WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Transferência cirúrgica e não cirúrgica de embriões bovinos

Transferência cirúrgica e não cirúrgica de embriões bovinos

Antes de fazer a transferência não cirúrgica de embriões bovinos, deve-se fazer a contenção do animal em estação.

Transferência cirúrgica

Inicialmente, localiza-se o corpo lúteo a partir da palpação retal. O flanco ipsilateral ao corpo lúteo é lavado com atenção, assim, realiza-se tricotomia e antissepsia no local da incisão. Em seguida, faz-se um bloqueio anestésico com 60 mL de procaína 2%. Após anestesia, o cirurgião faz uma incisão de aproximadamente 15 cm de comprimento, no sentido dorso-ventral, e profunda sobre o flanco.

A musculatura da vaca é divulsionada e o peritônio é incidido, atingindo, então, a cavidade abdominal. O cirurgião introduz a mão e o antebraço em torno de 25 cm cranialmente à incisão para localizar o ovário.

Em seguida, o como uterino é exteriorizado com auxílio de pinças, ou por tração. Com o terço médio do como uterino exposto, faz-se uma perfuração na parede uterina. O auxiliar introduz o aplicador no lúmen uterino e o embrião é expelido. Para finalizar, são feitas duas linhas de sutura, uma pegando o peritônio e  a musculatura e a outra, a pele.

Transferência não cirúrgica

Para se fazer um bom trabalho, deve-se fazer a contenção do animal em estação. Logo é feita anestesia epidural, para amenizar a dor nas receptoras e facilitar o trabalho do operador. É realizada então apalpação retal, localizando assim o corpo lúteo da vaca. Faz-se a higienização da vulva e períneo enxugando-os com papel toalha.

Em seguida, uma palheta é colocada em uma bainha e sobre a bainha coloca-se uma camisa sanitária. Um auxiliar abrirá a vulva da vaca e então o inovulador é introduzido com cuidado, a fim de evitar qualquer ferimento e contaminação. Quando o aplicador penetrar na cérvix, a camisa é rompida e a deposição do embrião será feita de preferência no como ipsilateral ao corpo lúteo, próxima à junção útero-tubária.

Aprimore seus conhecimentos, acessando os Cursos CPT, da área Gado de Corte, elaborados pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, entre eles o Curso Transferência de Embriões e Fertilização in Vitro.

Por Andréa Oliveira.

Acesse os links abaixo e conheça mais sobre a transferência de embriões:

A técnica da fertilização in vitro (FIV) e o cultivo de embriões bovinos

Aplicações da transferência de embriões em bovinos

Classificação dos embriões bovinos quanto à morfologia

Coleta não cirúrgica de embriões

Transferência de embriões em bovinos

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!