WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Ligue Agora (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "carne-defumada-como-preparar"

Defumador de tambor - aprenda a fazer o seu

Defumador é todo ambiente onde se consegue controlar a quantidade de fumaça e a temperatura. Existem câmaras de tamanhos diversos, construídas em alvenaria ou chapas de aço; modelos simples ou sofisticados. Pode-se citar, também, os defumadores artesanais feitos de alvenaria, ou com manilha de cimento, ou com tambor de latão de 200 litros, entre outros. A escolha do tipo e do tamanho do defumador será determinada pelo volume de defumados que se quer produzir diariamente. Um modelo bem simples de defumador, e que pode ser usado diariamente para a preparação caseira de defumados, é o construído com tambor. Sua fonte de calor e fumaça é produzida pela queima de serragem. Veja abaixo como fazê-lo:

Como marinar carnes - seleção da carne, temperos utilizados e passo a passo da marinação

A marinação de carnes faz com que elas tenham uma sobrevida maior, o que facilita o seu consumo. Há 5000 anos, este método era utilizado somente para a preservação de alimentos. Hoje, o ato de marinar é utilizado, acima de tudo, para conferir sabor, amaciar, adicionar ou retirar umidade; e preservar as carnes. A marinação, então, confere as seguintes vantagens: padronizar totalmente os temperos com as carnes , obtendo sabor igual, tanto no seu interior quanto em sua parte periférica; tornar as carnes mais macias e suculentas; aumentar a vida de prateleira, conservação, das carnes; e aumentar a tolerância ao assamento em altas temperaturas, sem que as carnes desidratem excessivamente. A grande curiosidade é que por possuírem sabor ácido, as carnes marinadas combinam com pratos como purês, suflês, polenta, saladas, batatas, não podendo faltar, é claro, o arroz branco.

Como maturar carnes - saiba mais sobre o processo de amadurecimento da carne à vacuo

A maturação da carne é um processo em que ela fica submetida, por um certo tempo, a condições controladas de umidade relativa e temperatura. O amadurecimento permite acentuar a maciez, a suculência, o sabor e a desenvolver o aroma característico da carne, sem perda em seu valor nutricional. As melhores carnes para maturação são aquelas consideradas de primeira, geralmente a parte traseira do animal. No entanto, com a maturação as diferenças qualitativas de vários tipos de carne, são minimizadas, ou seja, carnes mais duras adquirem um grau de maciez quase comparável às carnes de primeira. A princípio, toda a carne de bovinos, ovinos, suínos, caprinos e de caça podem ser maturadas. Nunca maturar, no entanto, a carne de pescados, pois se deteriora com facilidade e a carne de coelhos, rãs e outros tipos de carnes tenras, pois já são macias por natureza.

Frango inteiro defumado: como fazer

Tão consumida quanto a carne bovina, a carne de frango é a carne de ave mais utilizada na culinária em todo o mundo e está presente nas mais saborosas receitas. Assim como os peixes, ela possui baixo teor de gordura, característica esta extremamente saudável ao organismo, principalmente quando consumida assada e sem a pele. Quando defumada, então, é ingrediente indispensável à preparações diversas, devido ao fato de ser muito fácil de desfiar, macia e não necessitar de maiores temperos. Além disto, pode ser servida à temperatura ambiente ou ligeiramente aquecida. Deu água na boca? Então aprenda a preparar o seu próprio frango inteiro defumado. Siga as instruções abaixo e receba os elogios depois.

Frango inteiro e rocambole de frango defumados: aprenda fazer

Quer uma fonte de renda extra? Prepare e comercialize, para os familiares e amigos, duas delícias da gastronomia que só podem ser feitas por quem gosta mesmo da cozinha: frango inteiro e rocambole de frango defumados. Além do lucro, trata-se de uma terapia que pode ser feita no conforto de sua própria casa. Vamos lá?

Pontos de cozimento da carne bovina em churrascos

Na prática, os pontos da carne de boi podem ser facilmente identificados após boa experiência em lidar com carnes assadas. Ao cortar uma carne, se você observar que ela possui uma cor rosada e uma boa quantidade de suco vermelho, ela estará mal passada. Caso a coloração interna esteja levemente rosada na parte central e a quantidade de suco seja bem menor e na cor rosada, a carne estará ao ponto. Mas se ela estiver praticamente sem suco e com uma coloração mais escura, uniforme em toda a camada da carne, da superfície até a parte central, ela estará bem passada.

Fatores que inibem o consumo da carne de cordeiro no Brasil

Há fatores que inibem o consumo da carne de cordeiro no Brasil. Para impedir que isso continue a acontecer, é preciso que todos os agentes da cadeia produtiva – desde os criadores de ovinos até os frigoríficos, estejam unidos em prol do desenvolvimento do setor e da desmistificação que envolve o consumo desse tipo de carne. Dentre os fatores que inibem o consumo da carne de cordeiro no Brasil, temos o abate clandestino e o baixo padrão de qualidade da carne

Marinar carnes: você sabe o que é e como fazer?

O que há de mais moderno, em se tratando de condimentação de carnes, no planeta, é a marinação. “O processo é largamente utilizado em muitos países europeus, asiáticos e nos Estados Unidos”, afirma Ricardo Penna, professor do Curso a Distância CPT de Maturação, Marinação, Condimentação e Preparo de Filés, em Livro+DVD e Curso Online.

Receitas Salgadas - Carne Seca com Grão-de-Bico

Deixe de molho a carne seca e o grão de bico por 12 horas. Cozinhar por 1 hora a carne seca e o grão de bico, separados. Refogue no óleo, a cebola, o alho e molho de tomate. Coloque o grão de bico, a carne seca e as batatas, a água, o sal, a pimenta e deixe apurar. Em uma forma, coloque o refogado já pronto com a carne, o grão-de-bico e as batatas. Polvilhe com salsinha e regue com azeite.

Maturação da carne bovina - carne macia, com sabor acentuado

Quando se pensa na palavra maturação, logo vem à mente o termo maturar ou madurar e é justamente isto que é feito com a carne, deixando-a por um certo tempo em condições controladas de umidade relativa e temperatura. Ao realizar este processo, tem-se como resultado uma carne mais macia e com sabor mais acentuado. Além disso, são minimizadas as diferenças qualitativas de vários tipos de carne. A conversão de músculos dos mais diferentes tipos de animais em carne de consumo, com maciez uniforme previamente garantida, é de grande interesse econômico para a indústria.

Fique por dentro das novidades!