Resultados da busca para "aplicacao-de-soro-na-veia-bovina-bezerro"

Cuidados com o bezerro recém-nascido

Assim que o bezerro nasce, a mãe o lambe, retirando as membranas fetais e mucos. Simultaneamente, o seu corpo é massageado, o que é muito importante para o recém-nascido. Portanto, a intervenção do tratador só deverá acontecer após essa massagem. Se a vaca não der atenção ao bezerro, deve-se recolhê-lo para um local protegido e proceder às massagens contínuas em seu corpo. Por fim, o tratador deve remover as membranas fetais e o excesso de muco do nariz e boca do bezerro.

Inseminação artificial em bovinos - manejo, sanidade, nutrição e treinamento do inseminador

São muitos os fatores que determinam o sucesso de um programa de inseminação artificial em bovinos, além da aplicação da técnica em si. Os bovinos precisam estar saudáveis, bem manejados e devidamente controlados. Além disso, é fundamental o preparo ou a adaptação de instalações necessárias e o treinamento dos inseminadores. Para obter sucesso na inseminação de bovinos, deve ser dada a devida atenção a todos estes aspectos.

Transferência de embriões em bovinos

A transferência de embriões em bovinos visa à multiplicação do número de bovinos nascidos de uma vaca, geneticamente superior, fecundada por um boi também superior, em um menor período de tempo. Em outras palavras, uma vaca de elevado mérito genético que, normalmente, deixaria uma cria por ano por meio de inseminação ou monta, com a TE pode produzir até 20 descendentes por ano. Isso aumenta consideravelmente a produção gerando lucro ao pecuarista.

A técnica da fertilização in vitro (FIV) e o cultivo de embriões bovinos

A fertilização in vitro, ou FIV, é uma biotécnica utilizada como alternativa para acelerar a produção de bovinos geneticamente superiores. Junto à inseminação artificial e à transferência de embriões, a fecundação in vitro é uma técnica responsável pela rápida progressão genética, principalmente em animais de produção. A FIV permite que uma reprodutora produza centenas de bezerros em um mesmo ano. Esta técnica permite evitar o descarte precoce de fêmeas geneticamente privilegiadas, portadoras de alterações adquiridas que impeçam que a reprodução ocorra de forma natural.

Como escolher os bezerros que se tornarão vitelos

Os vitelos são obtidos de bezerros abatidos até as 20 semanas de idade, preferencialmente, de origem leiteira, a maioria deles holandeses, alimentados exclusivamente com leite e/ou sucedâneos do leite. Há diferentes tipos de vitelos, como o Bob Veal, o Vealer e o Special Fed Veal, todos classificados de acordo com a idade de abate.

Como alimentar os bezerros para a produção de vitelos

Colostro é a secreção da glândula mamária no início da lactação, podendo durar de três a seis dias. Também conhecido como leite sujo, o colostro não tem valor comercial, mas é ele que garantirá a sobrevivência dos bezerros, logo após o nascimento, fornecendo a ele os anticorpos para que crie resistência a doenças. Em virtude do tipo de placenta da vaca, que impede a transferência de anticorpos para o feto, os bezerros nascem praticamente desprovidos de defesas contra os agentes de doenças que os desafiarão no período neonatal. Assim, os anticorpos maternos, denominados imunoglobulinas, são transferidos aos recém-nascidos quando da ingestão do colostro.

Timpanismo em bovinos de corte

O criador de gado de corte deve estar atento a enfermidades que podem surgir nos bovinos, como o timpanismo. Esse fenômeno ocorre quando parte da flora bacteriana morre por excesso de algum determinado alimento, que, por consequência, promove a formação de gases provindos da fermentação deste. Além disso, a falta de fibra e de aditivos na dieta do bovino, que estabilizam a ruminação, podem ocasionar ou agravar ainda mais os quadros de timpanismo.

Como cuidar da vaca e do bezerro ao parto

Todo pecuarista leiteiro bem-sucedido prima pelo conforto e bem-estar do seu rebanho. Afinal, este é um fator determinante para a boa performance e a alta produtividade do gado. Não apenas os machos reprodutores devem ser adequadamente manejados, como também a vaca em gestação e o bezerro.

3 alimentos são fundamentais para a engorda de bois em pasto. Descubra!

Oferecer forragem de qualidade, tenra e nutritiva é o primeiro passo para um bom manejo. Esse será o objetivo básico do manejo das pastagens. “É necessário considerar, entretanto, que mesmo forrageiras de altíssima qualidade proporcionam ganho de peso moderado, em razão de ser um fator limitante a capacidade do animal de ingerir e digerir forragens

Saiba mais sobre terminação de bovinos em pasto

Produtividade e rentabilidade são os fatores que ditam o sucesso na terminação de bovinos em pasto. Entretanto, é fundamental adotar alguns cuidados, como manejo sanitário do rebanho e escolha da pastagem ideal. Da mesma forma, é indispensável avaliar a viabilidade econômica andes de implantar esse sistema na fazenda pecuária.

Atendimento Online
Quer Facilidade