Horta - como plantar Fava (Vicia faba)

Horta - como plantar Fava (Vicia faba)

 

A fava, também conhecida como feijão-fava ou feijão-de-lima (Phaseolus lunatus L.), é utilizada na alimentação humana e animal, para fornecer proteína vegetal e diminuir a dependência quase exclusiva dos feijões comuns (Phaseolus vulgaris L.). Pode ainda ser utilizada como adubo verde ou cultura de cobertura para proteção do solo (VIEIRA, 1992; ALCÂNTARA, 1998; PEGADO et al., 2008).

A planta adulta forma um ou vários caules de tamanho variável que pode atingir em certas condições um metro e oitenta centímetros de altura. As hastes têm forma quadrangular com várias e curtas ramificações, as folhas são grandes, alternadas, compostas por um a três pares e possuem cor verde acinzentada.

As Favas têm flores muito grandes, irregulares, de cor toda branca ou manchadas com pintas pretas e matizadas de castanho ou roxo, algumas variedades apresentam-se com a cor vermelha carmesim. As vagens são alongadas, cilíndricas, por vezes achatadas, inchadas de comprimento indefinido, nas variedades forrageiras é apenas de seis a oito centímetros, por outro lado nas de mesa a dimensão pode atingir vinte ou mais centímetros.

A casca da Fava é espessa, macia, lisa no exterior e felpuda no interior, onde aloja consoante a variedade quatro a nove sementes de tamanho incerto; pequenas e redondas nas variedades forrageiras, grandes e achatadas nas de mesa. Possuem textura tenra e carnuda quando verdes, tornam-se rijas e espalmadas na maturação completa, têm cor amarela palha, esverdeada, roxa ou negra. O olho ou umbigo é largo e coberto por uma rígida sobrancelha, facilmente removível.

As favas devem ser semeadas de Outubro a Novembro em zonas mais temperadas e em Fevereiro e Março nas zonas mais frias. A fava é resistente a geadas e aprecia solo fértil, rico em nutrientes e com boa drenagem. O espaçamento entre plantas deve rondar os 23 cm a uma profundidade aproximada de 5 cm. Na época da floração, as favas apreciam rega regular e sol direto, daí que o espaçamento entre fileiras deverá rondar os 45 cm. Em plena maturação a planta pode atingir 1,80 m de altura.

Em determinadas regiões do Brasil, a fava tem relativa importância econômica e social, por causa da sua rusticidade, tendo sua colheita prolongada e realizada no período seco.

Como plantar Fava

1. O plantio da fava é realizado por meio de semeadura direta, em covas espaçadas de 1 m x 0,50 m entre covas (3 a 4 sementes por cova). Semeia-se diretamente em talhões previamente utilizados para uma cultura exigente, por exemplo: milho, couve, girassol ou cereal. Convém espaçar bem as plantas para facilitar o arejamento necessário para obter uma alta percentagem de flores fertilizadas e vingadas sem problemas de origem fúngica.

2. A profundidade de semeadura de 5 centímetros proporciona bons resultados; é importante realizar um desbaste quinze dias após a emergência, deixando-se duas plantas por cova.

3. As sementeiras realizadas em Outubro ou Novembro convém sachar ao atingirem dez centímetros de altura, para eliminar a concorrência das ervas e ao mesmo tempo amontoá-las para proteção contra as geadas, no caso de serem extremas podem queimar as folhas mas não o caule enterrado, este reage quando do aumento de temperatura e rapidamente se desenvolve.

4. É uma cultura de sequeiro por excelência, salvo se forem semeadas tardiamente e a Primavera decorrer seca, nessa situação convém regá-las ou fazer nova amontoa seguida de um bom empalhamento. O ciclo da fava é anual, prolonga-se durante quatro a cinco meses e meio no caso de se realizar a sementeira na Primavera, seis a sete meses para as de Outono.

5. A germinação ocorre com temperaturas entre os cinco e os sete graus centígrados, a floração necessita de oito a dez graus, sendo quinze graus a mais adequada.

6. Devem ser semeadas à profundidade de cinco a sete centímetros, após escolha dos melhores grãos, eliminando os partidos, muito furados ou disformes, em linha a lanço ou em covachos, distanciando os regos ou covachos quarenta a sessenta centímetros.

7. As favas são frequentemente vulneráveis aos piolhos que atingem as pontas viçosas das plantas sufocando-as e como consequência atrofiando e parando a prolongação da parte vegetativa. Para evitar tal situação recorre-se à desponta; removendo a vegetação acima da penúltima flor. Este procedimento também estimula a formação de fortes vagens, terminando a fluidez da seiva para as pontas, redirigindo-a para as partes inferiores da planta, estimulando a frutificação.

