa para atender a um público cada vez mais exigente em relação a qualidade das plantas, higiene, ausência de resíduos de agrotóxicos e alto teor de princípios ativos. Nesse sistema, as plantas são cultivadas sem contato com o solo, utilizando apenas solução nutritiva para promover o seu crescimento. Com o uso de água de boa qualidade, as plantas não sofrem contaminação por organismos nocivos à saúde.

Como preparar as plantas condimentares para a secagem

Geralmente, há uma recomendação geral para não se lavar as plantas condimentares antes da secagem. Isto é verdade, quando se trata de plantas que têm muito pelo e, por isso, retêm a água em sua superfície, como a hortelã e a sálvia. Da mesma forma, as flores também não devem ser lavadas, a não ser que você disponha de uma centrífuga para retirar o excesso de umidade antes de colocá-las para secar. Se o material está limpo, livre de resíduos e de terra, não precisa ser lavado.

Como utilizar plantas medicinais em chás?

Para aproveitar bem os princípios ativos de uma planta medicinal, é preciso que ela seja preparada corretamente. A forma de preparo e o uso mais adequado de cada planta dependem da parte da planta a ser usada, do tipo de princípio ativo a ser extraído e da doença ou sintoma a ser tratado.

Produção comercial de Agapanto - propagação, cultivo, tratos culturais e cultivo em vasos

Planta ornamental, apesar de sua rusticidade, o Agapanto é uma nativa da África do Sul. Possui características de clima subtropical e é muito encontrado em jardins do sul e do sudeste por gostar e tolerar climas frios. Para se desenvolver satisfatoriamente, o Agapanto precisa de solo rico em matéria orgânica. O nome Agapanthus, em latim, significa "flor do amor" e chama mesmo a atenção no jardim, por suas hastes florais de quase 1 m de altura. No auge da beleza, que acontece durante a primavera e o verão, o Agapanto apresenta inflorescências globosas, compostas por inúmeras flores azuladas. A planta é perfeita na separação de plantas altas em jardins e também para embelezar paredes exeternas e muros.

Regras gerais para a colheita das plantas medicinais

As plantas medicinais, da mesma forma que outras plantas, como as hortaliças apresentam um ponto de colheita ideal, que é o momento de maior concentração de princípios ativos na planta. As substâncias com atividade terapêutica, ou princípios ativos, encontrados nas plantas, geralmente concentram-se em maior quantidade em um determinado órgão. Assim, em algumas plantas os princípios ativos estão em maior concentração nas folhas e hastes, em outras, estão nas flores.

Colheita das plantas medicinais: estádio do desenvolvimento, época do ano e hora do dia

A colheita das plantas medicinais varia conforme o órgão da planta que será coletado, seu estádio de desenvolvimento, a época do ano e a hora do dia, caso contrário, seus princípios ativos não serão bem aproveitados, prejudicando a sua função terapêutica. O estádio de desenvolvimento da planta medicinal é muito importante para que se determine o ponto de colheita, principalmente em plantas perenes e anuais de ciclo longo, em que a máxima concentração é atingida após certa idade e/ou fase de desenvolvimento.

Noites frias? Creme de ervilhas para esquentar o corpo e a alma!

Tem sentido o friozinho apertando durante as longas noites de inverno? Então, saiba que para essas noites geladas a sugestão é preparar um delicioso creme de ervilhas antes de dormir. Além de muito saboroso, vai ajudar a esquentar o corpo e a alma. Depois dele, tenha certeza que sua noite será mais que agradável e tranquila. Vamos lá?

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!