WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Por que a cerveja artesanal é tão diferente? Diferenças entre cervejas artesanais e industrializadas

As cervejas artesanais se destacam cada vez mais no mercado. Descubra quais são seus diferenciais em relação às cervejas industrializadas

Cervejas - imagem meramente ilustrativa

As cervejas artesanais se destacam cada vez mais no mercado. Mas para saber escolher os melhores rótulos, é preciso conhecer as principais diferenças entre as bebidas industrializadas e as fabricadas artesanalmente.

Adonay Evans, professor do Curso CPT Como Montar uma Microcervejaria e Produzir Cerveja Artesanal, afirma que os brasileiros estão apreciando, cada vez mais, a qualidade das cervejas artesanais, e este mercado tem crescido vertiginosamente, o que acontece devido aos seus diferenciais, dentre eles a qualidade e o sabor.

Para entender a complexidade da cerveja artesanal, é preciso entender também o que é uma cerveja industrializada:

Cervejas industrializadas

As cervejas industrializadas são produzidas em grande quantidade e possuem como objetivo principal atingir o maior público possível. Dessa forma, seu processo de produção é acelerado e mecânico, o que acaba diminuindo a qualidade da matéria-prima. A maior parte das cervejas industrializadas são de corpo leve, por exemplo.

Cervejas artesanais

A produção das cervejas artesanais, diferentemente da produção industrial, tem foco em levar para as pessoas uma experiência diferenciada, com foco na qualidade e nas características de cada estilo. O processo de produção das cervejas é mais humanizado, havendo cuidado em cada uma das etapas.

Os ingredientes utilizados na produção das cervejas são nobres, criteriosamente selecionados e de alta qualidade, o que garante a qualidade, o sabor e o aroma desejados. Os processos de maturação e de fermentação também são feitos de forma diferenciada, respeitando o tempo necessário de cada um, sem foco na velocidade.  

Agora que você já sabe que existem tipos diferentes de cerveja, entenda quais são as 4 principais diferenças entre as cervejas artesanais e as cervejas industrializadas:

1- Pureza de ingredientes

O principal componente das cervejas industriais é a cevada, que corresponde a aproximadamente 60% da bebida. Os 40% restantes são compostos de cereais maltados e carboidratos, como milho e arroz. Já as cervejas artesanais priorizam uma seleção especial de ingredientes, utilizando, principalmente, a levedura, a água, o lúpulo e o malte. A dosagem diferenciada de cada um dos componentes possibilita a criação de diferentes estilos de rótulos, a depender da combinação criada pelo mestre cervejeiro.

2- Experiência de degustação

Outro fator que influencia diretamente na escolha do rótulo ideal é a experiência de degustação. A bebida fabricada em escala industrial visa alcançar o maior número de pessoas com marcas distribuídas em supermercados, então o consumidor acaba bebendo em maior quantidade sem experimentar combinações de degustação.

Já quando se trata das cervejas artesanais, cada estilo de produção está associado a harmonizações com pratos saborosos, uma vez que o mercado artesanal visa atender a um público de paladar mais exigente.

3- Processo de fabricação

São diversos os métodos de produção de cerveja. Uma bebida industrial pode ficar pronta em um período que varia de um dia até um mês, o que vai depender da marca e das substâncias inseridas na receita. Esse processo de fabricação geralmente consiste nas etapas brasagem, adega, filtragem e envase. Quando se trata de uma composição comum, é possível alcançar um valor atrativo ao consumidor final e uma montagem de produtos em grande escala.

Quando se trata das cervejas artesanais, o diferencial já começa na fabricação. Como um dos principais objetivos é atingir aromas e sabores diferenciados para diferentes tipos de paladares, cada etapa do processo deve ser acompanhada de perto por uma equipe de profissionais profundamente conhecedores.

4- Design do rótulo

Além da qualidade do produto final, sua apresentação também é muito importante. O conceito de uma marca e o relacionamento com o consumidor necessitam de uma identidade visual representativa, para que o cliente aproveite toda a experiência de consumo da bebida artesanal. Assim, o design de um rótulo faz muita diferença.

Enquanto as publicidades das cervejas industriais utilizam de cores fortes e estimulantes em seus rótulos e as garrafas fazem parte de um padrão muito comum e já conhecido pelo público, no design artesanal os produtos buscam oferecer uma experiência diferenciada deste o momento da compra, de forma que as embalagens e os rótulos tentam contar histórias e os segredos das essências.  

 


Conheça os Cursos CPT da Área Como Montar:

Curso Como Montar uma Microcervejaria e Produzir Cerveja Artesanal
Curso Produção de Defumados - Fabricação Artesanal e Escala Industrial
Curso Como Produzir Licor e Xarope

Fonte: Blog Cervejaria Leopoldina – Blog.cervejarialeopoldina.com.br
por Renato Rodrigues

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!