8. A colheita prolonga-se entre quatro a cinco semanas, ao fim das quais a planta começa a secar mudando progressivamente da cor verde para o negro. A recolha das vagens secas deve ser efetuada durante a manhã para não as abrir com o manuseamento. Este procedimento é mais importante se toda a planta for colhida.

Aprimore seus conhecimentos acessando os Cursos CPT, da área Horticultura, entre eles o Curso Horta Caseira - Implantação e Cultivo, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Entre os mais comuns, fáceis de serem cultivados e manejados, listam-se os seguintes vegetais listados nos links de referência abaixo. Clique e confira!

Horta - vegetais cultivados em pequena quantidade para o consumo próprio

Abobrinha (Cucurbita pepo L.)

Acelga (Beta vulgaris cicla)

Agrião (Nasturtium officinale)

Alcachofra (Cynara cardunculus subsp scolymus)

Alface (Lactuca sativa)

Alho Poró (Allium porrum)

Almeirão (Cichorium intybus)

Aspargo (Asparagus setaceus)

Bardana (Arctium lappa)

Batata (Sclanum tuberosum)

Berinjela (Solanum melongena)

Beterraba (Beta vulgaris)

Brócolis (Brassica oleracea)

Cebola (Allium Cepa L.)

Cenoura (Daucus carota)

Chicória (Cichorium endivia)

Couve (Brassica oleracea)

Couve-flor (Brassica oleracea var. botrytis L.)

Ervilha (Pisum sativum)

Espinafre (Spinacia oleracea)

Grão-de-bico (Cicer arietinum L.)

Inhame (Colocasia esculenta)

Mandioquinha (Arracacia xanthorrhiza)

Mostarda (Sinapis alba)

Nabo (Brassica rapa L.)

Ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata Miller)

Pepino (Cucumis sativus)

Pimentão (Capsicum annuum)

Quiabo (Abelmoschus esculentus)

Repolho (Brassica oleracea var. Capitata L.)

Serralha (Sonchus oleraceus)

Taioba (Xanthosoma sagittifolium)

Tomates (Solanum lycopersicum)

Vagem (Phaseolus vulgaris)

Por Silvana Teixeira

Fontes: Hortamiga, nplantas, Portal do Jardim, Globo Rural, Globo Rural, Jardinaria, O Meu Jardim, Site Unimed, Frutas no Brasil, Saberes do Jardim, Vovó que ensinou, Horta em Casa, Como Fazer Tudo, Portal São Francisco

Horta - como plantar Fava (Vicia faba)

 

Cursos Relacionados

Curso Hidroponia - Solução Nutritiva Curso Hidroponia - Solução Nutritiva

Com Prof. Dr. Quirino Carmello

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças - Sistema de Produção Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças - Sistema de Produção

Com Prof. Dr. Jacimar Souza

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Horta Caseira - Implantação e Cultivo Curso Horta Caseira - Implantação e Cultivo

Com Prof. Dr. João Tessarioli Neto

R$ 446,00 à vista ou em até 12x de R$ 37,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa Curso Cultivo Orgânico de Hortaliças em Estufa

Com Prof. Luiz Geraldo de Carvalho Santos

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Como Tornar sua Fazenda Orgânica Curso Como Tornar sua Fazenda Orgânica

Com Prof.ª Clevane Valle e Prof. Joe Valle

R$ 428,00 à vista ou em até 12x de R$ 35,67 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais
Curso Hidroponia  -  O Cultivo sem Solo Curso Hidroponia - O Cultivo sem Solo

Com Prof. Dr. José Damião

R$ 398,00 à vista ou em até 12x de R$ 33,17 sem juros no cartão

Frete Grátis 2 ou mais Cursos
Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Zordy varelo

8 de abr de 2018

Excelente muito obrigado pelas informações

Resposta do Portal Cursos CPT

9 de abr de 2018

Olá Zordy,

Ficamos felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Napoleão Furtado de Medeiros

1 de jul de 2017

Gosto muito de cultivar pomar e hortas mas não tenho conhecimento adequado e faço aleatoriamente por isso os resultados não são tão bons

Resposta do Portal Cursos CPT

3 de jul de 2017

Olá, Napoleão.

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Sempre estamos atualizando o conteúdo do site. Fique ligado nas nossas dicas sobre horticultura e fruticultura. Cadastramos seu e-mail para receber nossos boletins informativos.

Atenciosamente,

Renato Rodrigues.

vilma gomes rodrigues

12 de ago de 2013

gostei muito das explicações sobre a planta e o plantio,quero plantar no meu sítio, mais agora vou esperar outubro. obrigada

Resposta do Portal Cursos CPT

12 de ago de 2013

Olá, Vilma!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Mais Artigos que abordam as diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade