WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "causas-diabetes" ()

Diferenças entre o Diabetes Mellitus Tipo 1 e o Tipo 2

O diabetes Mellitus, classificado como tipo 1, é uma doença crônica, causada pela destruição autoimune das células beta pancreáticas produtoras de insulina, podendo ocorrer na faixa etária de 0 a 35 anos de idade. Esse tipo de diabetes era chamado de Diabetes Infanto-Juvenil ou Insulinodependente, pois acometia crianças e pessoas mais jovens, provocando dependência de insulina. Fatores como influência hereditária e genes como os HLA Dr3 e Dr4 podem possibilitar a ocorrência do diabetes tipo 1. Entretanto, alguns fatores ambientais, como situações de estresse, podem abrir a janela imunológica do indivíduo, gerando o DM1.

O Diabetes é uma doença séria. Cuide-se!

O Diabetes é uma doença séria, que requer cuidados especiais e é a terceira causa de morte no mundo. Mesmo com os avanços da medicina, no Brasil, dos 9 milhões de diabéticos apenas a metade sabe que tem a doença e dos que sabem, 23% não recebem tratamento adequado.

Diabetes - causas, sintomas, fatores de risco, prevenção e tratamento

O Diabetes é uma doença séria, que requer cuidados especiais e é a terceira causa de morte no mundo. Mas há como lidar com ela de maneira tranquila. Neste sentido, prevenção, controle e informação são os caminhos mais indicados para isso.

Conheça mais sobre o diabetes Mellitus

Por meio da glicose as células do nosso organismo produzem energia para o desempenho das mais diversas funções. Ao ingerirmos os alimentos, a glicose entra na corrente sanguínea e, em seguida, nas células, com o auxílio de um hormônio produzido pelo pâncreas, a insulina. Se por algum motivo o organismo não fabrica insulina suficiente, ou não responde bem a ela, uma mínima quantia de glicose penetra nas células, o que aumenta o açúcar no sangue. À incapacidade do organismo regular a quantidade de açúcar no sangue chamamos de diabetes.

Plantação de tomate - doenças causadas por bactérias

Muitos alimentos são jogados fora, porque não atendem ao padrão para a sua comercialização. Entre os fatores que influenciam diretamente na perda dos alimentos estão as doenças. O tomateiro pode ser atacado por diversas doenças, causadas por fungos, bactérias, nematoides ou vírus. Pode, também, apresentar distúrbios fisiológicos causados por falta ou excesso de nutrientes, falta ou excesso de água no solo, exposição excessiva ao sol e outros fatores ambientais.

O que causa o mau hálito?

Conversar com alguém que esteja com mau hálito é sempre desagradável. Mas, o mau hálito tem causas que vão muito além de falta de higiene bucal, estando também relacionado com doenças. Comida muito temperada e alguns alimentos podem potencializar o mau hálito, mas eles não são os únicos vilões desse problema.

Doenças aviárias causadas por parasitoses

Parasitoses são doenças infecciosas causadas por parasitas ou protozoários. No caso das aves, as mais comuns são: Coccidiose A coccidiose causa a despigmentação da pele 1) Coccidiose Os parasitas provocam lesões no intestino. As irritações podem ser pequenas, ou até, muito graves, causando hemorragias, necrose e, consequentemente, altos índices de mortalidade.

Alface hidropônica - controle de pragas e doenças causadas por vírus

Controlar doenças na cultura da alface hidropônica é difícil devido às características próprias do sistema, além da falta de informações sobre o uso de produtos químicos nesse tipo de cultivo. Os produtos que existem no mercado foram elaborados e testados para o cultivo no campo e não para a hidroponia. Por isso, o melhor meio de controle doenças causadas por vírus na alface hidropônica é a prevenção, não deixando que afetem o sistema de produção.

Atividades físicas para diabéticos - 14 vantagens dos exercícios físicos

Desde 1922, vários autores verificaram a interação da insulina com a atividade física e os benefícios no tratamento do diabetes. A partir de então, a tríade dieta, medicamentos (quando necessário), e exercício, fundamentados em um processo educacional, formam o princípio do tratamento desta doença. Especificamente no diabetes tipo 1, ou insulinodependente, o exercício auxilia no controle da glicemia, porque durante a contração muscular a célula torna-se mais permeável à glicose, possibilitando, muitas vezes, ao indivíduo reduzir a dose de insulina.

Confira algumas dicas de culinária para quem tem diabetes

O diabetes é uma doença que provoca um aumento na taxa de glicose do sangue e pode ocorrer a partir de “defeitos” na secreção ou na ação da insulina, produzida pelas células beta no pâncreas. A falta dessa substância ou alguma alteração na sua ação é que provoca o aumento da glicose, conhecida como hiperglicemia.

Fique por dentro das novidades!