WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Resultados da busca para "bichos-na-berinjela"

Criação do bicho-da-seda - acasalamento, eclosão, alimentação, ecdise e limpeza da cama

A criação do bicho-da-seda inicia-se com a chegada da primavera, quando as brotações da amoreira já estão completas. Esta etapa vai até o mês de abril nas regiões mais frias e maio ou junho em regiões mais quentes. Todo programa de criação é limitado pela área de cultivo da Amoreira, pela mão de obra e pelos recursos financeiros. A elaboração de um programa, então, começa com a determinação de quantidade do bicho-da-seda a se criar, lembrando-se de que a presença de um técnico é muito importante.

Bicho-da-seda - desenvolvimento larval, limpeza da cama e manutenção dos casulos

Muitas vezes ocorre desuniformidade no desenvolvimento das lagartas na criação, podendo dificultar o manejo. As causas são as mais diversas, mas é preciso prestar atenção principalmente no último trato de cada idade (o último abastecimento antes do sono deve ser fraco), e o primeiro trato quando as lagartas acordam do sono deve ser feito somente quando a maioria das lagartas estiverem acordadas. Ao polvilhar as folhas com cal hidratada, estas ficam secas e assim as lagartas, ao acordarem do sono, não se alimentarão, aguardando o primeiro trato. Dessa maneira, o criador tenta igualar o desenvolvimento das lagartas. Se o criador não conseguir igualar as lagartas, deve separá-las em locais diferentes da esteira. Isso pode ser feito durante o sono, após o polvilhamento com cal; restando ainda lagartas acordadas, faz-se outro fornecimento de ramos e quando as lagartas subirem nos ramos, elas serão transportadas para outra parte da esteira.

Bicho-da-seda - alimentação, controle da temperatura e umidade e aplicação de cal hidratada

A colheita das folhas de amoreira deve ser feita de acordo com a idade da lagarta. Deve-se tomar o cuidado, no entanto, de não oferecer folhas amareladas ou sujas. Vale lembrar que a qualidade e a quantidade dos casulos produzidos estão diretamente relacionados com a qualidade das folhas fornecidas.

Quero criar bicho-da-seda, como faço para começar?

Para criar bicho-da-seda, uma das principais condições é cultivar amoreiras, sua principal fonte de alimentação. Além disso, uma boa assistência técnica, mão de obra capacitada e capital disponível são fatores determinantes para a escala de produção da Bombyx mori L.. Como exemplo, 5 hectares de amoreiras, repletos de lagartas, produzem 500 gramas de ovos.

Bicho-mineiro das folhas do cafeeiro - reconhecimento e controle

O bicho-mineiro das folhas do cafeeiro, Leucoptera coffeellum, foi disseminado, no Brasil, a partir de 1851, por meio de mudas de café, provenientes das Antilhas e da Ilha de Bourbon. É uma praga restrita à região Neotropical (América do Sul e Central e à maior parte das ilhas do Caribe). Atualmente, é considerado a principal praga do cafeeiro, por ser sua ocorrência generalizada nos cafezais e também pelos prejuízos quantitativos e econômicos causados por esse inseto na produção de café. O bicho-mineiro recebeu este nome vulgar pelo fato de a lagarta minar as folhas do cafeeiro. É uma praga monófaga, ou seja, só ataca o cafeeiro.

Receita para dieta: berinjela à parmegiana com salada de arroz

O verão está chegando! É hora de rever suas medidas e dar aquela segurada na alimentação se quiser arrasar na praia e nas festas de fim de ano. Então, se você, assim como eu, não quer fazer feio frente aos amigos e ter de se esconder na canga, comece hoje mesmo a se policiar, contar calorias e tratar de ficar linda e saudável para as férias. A dica da vez é inserir no seu cardápio a deliciosa berinjela à parmegiana. É fácil de fazer, é rápido, rende seis porções e, o melhor, tem apenas 72 calorias. Para acompanhar e fechar com chave de ouro, salada de arroz.

Horta - como plantar Berinjela (Solanum melongena)

A Berinjela pertencente à família das solanáceas. Nasce de plantas arbustivas, com caule semilenhoso e folhas grandes. Chega a atingir mais de um metro de altura e possui flores roxas. Os frutos, ovais, alongados e de toque macio (50% do volume da berinjela é ar) possuem proteína, cálcio, ferro e fósforo, além de serem boa fonte de sais minerais e vitaminas, com valor nutricional comparado ao do tomate.

Patê de berinjela e azeitona: aprenda fazer

Biscoito salgadinho é gostoso? É sim, Senhor! Casquinha de pizza é gostosa? É sim, Senhor! Torradinha amanteigada com orégano é gostosa? É sim, Senhor! E o que mais é gostoso? Patê de berinjela com azeitonas pretas para acompanhar isso tudo, Senhor! Hummmm…. Deu água na boca? Então, siga o passo a passo abaixo e chame seus melhores amigos pra saborearem essa delícia de patê. Vamos lá?

Berinjela à parmegiana: faça você mesmo

Caprichar no visual e possuir sabor de levar os deuses ao delírio é meta de qualquer pessoa que deseja ser aplaudido por suas preparações gastronômicas. Tudo isso, associado ao toque final da decoração dos pratos, faz com que as comidas, por mais simples que sejam, fiquem realmente especiais e, portanto, adequados para serem servidos em qualquer ambiente. Qual é a boa para encantar os convidados no fim de semana? Berinjela à parmegiana. Bora fazer?

Cestinha de Alho Poró, Salada de Berinjela e Salada de Penne: aprenda fazer

De repente, você resolve convidar alguns amigos para um bate papo em sua casa no final de semana. Deixa o ambiente aconchegante, com muito capricho seleciona as músicas que irão ouvir, escolhe as bebidas de acordo com a ocasião, prepara lindamente a mesa e, então, bate a dúvida: o que servir de entrada, enquanto batemos aquele bate-papo? Bom, por ser um encontro informal nada melhor que deixá-los bem a vontade, concorda? A dica é preparar três deliciosas saladas, simples de fazer e que combinam com qualquer cardápio. Veja:

Fique por dentro das novidades!