WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "como-plantar-couve-em-estufa" ()

Principais cultivares de Couve-flor e sua época de plantio

A Couve-flor é uma cultura tipicamente de clima temperado. Os cultivares existentes têm exigências de temperatura muito específicas e a escolha do cultivar vai depender das condições climáticas locais. Portanto, faz-se necessário esclarecer que a época de plantio da Couve-flor está muito relacionada às exigências termoclimáticas do cultivar escolhido

Sistema hidropônico de cultivo de hortaliças e plantas medicinais

O sistema hidropônico de cultivo de hortaliças e plantas medicinais, condimentares e aromáticas, é a melhor alternativa para atender a um público cada vez mais exigente em relação a qualidade das plantas, higiene, ausência de resíduos de agrotóxicos e alto teor de princípios ativos. Nesse sistema, as plantas são cultivadas sem contato com o solo, utilizando apenas solução nutritiva para promover o seu crescimento. Com o uso de água de boa qualidade, as plantas não sofrem contaminação por organismos nocivos à saúde.

Como cultivar couve-flor orgânica

A couve-flor é uma planta com características semelhantes às do brócolis, sendo que a parte comestível é uma inflorescência imatura. Esta forma um tipo de cabeça, de cor branca ou creme, sustentada por um caule curto. Entretanto, a couve-flor mostra-se muito mais exigente em solos e nutrientes, quando comparada ao brócolis e ao repolho, produzindo melhor em solos com pH na faixa de 6,0 e 6,8. As cultivares plantadas, no Brasil, adaptaram-se bem ao clima, já que são hortaliças típicas de clima temperado.

Produção comercial de Agapanto - propagação, cultivo, tratos culturais e cultivo em vasos

Planta ornamental, apesar de sua rusticidade, o Agapanto é uma nativa da África do Sul. Possui características de clima subtropical e é muito encontrado em jardins do sul e do sudeste por gostar e tolerar climas frios. Para se desenvolver satisfatoriamente, o Agapanto precisa de solo rico em matéria orgânica. O nome Agapanthus, em latim, significa "flor do amor" e chama mesmo a atenção no jardim, por suas hastes florais de quase 1 m de altura. No auge da beleza, que acontece durante a primavera e o verão, o Agapanto apresenta inflorescências globosas, compostas por inúmeras flores azuladas. A planta é perfeita na separação de plantas altas em jardins e também para embelezar paredes exeternas e muros.

Regras gerais para a colheita das plantas medicinais

As plantas medicinais, da mesma forma que outras plantas, como as hortaliças apresentam um ponto de colheita ideal, que é o momento de maior concentração de princípios ativos na planta. As substâncias com atividade terapêutica, ou princípios ativos, encontrados nas plantas, geralmente concentram-se em maior quantidade em um determinado órgão. Assim, em algumas plantas os princípios ativos estão em maior concentração nas folhas e hastes, em outras, estão nas flores.

Colheita das plantas medicinais: estádio do desenvolvimento, época do ano e hora do dia

A colheita das plantas medicinais varia conforme o órgão da planta que será coletado, seu estádio de desenvolvimento, a época do ano e a hora do dia, caso contrário, seus princípios ativos não serão bem aproveitados, prejudicando a sua função terapêutica. O estádio de desenvolvimento da planta medicinal é muito importante para que se determine o ponto de colheita, principalmente em plantas perenes e anuais de ciclo longo, em que a máxima concentração é atingida após certa idade e/ou fase de desenvolvimento.

A construção de estufas facilita muito o cultivo de vários tipos de hortaliças

Estufas são estruturas montadas para criar um ambiente de calor, principalmente, durante os períodos de inverno. Nelas podem ser cultivadas hortaliças, legumes e frutos. As plantas precisam de determinadas temperaturas para se desenvolverem bem. O frio pode ser prejudicial, assim como o calor excessivo.

Nutrição de plantas - principais nutrientes e funções

A nutrição mineral de plantas nos fornece informações sobre quais elementos são essenciais às plantas, quais suas funções, como são absorvidos, transportados e redistribuídos. As plantas são compostas por 70 a 90 % de água e o restante é o material seco. No material seco, observa-se que 90% ou mais é formada somente por três elementos: o carbono (C), o hidrogênio (H) e o oxigênio (O). O C vem do ar, o O do ar e da água e o H vem da água. Dessa maneira, observa-se que, na natureza, o solo é responsável por apenas 1% da composição da planta, mas isso não significa que ele é menos importante. Na verdade, todos os elementos que compõem a planta são essenciais.

Como preparar as plantas condimentares para a secagem

Geralmente, há uma recomendação geral para não se lavar as plantas condimentares antes da secagem. Isto é verdade, quando se trata de plantas que têm muito pelo e, por isso, retêm a água em sua superfície, como a hortelã e a sálvia. Da mesma forma, as flores também não devem ser lavadas, a não ser que você disponha de uma centrífuga para retirar o excesso de umidade antes de colocá-las para secar. Se o material está limpo, livre de resíduos e de terra, não precisa ser lavado.

Produção de pepinos em estufa - transplante, condução, polinização e irrigação das mudas

No cultivo de pepino em estufa, o sucesso da produção está em se seguir alguns princípios de grande importância, como o transplante, a condução, a polinização e a irrigação das mudas. Além disso, outro fator que merece atenção especial diz respeito a população dentro de uma estufa. Esta deve ser um fator muito importante a ser considerado, tanto sob o ponto de vista de manter a sanidade das plantas, como manter o ambiente dentro da estufa, ou seja, alta densidade populacional ocasionará um microclima propício para o desenvolvimento de doenças, além de bloquear fotossinteticamente a planta, provocando sombreamento entre elas.

Fique por dentro das novidades!