Resultados da busca para "adubo-para-enraizar-grama-betmuda"

Gramas e gramados - você conhece as espécies mais comercializadas no Brasil?

Item presente nas mais diversas paisagens espalhadas por todo o mundo, as gramíneas fazem parte da decoração dos mais belos lugares. Para muitos, o gramado é agradável composição para uma decoração, seja ela doméstica ou não, se veiculando às flores, às árvores e aos arbustos, compondo, enfim, uma espécie de pano de fundo que integra o conjunto. De fato, as cores das flores parecem mais vivas quando circundadas pelo verde de um gramado, que também tem a propriedade de ?clarear? e abrandar os espaços entre as árvores e arbustos de um jardim. Outros imaginam o gramado como uma sala de visitas ao ar livre, um lugar para as brincadeiras das crianças, piqueniques da família, banhos de sol, leitura e até como um tapete macio, para gostosos cochilos à sombra de uma árvore, além do seu uso para a prática dos mais variados tipos de esportes. O que poucos sabem, no entanto, é que as gramas, muitas das espécies utilizadas atualmente nos gramados, se desenvolveram em pradarias e pastagens, onde até muito pouco tempo eram pisoteadas e serviam de alimento para as ovelhas e o gado.

Como cultivar grama e implantar gramados

Existem várias maneiras diferentes de se implantar um gramado. Os três métodos que têm se mostrado mais práticos e que apresentam melhores resultados são: através de sementes, a partir de placas ou tapetes, e por intermédio de "plugs". Porém, para cultivar grama de forma eficiente, para que haja um bom desenvolvimento dos gramados, é necessário que haja circulação de ar nos solos, água suficiente, mas não exagerada, e suplementação de nutrientes. Sendo assim, o solo ideal para os gramados é o areno-argiloso, convenientemente suprido de nutrientes. Então, vale a pena, antes de qualquer iniciativa, fazer uma análise cuidadosa do solo. O esforço despendido no bom preparo do solo, será compensado por um gramado que permanecerá bonito e saudável por anos a fio. E isto vale para qualquer tipo, seja ele plantado a partir de sementes, mudas, placas ou tapetes de grama. Para a realização da análise do solo, por sua vez, deve-se retirar amostras do terreno onde o gramado será implantado, pelo menos três a seis meses antes do plantio. A amostra do solo é levada até um laboratório de análise química, que indicará a necessidade de calagem e os teores de nutrientes do terreno. Caso seja necessário, faz-se a correção do solo de acordo com as indicações da análise. Observe a planilha abaixo:

Em que altura devo cortar a grama?

Muitas pessoas não sabem que um gramado aparado, à altura certa e no momento adequado, torna-se muito mais resistente a ervas daninhas, doenças e pragas. A frequência com que o gramado necessita ser aparado depende de alguns fatores: tipo de grama, época do ano, regime de regas e adubação. A razão é que cada tipo de grama tem uma característica própria de crescimento, com intensidades diferentes, em cada época do ano. A prática comprova que, quanto mais se fertiliza e rega um gramado, mais frequentemente ele precisará ser aparado.

Recomendação de adubação

A adubação tem como objetivo principal manter ou aumentar a quantidade de nutrientes do solo, de tal forma que as deficiências do solo, em virtude da natureza do material de origem, do clima e do manejo, sejam resolvidas. “Quanto à recomendação de adubação, normalmente a tarefa consiste em estabelecer em que classe de teor está o resultado da análise, o que conduz as quantidades de P2O5 e K2O a serem aplicadas”, afirma Eurípedes Malavolta, professor responsável pelo Curso a Distância CPT Análise de Solo e Recomendação de Calagem e Adubação, em Livro+DVD e Curso Online. As quantidades de fertilidade recomendadas são específicas para cada cultura e divididas em adubação de plantio e cobertura.

Manutenção de gramados esportivos: campo de futebol e campo de golfe

Com o Brasil sediando a Copa do Mundo, e com inúmeros estádios sendo construídos para receberem os jogadores de todo o mundo, saber manejar adequadamente os gramados onde ocorrerão as partidas de futebol é fator decisivo para os resultados dos jogos. Quando um jogador se prepara para bater um escanteio, ou um pênalti, por exemplo, muito está em jogo. Por isso, o nivelamento do gramado deverá estar perfeito, sem imperfeições e reentrâncias. Enfim, o caimento superficial do gramado deve estar dentro dos padrões de qualidade, para que a bola de futebol deslize suavemente rumo ao gol.

Gramas e gramados - como fazer o controle de plantas daninhas

As plantas daninhas, como o Capim-pé-de-galinha, o Capim marmelada e o Capim braquiária, quando crescem, interferem no desenvolvimento da grama, causando prejuízos na produção, competindo com a cultura por água, luz e nutrientes, exercendo, em certas vezes, inibição química. Alguns estudos mostram que 20 a 30% da produção nacional de grama se perde por causa do ataque de plantas daninhas, além de elas serem hospedeiras de pragas e doenças. As práticas mais difundidas para o controle das plantas daninhas são: o arranquio, a capina, a roçada e, por fim, o controle químico.

Adubação orgânica e química do solo

A adubação orgânica e química do solo tem como objetivo principal manter ou aumentar a quantidade de nutrientes do solo, de tal forma que suas deficiências, em virtude da natureza do material de origem, do clima e do manejo, sejam sanadas. Quanto à recomendação de adubação, normalmente, a tarefa consiste em estabelecer em que classe de teor está o resultado da análise, o que conduz as quantidades de P2O5 e K2O a serem aplicadas. As quantidades de fertilidade recomendadas são específicas para cada cultura e divididas em adubação de plantio e de cobertura.

Adubador manual de cobertura: construa o seu!

O adubador manual de cobertura é um equipamento muito simples, de fácil construção, e permite que a adubação de cobertura seja realizada de forma mais eficiente e agradável para o operador. “Em média, uma pessoa, trabalhando 8 h/dia, poderá adubar entre 0,5 e um hectare. Além disso, trata-se de uma máquina que não provoca nenhum dano à cultura”, afirma Dr. Afonso Peche Filho, professor do Curso a Distância CPT Mecanização em Pequenas Propriedades, em Livro+DVD e Curso Online.

Adubo orgânico líquido (Tenkei-jiru)

Geralmente, as plantas se desenvolvem em harmonia com a natureza, apresentando nas superfícies das folhas e nas rizosferas microrganismos benéficos a elas. Entretanto, em condições adversas, os microrganismos se enfraquecem e sua população se reduz, prejudicando o seu desenvolvimento normal. Para sanar esse mal, os adubos líquidos caseiros, aplicados nas folhas ou no solo, fortalecem os microrganismos debilitados, fornecendo a eles hormônios, sais minerais, vitaminas e outros ingredientes nutritivos. Como resultado, a planta volta a se desenvolver novamente.

Formas de utilização prática dos adubos verdes

Na adubação verde, incorpora-se ao solo massa vegetal não decomposta, de plantas cultivadas no local ou importadas, visando preservar e/ou restaurar a produtividade das terras agricultáveis. Por muito tempo, a adubação verde caracterizou-se pelo uso de leguminosas, visando-se à melhoria da produtividade das culturas, pela adição do nitrogênio, ciclagem mais eficiente de nutrientes e melhoria física e biológica do solo.

Atendimento Online
Quer Facilidade