WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Conheça nossos Cursos Profissionalizantes (combos) com 40% de DESCONTO

Educando para o trânsito

Investir na formação de cidadãos conscientes e ativos em suas responsabilidades contribui para a redução dos acidentes

A educação oferecida pela escola, para que seja completa, precisa fazer sentido também fora da sala de aula. Por isso, assuntos da vida em sociedade, como o trânsito, são pertinentes e cada vez mais necessários na rotina de estudos proposta aos alunos. É importante formar cidadãos conscientes e ativos em suas responsabilidades, que contribuirão para disseminar a educação no trânsito.

As atividades lúdicas levam as crianças a refletirem sobre sua participação no trânsito

“O número de crianças e jovens mortos no trânsito é surpreendente e assustador”, afirma a mestra em educação para o trânsito, Cidinha Pires, professora do curso Trânsito na Educação Infantil e Fundamental I, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas. Esse fato é alarmante e as estatísticas mostram, de acordo com a especialista, que ainda temos no Brasil um número de mortes e acidentes de trânsito muito elevados.

Todos somos peças importantes na resolução desse problema. Os educadores, por sua vez, têm um papel primordial. Eles participam do processo de ensino de práticas seguras, ou seja, de comportamentos adequados no trânsito, tanto para os pedestres quanto para condutores de qualquer veículo.

Inserir esse assunto entre os alunos da educação infantil e fundamental trata-se de uma grande oportunidade de contribuir para as mudanças. Ao adquirir os conhecimentos, eles também são levados a refletir sobre a própria participação, tanto como pedestres quanto como futuros condutores. Assim, ao conscientizar a população presente, há também a expectativa de que os futuros governantes sejam mais atentos a essa questão.

Sendo assim, o curso CPT traz orientações indispensáveis àqueles educadores que desejam trabalhar esse tema de forma construtiva e criativa com os seus alunos. Confira alguns dos tópicos abordados pelo curso.

Por que ensinar trânsito?


Existem várias razões por que se deve ensinar trânsito nas escolas, dentre elas, a mais importante é resolver o problema dos acidentes, das vítimas e das mortes. Consequentemente e, para então colocar a escola nesse âmbito, a serviço da defesa do direito à vida e à dignidade, cumpre atender às exigências legais, estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que prima pela valorização do cidadão.

Um tema transversal


A proposta de educação para o trânsito se insere nos conteúdos dos temas transversais, e permite a sua contextualização por meio dos gêneros textuais utilizados e discutidos no processo de ensino-aprendizagem das disciplinas que compõem o currículo oficial.

Os currículos do ensino fundamental têm uma base nacional comum – PCN – Parâmetros Curriculares Nacionais (conjunto de diretrizes que orienta as ações educativas do ensino, prevendo o ensino de pontos comuns e necessários em todas as regiões brasileiras e possibilitando também que cada escola desenvolva assuntos de acordo com as características culturais, sociais e políticas de sua região).

Trânsito na educação infantil


Na faixa etária em que se encontram as crianças na educação infantil, estas ainda não se dão conta dos perigos a que estão expostas, principalmente nas ruas.

Sendo assim, para ensiná-las, recomenda-se gesticular, desenhar, falar, pintar, cantar, movimentar-se, até chegar ao reconhecimento das letras e o decodificar, e escrever mensagens simples. No mundo atual, os professores devem estar atentos às diferentes formas de comunicação exibidas pelas crianças, tendo em vista a diversidade de informações trazidas por elas.

Trânsito na educação fundamental

No ensino fundamental, o professor deverá proporcionar situações, de forma integrada, em que o trânsito seja inserido em diferentes formas de aprendizagem, favorecendo o desenvolvimento das relações interpessoais, de respeito, de posturas e atitudes positivas e seguras, no espaço público.

– Respeitar, nas situações de trânsito, as diferenças sociais, culturais, econômicas e éticas;
– Desenvolver e valorizar atitudes solidárias no trânsito, garantindo um ambiente de paz;
– Reconhecer e valorizar atitudes seguras no trânsito;
– Identificar situações cotidianas de risco, no ambiente trânsito;
– Perceber cuidados necessários no trânsito para a preservação da vida;
– Identificar problemas relacionados ao trânsito, procurando a resolução adequada;
– Utilizar várias formas de expressão para representar as ideias, emoções e os conhecimentos sobre o trânsito.

Por Luci Silva

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Fique por dentro das novidades!