WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "casqueamento-e-ferrageamento-equino" ()

Vai ferrar cavalos? É sua obrigação conhecer os cascos!

A avaliação do animal antes do casqueamento e ferrageamento é feita sobre os membros e os cascos, mas a ação do profissional de casqueamento e ferrageamento é feita sobre os cascos. “Portanto, conhecê-los bem é fundamental, inclusive sua anatomia interna e externa”, afirma Fábio Furquim Corrêa, professor do Curso a Distância CPT Casqueamento e Ferrageamento de Equinos.

Dicas para cuidar de equinos trabalhadores

A imunização dos equinos trabalhadores é prática de fundamental importância para a rentabilidade do negócio, não apenas para a manutenção da saúde da tropa de lida. A vacinação deve ser ministrada em todos os cavalos de trabalho contra várias doenças, as mais comuns: raiva, tétano, gripe equina e encefalomielite equina.

Vai ferrar cavalos? Lembre-se: o equilíbrio do animal é seu objetivo!

Para quem trabalha com casqueamento e ferrageamento, é importante levar em conta que o equilíbrio do corpo dos equinos deve ser sempre o objetivo final de uma avaliação. Ao analisar animais, considere que, basicamente, o corpo do animal deve ser dividido em três partes iguais, como mostrado na figura abaixo.

Casqueamento do cavalo: despesa ou investimento?

Casqueamento do cavalo: despesa ou investimento? Se você respondeu a primeira opção é melhor rever seus conceitos. Embora o casqueamento pareça apenas uma despesa para quem cria cavalos, na verdade, essa prática deve ser considerada como um investimento, não importando a raça ou qual a atividade desempenhada pelo animal.

Quando devo colocar ferraduras no cavalo? Em que momento?

A necessidade do ferrageamento de um equino surge, geralmente, durante a doma. Conforme a função que o animal desempenha, o treinamento será feito em diferentes tiços de terrenos e pisos, sob a pressão de esforços crescentes. “Nesse momento, a proteção dos cascos contra contusões com o solo torna-se indispensável”

Manejo reprodutivo de Equinos

A indústria equina é importante para nosso país nos dias atuais, haja vista que gera muita renda e empregos. As estatísticas são animadoras: a equinocultura gera milhares de empregos diretos e indiretos e rende bons números à nossa economia, tornando-se uma atividade consolidada.

Casqueador: você conhece o cavalo em partes?

Embora muitas vezes o estudo da anatomia possa parecer teórico, por exigir a memorização de termos técnicos, para um casqueador/ferrageador, é fundamental saber o nome de cada parte do corpo de um equino, particularmente dos membros e dos cascos. “As chamadas Regiões Zootécnicas dos membros recebem denominações relacionadas à estrutura óssea (Osteologia) que as compõem”, afirma Fábio Furquim Corrêa, professor do Curso a Distância CPT Casqueamento e Ferrageamento de Equinos.

Afinal, na prática, o que é o casqueamento de cavalos?

Casquear significa, basicamente, aparar os cascos, mas uma aparação feita com base em parâmetros adequados, utilizando técnicas corretas, afirma Fábio Furquim Corrêa, professor do Curso a Distância CPT Casqueamento e Ferrageamento de Equinos. A técnica de casqueamento tem por base algumas ações básicas promovidas em cada casco, após a avaliação de sua condição.

Cio induzido em equinos: como proceder?

Nos equinos, o cio pode ser induzido por meio da iluminação artificial instalada nas baias ou em piquetes. A luz atua na liberação de GnRH, FSH e LH. No período de inverno, quando o período de luminosidade ao longo do dia é mais curto, observa-se alta concentração de melatonina, que, por sua vez, inibe os hormônios gonadotróficos e causa inatividade ovariana.

Quanto mais luz, mais cios têm as éguas, você sabia?

Estudos relatam que a espécie equina apresenta sazonalidade reprodutiva, ou seja, em um determinado período do ano ocorre efeito do ambiente (fotoperíodo) sobre a manifestação reprodutiva. “Quando os dias se tornam mais longos, com maior exposição de luz diária, ocorre o estímulo para a espécie equina iniciar a atividade reprodutiva”, afirma Fabiana Garcia Christovão, professora do Curso a Distância CPT Inseminação Artificial em Equinos, em Livro+DVD e Curso Online. Em regiões que apresentam altas temperaturas e alta incidência de luz solar durante o ano todo (próximas a linha do equador), as éguas tendem a apresentar estro durante todos os meses do ano.

Fique por dentro das novidades!