WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

"algas-marinhas"

Gemas brasileiras: Esmeralda, Água-marinha, Topázio, Turmalina, Quartzo fumê e Ametista

Em todas as joalherias, as pedras em uma vitrine chamam a atenção. Uma pedra bem lapidada agrega valor a uma joia. Daí a importância do profissional lapidador. Quanto mais capacitado e hábil ele for, mais bela será a pedra lapidada por ele. E, no Brasil, há muitas opções de gemas a serem trabalhadas com destreza pelos lapidadores, como a Esmeralda, a Água-marinha, o Topázio, a Turmalina, o Quartzo fumê e a Ametista, diferindo umas das outras quanto à cor, transparência e dureza.

Camarão marinho tem mercado e preços atrativos para os produtores

A produção de camarões marinhos, em ambiente de cultivo no Brasil, tem se expandido rapidamente nos últimos 20 anos. Essa evolução tem se dados a passos muito largos, em um processo dinâmico e rápido, devido ao clima favorável, somado ao domínio de novas tecnologias de produção, que colocam o país como o principal produtor de camarões das Américas. Em poucos anos, a atividade se popularizou, deixando de ser um negócio apenas para grandes investidores e se tornando atrativa também para pequenos produtores.

Nutrição de peixes - características dos alimentos

O alimento fornecido aos peixes pode ser natural ou artificial. Os alimentos naturais são aqueles produzidos no viveiro e que são consumidos pelos peixes, como fitoplâncton - algas, zooplâncton - microrganismos animais e matéria orgânica morta. Já os alimentos artificiais são as rações balanceadas para peixes ou similares, extrusadas, peletizadas ou em pó e todos os subprodutos agropecuários locais que o piscicultor possa oferecer aos peixes, a exemplo de raízes, grãos e farelos, verduras, legumes e frutas.

Camarão do mar e camarão de água doce, qual o mais fácil criar?

A criação de camarões de água doce é relativamente mais simples que a de camarões marinhos, podendo ser realizada em propriedades de pequeno, médio ou grande porte, localizadas próximo ao litoral ou no interior. Atualmente, o Brasil é o 6o produtor mundial, atrás do Vietnã, Taiwan, Tailândia, Índia e Equador.

Camarão, riqueza das águas

Os cultivos de camarões marinhos tiveram início no Brasil entre os anos de 1972 e 1974. Porém, somente 20 anos depois, com a popularização dos cultivos de uma espécie exótica, o camarão-branco do Pacífico, Litopenaeus vannamei, é que a atividade começou a deslanchar no país.

Tecnologia na criação de camarão de água doce gera índices de produtividade elevados

A aquicultura produz alimentos de considerável valor econômico, o que a torna uma atividade interessante para o produtor, além do elevado valor proteico, beneficiando o consumidor. Nesse contexto, uma das categorias cuja exploração vem despertando grande interesse, é a do camarão, assim como afirma o professor Wagner Cotroni do Curso CPT de Cultivo de Camarão de Água Doce. 

Cozinha Japonesa - alimentação nutritiva, saudável e rica em minerais

Do ponto de vista nutritivo, a alimentação japonesa tem muitos aspectos recomendáveis. Inclui poucos laticínios; as proteínas derivam de fontes vegetais, em particular do tofu, conhecido como queijo de soja, e dos muitos derivados. As algas, na forma de kombu, são usadas como agente aromatizante, wakame, a alga de folhas frisadas que aparece em saladas e com legumes, e o mori, o invólucro comestível de algas, proporcionam à alimentação uma rica fonte de minerais.

Shimeji na manteiga - aprenda a fazer

A culinária japonesa, apesar de muito simples, atende de maneira satisfatória às expectativas daquelas pessoas que buscam uma combinação de alimentos saudáveis e de sabores agradáveis com momentos de prazer e descontração. Suas preparações não contemplam o convencional, ao contrário, tudo é bastante original, procurando expressar leveza, alegria, simplicidade e harmonia acima de tudo. Baseia-se principalmente em ingredientes como peixes e algas, que contêm pouca gordura e baixo colesterol; arroz; legumes e soja, que é largamente utilizada também em forma de molho (shoyu), pasta fermentada (missô) e queijo de soja (tofu). Apenas o melhor e o mais fresco é o relevante para a cozinha japonesa, pois o mais importante é o sabor puro e natural dos alimentos.

Quanto mais amônia na água, pior para os peixes!

A amônia é provavelmente o parâmetro mais importante para ser monitorado em uma piscicultura. Ela se acumula no sistema como um subproduto do metabolismo do peixe. “O controle da amônia em situação de maior densidade e em sistemas de recirculação é feito porque ela é parcialmente removida pela população de algas na presença de claridade ou controlada por meio de biofiltros”

7 diferentes tipos de sal não refinados

A pitada correta de sal ressalta o sabor dos alimentos e deixa os pratos ainda mais incríveis. Os tipos de sal não refinados mais comuns são o sal marinho e o sal grosso, mas há também o sal rosa do Himalaia, o sal negro do Himalaia, o sal de parrilla, o sal maldon e a flor de sal. Todos sem elementos químicos, bem mais saudáveis.

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!