WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Como fazer cerâmica para vender

A cerâmica rústica é modelada manualmente; já a cerâmica mais refinada é modelada com o auxílio de moldes e equipamentos apropriados

Como fazer cerâmica para vender

“A cerâmica decorativa é um acessório indispensável nas ornamentações dos mais variados ambientes. Além de sua suavidade e beleza, ela é considerada uma excelente fonte de renda para quem a produz. Uma peça decorativa, quando bem trabalhada, tem seu preço valorizado no mercado, o que contribui com o orçamento familiar dos artesãos”, afirma Magno Soalheiro Barrozo, artista plástico e professor do Curso CPT Moldagem em Cerâmica para Peças Decorativas.

Preparar a argila


Além de apresentar diferentes cores, cada tipo de argila reage com o vidrado (substância vítrea) de forma distinta. Após a escolha da argila, o artesão passa para o seu preparo, que é separá-la em porções menores. Em seguida, cada porção é pesada e sovada por determinado tempo.

Modelar a peça


A cerâmica rústica é modelada manualmente sem uso de formas ou maquinário. Já a cerâmica mais refinada é modelada com o auxílio de moldes e equipamentos específicos para tal. Nesse caso, o trabalho tem um acabamento mais fino e as peças são padronizadas.

Secar a peça


Nessa etapa, a peça aguarda um tempo para perder água antes de seguir para o forno. O ideal é que ela seque lentamente, por isso, em regiões quentes e secas, ela é envolvida em um saco plástico para retardar a secagem da peça.

Transformar a argila em cerâmica


Essa etapa é conhecida como “queima de biscoito”, processo que transforma a argila em cerâmica. A queima ocorre em altas temperaturas (800°C a 1000°C). Com isso, a peça se torna mais resistente e o esmalte é aplicado mais facilmente.

Lavar a peça


As peças saem do forno muito porosas e precisam ser lavadas com água para retirar as impurezas. Enquanto umas não são esmaltadas, como filtros, outras são, por se tratarem de peças decorativas. A porosidade das peças é determinante para a etapa de esmaltação.

Esmaltar a peça


A esmaltação das peças ocorre por meio de inúmeras técnicas. Uma delas é a imersão em balde com esmalte. Mas há outras, como uso de pistola de tinta ou pressurizador de ar, uso de pincéis, ou mesmo banho de esmalte por cima da peça.

Queimar o esmalte


As peças esmaltadas devem aguardar 24 horas antes de serem levadas novamente ao forno. Nessa etapa, elas são submetidas a temperaturas ainda mais elevadas (1000°C a 1300ºC). Com isso, o esmalte se funde à peça de cerâmica.

Lixar a peça


Nessa etapa, a parte de baixo da peça é lixada para se tornar bem lisa e não riscar superfícies. A granulação da lixa é medida conforme a cerâmica. Ou seja, quanto mais áspera for a cerâmica, mais baixa será a granulação.

Conheça os Cursos CPT da Área Arte e Artesanato:

Moldagem em Cerâmica para Peças Decorativas

Cestaria em Fibras - Bambu, Cipó, Taboa

Tecelagem Manual - Tear de Pedal

Fonte: Montar um Negócio

Por Andréa Oliveira

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Como Iniciar seu Negócio

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!