Resultados da busca para "cao"

Jovem ou adulto - quando treinar um cão de guarda?

Ao iniciar os trabalhos com adestramento de cães de guarda, as primeiras perguntas que a maioria dos treinadores novatos fazem é: que raça utilizar para treinar um bom cão de guarda? Existem diferenças entre treinar um cão adulto e um cão jovem? É sempre preferível treinar o cão jovem, principalmente, para treinadores que ainda não são experientes. Porém, antes de iniciar esse assunto, é fundamental esclarecer que o cão pode ser treinado em qualquer idade, mas esse trabalho deve ser sempre realizado por quem já possui conhecimento de treinamento de cães. Portanto, aqueles que desejam trabalhar nessa fascinante área devem começar pelo estudo do adestramento básico de cães. Depois que já obtiverem certa experiência, estarão aptos aos trabalhos com os cães de guarda.

3 dicas para escovar os dentes do seu cão corretamente

O estilo de vida e a alimentação dos cães provocam muito tártaro e, por isso, a escovação de seus dentes é fundamental para evitar esse problema. O tártaro é altamente prejudicial à saúde do cão, pois com o desenvolvimento das placas bacterianas, muitas bactérias passam a atuar não só nos dentes, mas também nas paredes da gengiva, podendo causar uma série de doenças orais, como gengivite e periodontite, e infecções, principalmente no coração, no fígado e nos rins. Prova-se aqui, então, a real necessidade de fazer uma correta escovação nos dentes dos cães, a fim de evitar estes e quaisquer outros problemas que possam interferir na boa saúde destes animais.

Meu cão sofreu um acidente. E agora, o que fazer?

Após qualquer acidente, você deve fazer uma avaliação geral do cão para verificar se é um quadro de emergência. Caso ocorra essa situação, é necessário realizar uma breve avaliação do estado geral do animal. Segundo Alessandra Sayegh Arreguy Silva, professora do Curso a Distância CPT Primeiros Socorros para Cães e Gatos - Parada Respiratória e Cardíaca, Desmaios, Estado de Choque e Convulsões, em Livro+DVD e Curso Online, "O socorrista, seja ele o próprio dono do cão ou algum cuidador, deve fazer algumas avaliações do estado geral do animal, focando no problema mais evidente, por exemplo, no caso de um corte profundo, com excesso de perda sanguínea – a hemorragia deve ser estancada antes de se pensar em qualquer exame".

Cão engasgado: o que fazer?

O engasgamento em cães é ocasionado pela introdução de corpos sólidos que podem se localizar na traqueia, impedindo total ou parcialmente a passagem de ar. O correto é o alimento seguir direto para o estômago e a epiglote se manter fechada, enquanto o cão engole algo, para justamente evitar que o alimento entre nas vias aéreas. Depois, a epiglote se abre para permitir a respiração. No caso do engasgo, há uma falha no processo de deglutição, a epiglote não fecha a passagem para os pulmões e o alimento acaba seguindo para a laringe e traqueia, bloqueando a passagem de ar.

Meu cão está intoxicado. O que fazer?

Intoxicações e envenenamentos podem acontecer a qualquer momento, independentemente dos cuidados na manipulação de qualquer veneno ou substância tóxica. Tintas, removedores, produtos derivados de petróleo e até mesmo alguns xampus terapêuticos usados em pet shops podem ser agressivos a alguns cães, causando intoxicações possivelmente letais. Além disso, iscas de venenos para ratos e insetos podem atrair também bichos de estimação como cães e gatos, pois, em geral, esses venenos são palatáveis.

Fila Brasileiro: conheça as características desse cão

O fila brasileiro foi a primeira raça reconhecida pela Federação Internacional de Cino filia (FIC). Ele surgiu a partir do cruzamento de cães trazidos pelos holandeses, por volta de 1600, com animais já existentes no Brasil. Naquela época, era utilizado pelos colonizadores na conquista do território, protegendo as comitivas dos Bandeirantes de ataques de índios e animais como onças e suçuaranas, e mais tarde, para a contenção e recaptura de escravos fugitivos. Posteriormente, sofreu modificações para ser usado para guarda, caça e pastoreio.

Meu cão foi mordido por um outro e está ferido. O que fazer?

Entre as feridas perfurantes, destacamos também as causadas por mordeduras, que podem acarretar poucos danos superficiais, mas problemas graves sob a pele. “O cão que leva uma mordida pode apresentar choque, ficar alterado e nervoso, pois acabou de passar por uma situação de estresse. Por isso, antes de socorrê-lo, é importante que você amordace-o, para evitar que ele lhe morda”, afirma Alessandra Sayegh Arreguy Silva, professora do Curso a Distância CPT Primeiros Socorros para Cães e Gatos - Principais Acidentes, em livro+DVD e Curso Online.

Cuidando melhor do seu cão

Todo mundo já sabe quem é o melhor amigo do homem: o cachorro! Para quem ama ter um cãozinho em casa, não há nada mais prazeroso que ser recebido com um rabinho abanando, pulos de alegria e gritos de felicidade. Além de oferecer todos esses pequenos prazeres eles oferecem, ainda, um amor incondicional.

Como ensinar o cão o comando de sentar?

Quer ensinar o seu cão o comando de sentar? Isso é fácil. No início, para ensinar o comando senta para o cão, chame a atenção dele com o petisco na mão. Chegue sua mão próximo ao focinho dele e vá levantando a mão lentamente. Sua mão deve seguir um movimento de arco para trás. Como ele é quadrúpede, não consegue levantar o pescoço, como nós humanos, logo, agachará as duas patas traseiras no chão.

Atendimento Online
Quer Facilidade