WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "como-criar-bagre-em-tanque" ()

Criação de tilápias - dimensionamento dos tanques

O dimensionamento, isto é, a determinação do número de tanques que será necessário, bem como a capacidade de cada um deles, deverão ser estabelecidos em função do volume de produção de peixes que se deseja obter. Essa é uma etapa que deve ser feita com critérios, pois, trabalhar com um número de tanques além do necessário elevará o custo de implantação da piscicultura, além de ocupar maior área do terreno, sem necessidade. E, por outro lado, se o número de tanques for inferior ao necessário, não será possível produzir a quantidade de peixes desejada.

Como esvaziar tanques de terra para uma nova remessa de alevinos

Precisa esvaziar tanques de terra para receber uma nova remessa de alevinos? Então, faça-o corretamente. “Após a captura e transferência dos peixes do tanque de recria para os de engorda, será preciso esvaziá-lo para fazer a sua preparação correta, visando ao recebimento de nova remessa de alevinos”, afirma Giovanni Resende de Oliveira, professor do Curso a Distância CPT Produção de Tilápias em Tanques Escavados.

Fases da criação de pavões - cria, recria, crescimento, jovem e adulto

As fases pelas quais passam os pavões, desde o seu nascimento até a sua morte ou comercialização, quando criados em cativeiro são: cria, recria, crescimento e jovem. A fase de cria tem seu início no primeiro dia de vida e vai até o 30º. A recria inicia-se a partir do 30º e perdura até o 60º dia. A fase de crescimento dura dos 2 meses de vida ao 6º mês de idade dos pavões. A partir de então, os pavões entram na fase jovem. Esta, por sua vez, inicia-se no sexto mês de vida da ave só termina quando os pavões completam 2 anos de idade. A partir de então, ou seja, dos 2 anos de idade, os pavões entram na fase adulta.

Como construir tanques para criação de tilápias

Para quem quer investir em criatórios de tilápia, dois tipos de tanques são essenciais. Entretanto, a construção e instalação de cada tipo de tanque são distintas. Os tanques de terra são escavados no terreno, mais adequados para a fase de recria da tilápia. Já os tanques-rede são instalados em lagos, rios ou açudes, próprios para a fase de engorda da tilápia

Crias em crescimento: qual a sua importância nos apiários?

Considerando que o pólen é a fonte de proteína da colmeia, e que as crias são as principais consumidoras desse alimento, pode-se concluir que o sucesso da colmeia está diretamente ligado à presença de crias em crescimento no maior número possível. Então, todo o manejo deve estar voltado para que a colmeia tenha sempre uma grande quantidade de crias, o que depende do volume de posturas da rainha, e do espaço para que elas sejam feitas.

Criação de tilápias - características e finalidade dos tanques-rede

Na criação comercial de tilápias, os tanques-rede são estruturas apropriadas para serem utilizadas na fase de engorda dos peixes. São gaiolas de telas especiais, que podem ser colocadas dentro de represas ou rios. No interior dessas gaiolas, os peixes serão mantidos em confinamento durante um período de aproximadamente 120 dias (quatro meses), quando, então, atingirão o ponto ideal de abate. Para utilizar os tanques-rede de forma correta, será necessário que o piscicultor tenha conhecimento a respeito dos aspectos construtivos dos mesmos e das formas corretas de instalação nas represas.

Cria surubins? Aprenda a soltar os alevinos no tanque!

Independentemente se serão recriados em tanques de terra ou em tanques-rede, o procedimento de soltura dos alevinos será feito levando-se em consideração o tipo de embalagem, sacola plástica ou caixa térmica, utilizado no transporte, afirma José Eduardo Aracena Rasguido, professor do Curso a Distância CPT Criação Comercial de Surubim, em Livro+DVD e Curso Online.

Vai criar pacu e tambaqui? Faça em tanques-rede!

O cultivo de peixes em tanque-rede é uma pratica que tornou-se uma realidade econômica em diversos países há mais de uma década; no Brasil foi recentemente introduzida como alternativa para os proprietários rurais situados em áreas à margem de grandes barragens de usinas hidroelétricas. O corpo d’água no qual serão colocados os tanques-redes deve ter profundidade superior a cinco metros para permitir que os gases (amônia) produzidos pela decomposição das fezes e das sobras de ração se difundam evitando, assim, que ocorram efeitos deletérios aos peixes como redução no crescimento, menor eficiência alimentar e até casos de elevada mortalidade

Criação de tilápias - características e finalidade dos tanques de terra

Na produção comercial de tilápias, o piscicultor será responsável apenas pelas fases de recria e de engorda, já que a alevinagem é de responsabilidade de empresas especializadas. A recria deverá ser realizada em tanques de terra, e a engorda, por sua vez, em tanques-rede. Os tanques de terra irão receber os alevinos, onde permanecerão até o final da fase de recria, que dura em média 60 dias. Eles deverão ser construídos em terreno plano, de forma que fiquem próximos uns dos outros, para facilitar o manejo dos peixes e o abastecimento de água.

Vou criar surubim. Como deve ser o tanque de terra?

Os tanques de terra para a criação de surubim nada mais são que reservatórios de água construídos na propriedade para esta finalidade. Eles poderão ser utilizados tanto para a recria como para a engorda dos peixes e deverão ser construídos em terrenos com topografia plana, para facilitar o abastecimento de água por gravidade. A capacidade bem como o número de tanques deverão ser estabelecidos em função do volume de produção de peixes que se deseja obter.

Fique por dentro das novidades!