WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Ensino individual - Fatores que influenciam a individualidade do processo de aprendizagem

Seria útil para a aprendizagem se o professor pudesse conhecer melhor o estilo de aprendizagem de seus alunos

Seria útil para a aprendizagem se o professor pudesse conhecer melhor o estilo de aprendizagem de seus alunos

São diversos os aspectos que devem ser levados em conta, quando se justifica o fato de os alunos causarem sua própria aprendizagem e um deles é o conceito de “estilo de aprendizagem”. Existe um grande número de fatores que determinam as diferenças de estilo de aprendizagem, que fazem com que a utilização de uma única metodologia de ensino acabe resultando em aprendizagem deficiente, as quais podemos relacionar ao conceito de estilo de aprendizagem. São cinco estas dimensões de estilo:

1) Percepção sensorial/intuitiva


Quando sensorial, o aluno tende a focar em informação sensorial, ou seja, o que é visto, ouvido ou tocado. Já um aluno intuitivo tende a focar em memórias, ideias e possibilidades. Por exemplo, o sensorial gosta de fatos e dados, enquanto o intuitivo gosta de teorias e modelos. Todo mundo tem um pouco das duas dimensões, mas alguns tendem mais ou menos para uma ou para outra.

2) Percepção visual, auditiva ou sinestésica


Segundo a neurolinguística, cada pessoa tem preferência por um ou mais desses canais de representação. Tanto na hora de expressar ideias, como na hora de captá-las. Alguns são mais visuais, enquanto outros têm dificuldade de pensar de modo visual. Outros são mais verbais, falando sobre suas experiências com facilidade, embora algumas pessoas tenham dificuldade em lidar com as palavras. E existem pessoas que se comunicam e aprendem mais pela ação do que pela visão ou audição. São os chamados sinestésicos.

3) Organização indutiva ou dedutiva


As pessoas mais indutivas tendem a organizar o conhecimento partindo do específico para o geral, ou seja, começam observando os detalhes, os dados, associando-os, para, então, chegar aos princípios gerais da informação. Com as pessoas mais dedutivas ocorre o contrário. Elas partem do geral para o específico, começando com os princípios gerais da informação, até deduzirem as consequências e os fenômenos.

4) Processamento ativo ou reflexivo

Os aprendizes ativos tendem a processar melhor as informações quando estão fazendo alguma coisa de forma ativa, de forma prática, especialmente realizando algo. Já os aprendizes reflexivos tendem a processar o conhecimento de forma mais introspectiva.

5) Compreensão global ou sequencial


As pessoas classificadas como aprendizes sequenciais aprendem um passo de cada vez, caminhando pouco a pouco, associando porções de informações que lhe chegam. Já os aprendizes globais, ao contrário, aprendem mais com grandes aglomerados de informações conectados.

Saiba mais sobre a Metodologia de ensino individual, acessando os seguintes tópicos:

Ensino individual - Processo de Aprendizagem


Ensino individual - O ensino centrado no aluno

Ensino individual - Autonomia em sala de aula

Ensino individual - Características das atividades de ensino individualizado

Saiba mais informações, acessando o Curso Metodologia de Ensino Individual

Por: Paula Tibúrcio

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!