Resultados da busca para "adubo-caseiro-para-coqueiro"

Recomendação de adubação

A adubação tem como objetivo principal manter ou aumentar a quantidade de nutrientes do solo, de tal forma que as deficiências do solo, em virtude da natureza do material de origem, do clima e do manejo, sejam resolvidas. “Quanto à recomendação de adubação, normalmente a tarefa consiste em estabelecer em que classe de teor está o resultado da análise, o que conduz as quantidades de P2O5 e K2O a serem aplicadas”, afirma Eurípedes Malavolta, professor responsável pelo Curso a Distância CPT Análise de Solo e Recomendação de Calagem e Adubação, em Livro+DVD e Curso Online. As quantidades de fertilidade recomendadas são específicas para cada cultura e divididas em adubação de plantio e cobertura.

Adubo orgânico líquido (Tenkei-jiru)

Geralmente, as plantas se desenvolvem em harmonia com a natureza, apresentando nas superfícies das folhas e nas rizosferas microrganismos benéficos a elas. Entretanto, em condições adversas, os microrganismos se enfraquecem e sua população se reduz, prejudicando o seu desenvolvimento normal. Para sanar esse mal, os adubos líquidos caseiros, aplicados nas folhas ou no solo, fortalecem os microrganismos debilitados, fornecendo a eles hormônios, sais minerais, vitaminas e outros ingredientes nutritivos. Como resultado, a planta volta a se desenvolver novamente.

Adubação orgânica e química do solo

A adubação orgânica e química do solo tem como objetivo principal manter ou aumentar a quantidade de nutrientes do solo, de tal forma que suas deficiências, em virtude da natureza do material de origem, do clima e do manejo, sejam sanadas. Quanto à recomendação de adubação, normalmente, a tarefa consiste em estabelecer em que classe de teor está o resultado da análise, o que conduz as quantidades de P2O5 e K2O a serem aplicadas. As quantidades de fertilidade recomendadas são específicas para cada cultura e divididas em adubação de plantio e de cobertura.

Adubador manual de cobertura: construa o seu!

O adubador manual de cobertura é um equipamento muito simples, de fácil construção, e permite que a adubação de cobertura seja realizada de forma mais eficiente e agradável para o operador. “Em média, uma pessoa, trabalhando 8 h/dia, poderá adubar entre 0,5 e um hectare. Além disso, trata-se de uma máquina que não provoca nenhum dano à cultura”, afirma Dr. Afonso Peche Filho, professor do Curso a Distância CPT Mecanização em Pequenas Propriedades, em Livro+DVD e Curso Online.

Formas de utilização prática dos adubos verdes

Na adubação verde, incorpora-se ao solo massa vegetal não decomposta, de plantas cultivadas no local ou importadas, visando preservar e/ou restaurar a produtividade das terras agricultáveis. Por muito tempo, a adubação verde caracterizou-se pelo uso de leguminosas, visando-se à melhoria da produtividade das culturas, pela adição do nitrogênio, ciclagem mais eficiente de nutrientes e melhoria física e biológica do solo.

Produção de acerola - tipos de irrigação e de adubação

Para que um pomar de acerola tenha boa produtividade, o produtor deverá seguir a algumas orientações funcionais, principalmente no que diz respeito à irrigação e a adubação. Estes dois fatores garantem o sucesso da investida e geram bons lucros ao produtor rural. Portanto, é necessário que ele nunca se descuide da sua produção, mantendo em ordem o manejo das plantas.

A indústria caseira de figo cristalizado evita o desperdício da fruta e gera renda ao produtor rural

A indústria caseira de alimentos cristalizados, entre eles o figo, constitui um excelente empreendimento como forma de apoio ao desenvolvimento da agricultura familiar. A atividade possibilita, além acabar com o desperdício de frutas, gerar uma fonte de renda extra às famílias, agregar valor ao produto, resgatar tradições e, ainda, valorizar os produtos regionais. Para aqueles que querem fazer um melhor aproveitamento da produção e ainda ganhar um dinheiro extra ao final do mês, uma boa dica é a fabricação caseira do figo cristalizado. Veja o passo a passo abaixo e mãos à obra!

Como prevenir e combater algumas pragas do coqueiro

Introduzido no Brasil pelos portugueses, em 1553, hoje, o coqueiro está distribuído na maioria dos estados brasileiros, sendo ele uma das características das paisagens litorâneas. Ele também é muito difundido como planta ornamental nas praças, parques e nos quintais das residências, fazendo parte da ornamentação dos jardins, demarcando entradas de propriedades, embelezando fachadas de prédios e decorando áreas de lazer.

Coqueiro anão - fatores essenciais para o sucesso da cultura

No Brasil, há alguns anos, os cultivos de coqueiro anão deixaram de ser feitos apenas nas regiões litorâneas para expandir-se também para regiões que antes não eram consideradas propícias para a implantação dessa cultura. À medida que a cultura do coqueiro anão foi se expandindo, as técnicas de cultivos, já existentes, foram aprimoradas e outras, mais eficientes, foram desenvolvidas e colocadas à disposição dos produtores, gerando sucesso na produção.

Orquídeas - adubação

A adubação das orquídeas deve ser feita nos meses quentes, quando estão em pleno desenvolvimento vegetativo. O período ideal é de agosto a abril. Como o desenvolvimento de uma orquídea é lento, a quantidade aplicada de adubo deve ser pequena. A maneira de se realizar a adubação das orquídeas dependerá se o adubo é orgânico ou inorgânico. Pode-se adubar as orquídeas, com esterco de galinha bem seco, desinfetado com um bom fungicida e peneirado.

Atendimento Online
Quer Facilidade