WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "cloro-na-aguas-das-galinhas-elinina-doencas"

Galinha caipira - aprenda sobre o controle de doenças das aves criadas no chão

O manejo sanitário é a limpeza e a desinfecção das instalações e dos equipamentos do aviário onde se cria galinha caipira. De preferência, um lote de frango caipira não deve utilizar a mesma cama de outro lote, pois os riscos de contaminação das aves são enormes. É mais vantajoso fazer a remoção da cama, que pode ser vendida como esterco. Removida a cama, a área deve ser limpa e desinfetada com uma solução de formol a 5%. É muito importante eliminar os focos de contaminação do lote anterior para evitar o surgimento de doenças, que prejudicam a produção das galinhas caipiras.

Dicas sobre a criação de galinhas caipiras

O setor da avicultura que produz carne de galinha caipira está em constante expansão devido à boa aceitação do mercado. Ao contrário do que muitos pensam, o termo “galinha caipira” diz respeito à forma como a galinha é criada, não a uma raça de galinhas. É muito procurada por ser considerada mais saudável, pois sua alimentação é natural e sua criação é livre.

Galinhas caipiras: doenças causadas por bactérias

As doenças que afetam as galinhas caipiras, provenientes de infecções bacterianas, de coccidiose e de processos metabólicos, podem ser prevenidas ou curadas com medicamentos à base de antibióticos, anticoccidianos, quimioterápicos, eletrólitos, minerais e vitaminas injetáveis ou aplicados por via oral (ração ou água).

Tratamento de água no meio rural - cloradores hídricos

Existem, no mercado, alguns mecanismos eficientes, capazes de avaliar o nível de cloro presente em determinado volume de água. Entre os mais utilizados, encontramos o Cloroscópio portátil, o Clorador de pastilhas e a Bomba de cloro. O Cloroscópio portátil é um equipamento que permite mensurar a quantidade de cloro da água, baseado em uma tabela que apresenta o nível recomendado. No caso do clorador de pastilhas, um kit de análise é encaminhado junto ao clorador. A bomba de cloro, por sua vez, é um equipamento fixo e contínuo. Deverá ser monitorado com certa frequência, conforme as instruções do fabricante.

Por que algumas galinhas comem os próprios ovos?

Quando bem alimentadas e em condições favoráveis e adequadas de manejo, as galinhas têm excelente produção de ovos. Já o contrário, ou seja, quando há uma carência de nutrientes na alimentação das galinhas, é possível notar que a casca dos ovos ficam moles, com aparência de plástico, flexíveis e vulneráveis à quebra. Tendo contato com o conteúdo dos ovos e descobrindo que ele é rico em proteínas e gordura e que a casca é uma boa fonte de cálcio, as galinhas começam a quebrar e comer os ovos de propósito. Para piorar a situação, as outras aves passarão a imitar a companheira.

Como é o aparelho reprodutor de uma galinha?

O aparelho reprodutor de uma galinha difere sensivelmente do que se observa entre os mamíferos. A maior parte do desenvolvimento embrionário se dá fora do organismo materno. Por isso, a célula reprodutiva feminina é envolvida por grande quantidade de material nutritivo, necessário à alimentação do embrião.

Confira as raças de galinha poedeira e para abate

As galinhas apresentam corpo coberto por penas com coloração própria da raça. As cores mais comuns são preta, branca e marrom - a quantidade de penas varia de uma espécie para outra. Embora as galinhas sejam consideradas aves de pequeno porte, algumas raças podem chegar a 7,0 kg, como a Paraíso Pedrês.

Doenças aviárias do tipo virose

Várias doenças atacam as aves. A maioria delas são respiratórias. Quando bem tratadas e tendo o manejo correto, tornam-se muito mais resistentes a esses fatores patogênicos. A prevenção de algumas doenças pode ser feita por meio de vacinas, no entanto, nem todas possuem essa proteção. As principais doenças aviárias são:

O sucesso de uma granja de galinhas caipiras? A biosseguridade!

A biosseguridade é um conjunto de medidas sanitárias que compreende todos os meios utilizados para prevenção e controle de microrganismos patogênicos das criações avícolas, ou seja, são todas as ações que visam à manutenção da saúde das aves. “Quando não for possível evitar doenças no plantel, é necessário lançar mão de medicamentos, antes que o problema comprometa os resultados econômicos da criação”, afirma Marcelo Dias da Silva, Professor do Curso CPT Criação de Frango e Galinha Caipira.

Vai vacinar galinhas? Conheça as 5 formas e faça a melhor escolha!

A vacinação de frangos e galinhas caipiras pode ser feita de forma individual ou coletiva. A individual, apesar de ter um custo de aplicação, é maior do que a administração massal (coletiva), e oferece resultado mais seguro, afirma Marcelo Dias da Silva, professor do Curso CPT Criação de Frango e Galinha Caipira.

Fique por dentro das novidades!