WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

A Venda da mula Diana

 

 

Certo dia, Sotinho da Olaria resolveu vender sua mula "Diana" para João Albino:

- Olha aqui, João, "Diana" é a melhor mula da cidade; todo mundo conhece ela e sabe disto. Trabalha, coitada... dia e noite, só em troca de um cuité de milho. Eu quero mil e quinhentos contos nela.

Depois de quatro horas de negociação, João comprou a mula por quinhentos contos.

- Tá bão, João, eu aceito mas ocê tem que me pagar agora, pois eu tô com duas dívidas vencendo hoje, uma com Joaquim Beijo e outra com Tatão de Deco; vou pagar eles agora! Amanhã, ocê pode buscar a mula no pastinho.

Na manhã seguinte, Sotinho estava cedo na casa de João Albino:

- João, João, "Diana" morreu esta noite, e pior, o dinheiro eu já paguei as dívidas e não tenho prá te repor.

João Albino pensou, pensou e disse:

- Sotinho, traz a mula morta prá cá e não conta prá ninguém.

Naquele mesmo dia, muita gente de Porto firme já estava comprando uma rifa, da conhecida mula "Diana", de Sotinho da Olaria. Daí a quinze dias, correu a rifa pela Loteria Federal.  Ganhador:  Seu Amélio lá do "Bom Destino."

- João, vim buscar a "Diana" que ganhei na rifa.

- Olha, aqui, Seu Amélio, tenho uma notícia triste prá te dar: a "Diana" morreu, mas eu não vou te deixar no prejuízo, não! Aqui estão os dois contos de réis que ocê pagou pela rifa.

Assim, Sr. Amélio voltou para casa, achando que levou desvantagem e não contou o caso para ninguém.

A mula "Diana" desapareceu. João Albino vendeu 450 números da rifa, recebeu 900 contos, pagou 2 pro Seu Amélio e 500 da "Diana" e ainda ganhou 398 contos.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!