Resultados da busca para "como-fazer-o-canteiro-para-plantar-milho-para-racao-animal"

Milhos especiais - controle de plantas daninhas

O milho é extremamente sensível à competição inicial com as plantas daninhas. No caso do milho pipoca, que apresenta baixo vigor de planta, as perdas de produtividade são ainda maiores que no milho comum. A intensidade dessas perdas vem em função da espécie da planta daninha, do grau de infestação, do tipo de solo, das condições climáticas, além do estádio fenológico da cultura. Normalmente, essa redução na produção do milho pipoca é atribuída à sua competição com as plantas daninhas pelos fatores básicos de sobrevivência, como a água, nutrientes e luz, tornando esses fatores limitantes ao desenvolvimento do milho.

Saiba as melhores épocas para plantar milho

O milho é uma cultura que requer alguns cuidados, pois, quanto à caracterização da planta do milho, algumas características ambientais, como o déficit hídrico, a temperatura e a luminosidade podem afetar o crescimento e a produção do milho. Esse fato faz com que a época de plantio seja um dos fatores mais importantes a serem observados pelo agricultor, em quase todo o território nacional, principalmente nas regiões de alta latitude ou altitude.

Milhos especiais - cultivo do milho pipoca

Atualmente, o cultivo de milho pipoca é uma ótima alternativa para o produtor rural, pois está em expansão no Brasil. O potencial de mercado do milho é maior do que se pensa, quando se consideram os números de produção em valores absolutos e não em porcentagens em relação ao milho comum. Apenas em nosso território nacional, a demanda desse milho especial já alcança as 50 mil toneladas, o que nos mostra o quão rentável pode ser o seu cultivo, gerando lucro certo ao produtor. Uma outra vantagem é que o valor de mercado do grão de milho pipoca é superior ao do milho comum, embora a sua produtividade corresponde de um terço à metade do milho comum.

Milhos especiais - escolha da cultivar do milho pipoca

As plantas de milho pipoca apresentam algumas diferenças básicas, quando comparadas ao milho comum. O milho pipoca apresenta maior tamanho de pendão e prolificidade, espigas menores e situadas em uma posição mais alta da planta, colmo mais fino e fraco, maior susceptibilidade ao acamamento, quebramento, doenças e consequentemente menor produtividade de grãos, além de menor rusticidade, exigindo adubações mais frequentes.

Confira as pragas do milho que atacam folhas e raízes

No Brasil, o milho é um dos principais cereais produzidos em pequenas e grandes propriedades. O clima favorável, as técnicas de cultivo e o avanço tecnológico tornam as lavouras de milho mais produtivas e rentáveis ao produtor rural. Entretanto, é indispensável seguir práticas de controle de pragas, em especial no stand inicial da planta.

Milhos especiais - plantio do milho pipoca

O milho pipoca é uma planta menos vigorosa e mais susceptível ao ataque de doenças que o milho comum, por isso a escolha do local e a época de plantio tornam-se essencial para o sucesso do cultivo. O zoneamento edafoclimático, por exemplo, reduz as perdas de produção, aumentando a produtividade, por meio da identificação dos riscos climáticos das diferentes regiões e municípios do estado, que determinam as melhores épocas de plantio.

Caixas de palha de milho - aprenda a fazer e aumente sua renda mensal

As caixas feitas com palha de milho, além de lindas, possuem inúmeras utilidades. Elas podem ser usadas como objeto de decoração nos mais diversos ambientes, como porta-brinquedos, porta-objetos, cachepôs, cestas de revistas, podem ser usadas para organizar utensílios, para guardar roupas e serem, até mesmo, dadas de presente. Dependendo da finalidade a que se destinam, as caixas feitas em palha de milho podem ser confeccionadas em vários formatos e tamanhos. Portanto, são inúmeras as possibilidades de negócio, gerando renda extra ao artesão ou reforçando a já existente.

Sistema hidropônico de cultivo de hortaliças e plantas medicinais

O sistema hidropônico de cultivo de hortaliças e plantas medicinais, condimentares e aromáticas, é a melhor alternativa para atender a um público cada vez mais exigente em relação a qualidade das plantas, higiene, ausência de resíduos de agrotóxicos e alto teor de princípios ativos. Nesse sistema, as plantas são cultivadas sem contato com o solo, utilizando apenas solução nutritiva para promover o seu crescimento. Com o uso de água de boa qualidade, as plantas não sofrem contaminação por organismos nocivos à saúde.

Substratos utilizados no cultivo do milho hidropônico

Vários tipos de substratos podem ser utilizados no cultivo hidropônico, como a areia, o cascalho, a argila expandida e a lã mineral. “Todos esses substratos desempenham bem seus papéis, que são sustentar as plantas e propiciar o fornecimento de oxigênio para as suas raízes”, afirma Augusto Luis Ruegger Almeida Neves, professor do Curso a Distância CPT Cultivo de Milho Hidropônico - Para Alimentação Animal, em Livro+DVD e Curso Online.

Gramas e gramados - como fazer o controle de plantas daninhas

As plantas daninhas, como o Capim-pé-de-galinha, o Capim marmelada e o Capim braquiária, quando crescem, interferem no desenvolvimento da grama, causando prejuízos na produção, competindo com a cultura por água, luz e nutrientes, exercendo, em certas vezes, inibição química. Alguns estudos mostram que 20 a 30% da produção nacional de grama se perde por causa do ataque de plantas daninhas, além de elas serem hospedeiras de pragas e doenças. As práticas mais difundidas para o controle das plantas daninhas são: o arranquio, a capina, a roçada e, por fim, o controle químico.

Atendimento Online
Quer Facilidade