Resultados da busca para "como-fazer-cabresto-para-cavalo-passo-a-passo"

Higiene básica em cavalos: como fazer?

O cavalo é um ser vivo que geralmente causa o fascínio da grande maioria das pessoas. Independentemente da pelagem, da raça e do porte, dificilmente conheceremos pessoas com restrições aos cavalos. A sua beleza e imponência torna-o uma unanimidade. "É muito importante, no entanto, saber como fazer a higiene básica do cavalo antes de montá-lo, pois não se deve selar o animal sem que ele esteja totalmente limpo", afirma Dr. Haroldo Vargas Leal Júnior, professor do Curso a Distância CPT Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos, em Livro+DVD e Curso Online.

Doma de cavalos - charreteamento do equino em 6 passos

Quando o cavalo estiver rodando bem no cabresto, já selado, podemos iniciar o charreteamento. Neste momento, passamos cada uma das pontas da rédea comprida pelo estribo correspondente e prendemos nos respectivos lados na focinheira do cabresto ou na professora. Em seguida realizamos as seguintes etapas:

Criação de cavalos: equipamentos necessários à montaria

Antes de o cavaleiro partir, de fato, para a montaria, deve ter conquistado a confiança do cavalo. Somente assim, o animal permitirá a aproximação e a monta. Esse início de convivência é uma relação de ganho e confiabilidade, afirma Dr. Haroldo Vargas Leal Júnior, professor do Curso a Distância CPT Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos, em Livro+DVD e Curso online.

Como fazer hambúrgueres e almôndegas de frango em 10 passos

Os hambúrgueres e as bolinhas de almôndegas são deliciosos, incrementam qualquer refeição, levam ingredientes simples e práticos na sua composição, são nutritivos, saborosos e, ainda, ocupam posição de predileção entre a garotada. Quer aprender a fazê-los, de forma saudável e com total higiene, cuidando da saúde e do bem estar de toda a sua família? Então, siga os 10 passos abaixo e mãos à obra! Além de encantar a sua família, você também poderá garantir uma renda extra ao fim do mês, comercializando-os crus e congelados a uma vasta clientela.

Como fazer empanados de frango

Para prepararmos os empanados de frango, a carne deve passar por três etapas. A primeira delas é um pré-enfarinhamento, em seguida ela é submetida no líquido de empanamento, para, por último, passar pelo processo de cobertura. Quer aprender a fazer o seu próprio empanado de frango? Siga os passos abaixo e tenha sucesso na sua produção. Lembre-se que os empanados de frango, além de poderem ser produzidos para o seu consumo próprio, também poderá ser comercializados, garantindo, assim, uma renda extra ao final do mês.

Doma natural de cavalos - 10 regras para realizar o cabresteamento no equino

Use um cabresto de corda grossa ou de couro resistente. Argola de metal geralmente se rompe quando o cavalo estira, portanto evite seu uso. Siga corretamente os seguintes passos para realizar corretamente a etapa do cabresteamento: 1. O equídeo deve ser colocado em um curral com piso de terra, areia ou grama, nunca de pedra ou cimento, com diâmetro igual ou inferior a 20 m, de preferência.

Doma natural de cavalos - 5 passos para encilhar o equino

Coloque um bridão leve (grosso) para não machucar a boca do cavalo e com pinças laterais, sem as rédeas. Introduza o bridão pela lateral da boca para que ele a abra sem que o bridão machuque sua gengiva. Nesta fase, o cavalo já foi bem escovado e já deve ter perdido as cócegas. Pegamos a manta e levamos vagarosamente para o animal cheirar. Em seguida, esfregamos a manta no seu pescoço e no dorso, de um lado e do outro, do animal

Equoterapia - motivo da utilização do cavalo e seus benefícios

A equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo como mecanismo essencial para o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas portadoras de deficiência ou de necessidades especiais. Na equoterapia, essas pessoas não são consideradas "clientes" ou "pacientes". Mas, sim, o sujeito do processo. Elas participam de sua própria reabilitação da maneira direta; são "agentes" de sua própria reabilitação, logo são um praticantes de equoterapia. O cavalo, por sua vez, é utilizado na equoterapia por vários motivos: no campo psicológico, o cavalo transmite uma sensação de força e poder, ou mesmo nos reporta a lembranças inconscientes de embalo e proteção. No cavalo, o cavaleiro participa como um todo, contribuindo para o aprimoramento da força muscular, relaxamento, conscientização do próprio corpo, desenvolvimento do equilíbrio e da coordenação motora, essenciais para o indivíduo se manter de pé, ou andar. Essa terapia também contribui para a melhora dos distúrbios da fala e comunicação, auxilia na articulação dos sons e linguagem, melhora a atenção e concentração, além de proporcionar uma harmonização através de um melhor conhecimento de si mesmo, melhorando a percepção da realidade externa e a maneira de se posicionar em relação ao mundo.

O que fazer e o que não fazer em situações de emergência

Se você estiver no local de uma emergência, analise a situação por alguns segundos, considerando alguns aspectos extremamente importantes. Eles o ajudarão a saber o que fazer e o que não fazer em situações de emergência, para que tudo corra bem e a vítima tenha grandes chances de sobreviver. Antes de aproximar-se da vítima, examine a área para ver se há perigos imediatos, sempre perguntando a si mesmo se a situação é segura.

Cavalos - como alimentá-los corretamente

Diferente do que muitos imaginam, alimentar cavalos é uma difícil tarefa, já que há disponível no mercado uma infinidade de produtos disponíveis para este propósito. No entanto, o que deve ser levado em consideração quando o assunto for a forma correta de alimentá-los é que existem fatores, como o clima local, peso animal, tipo de cavalo, idade, saúde, caraga de trabalho, que determinam o tipo de alimento e a quantidade a ser dada para cada cavalo. Partindo-se disto, pode-se afirmar que o que é ideal para um equino pode não ser bom o bastante para outro, uma vez que não existem dois animais iguais.

Atendimento Online
Quer Facilidade