WhatsApp SAC (31) 98799-0134 WhatsApp Vendas (31) 99294-0024 Ligamos para Você Central de Vendas (31) 3899-7000
Como podemos te ajudar?
0

Seu carrinho está vazio

Clique aqui para ver mais cursos.

Cogumelos comestíveis são apreciados por seu valor gastronômico e nutricional

A possibilidade de reciclar economicamente certos resíduos agrícolas e agroindustriais torna a produção de cogumelos ainda mais lucrativa

Os cogumelos possuem alto teor de proteína, assim como, de vitaminas, variando de acordo com a sua espécie.

A comercialização dos cogumelos comestíveis vem aumentando em função de uma crescente demanda. Os rápidos avanços tecnológicos melhoraram a qualidade, a produtividade e o custo de produção. Esse setor ainda conta, com um baixo consumo “per capita” e ilimitadas opções de espécies que podem ser cultivadas e utilizadas na alimentação, como nutracêuticos e até em fitoproteção. Os cogumelos possuem alto teor de proteína, assim como, de vitaminas, variando de acordo com a sua espécie.

Alguns cogumelos são venenosos, outros alucinógenos, e há ainda aqueles que possuem propriedades medicinais curativas e até afrodisíacas. No Brasil, apenas o champignon, shiitake, shimeji e hiratake, e mais recentemente, o Agaricus blazei (Murrill) ss. Heinemann são produzidos em escala comercial.

Nos cursos da área Cogumelos Comestíveis desenvolvidos pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, você encontra informações valiosas sobre suas técnicas de cultivo. Veja um pouco do que você aprende em cada um deles.

Champignon

O champignon é o cogumelo mais consumido e apreciado no Brasil e no mundo, correspondendo a mais de 80% de todo o cogumelo consumido no planeta. Pode ser ingerido fresco ou em conserva. É muito bem representado na culinária nacional, fazendo parte de muitos pratos como estrogonofe e pizzas.

O champignon é bem representado na culinária nacional, fazendo parte de muitos pratos como estrogonofe e pizzas.

A popularização do champignon ocorreu devido à facilidade de sua adaptação às condições climáticas brasileiras. Uma característica essencial para o pequeno produtor, é que em um pequeno espaço pode-se fazer uma grande produção. Cada ciclo de frutificação dura de 25 a 30 dias, sem a necessidade do uso agrotóxicos, de mão-de-obra custosa ou de uso de máquinas agrícolas.

Shiitake

O shiitake é um dos cogumelos mais apreciado e indicado para elaboração de receitas saborosas e saudáveis. Atualmente, é o segundo cogumelo mais consumido no mundo. No Brasil, seu cultivo em toras de eucalipto começou a expandir-se em 1990, sendo, portanto, uma cultura recente e de conhecimento de poucos agricultores. O uso das toras para produção tem um custo relativamente pequeno e um bom retorno financeiro. Além de necessitar de pouco espaço, o manejo é simples e seguro.

O Shiitake é o segundo cogumelo mais consumido no mundo.

De acordo com o professor Dr. Augusto Ferreira da Eira do curso Cultivo de Cogumelo Shiitake, “essas características fazem desse fungo uma alternativa real para quem possui pouca área disponível, mas deseja uma atividade lucrativa e, ao mesmo tempo, terapêutica”.

Além do cultivo em toras de eucalipto, outras técnicas têm se destacado. Uma das mais promissoras é o cultivo em blocos de substratos, que pode seguir a tecnologia de cultivo axênico (substrato estéril) ou pasteurização severa.

Shimeji e Hiratake

O mercado desses dois cogumelos já está estabelecido e vem crescendo no Brasil, e em vários outros países. Apesar de serem cogumelos do mesmo gênero, o Shimeji e o Hiratake têm sistemas de produção bastante distintos, sendo que o último tem tecnologia mais simples e exige menor investimento inicial.

Atualmente, no Brasil, tem-se consagrado o cultivo do Hiratake em sacos plásticos de polietileno, dispostos em prateleiras de madeira ou metálicas, no interior de galpões ou câmaras de alvenaria. O cultivo de Shimeji é feito em blocos e sua produção se dá em câmaras climatizadas, onde as condições ambientais como a temperatura, umidade e a renovação de oxigênio são controladas.

O curso Cultivo de Cogumelo Shimeji e Hiratake, mostra o moderno sistema de produção de Hiratake em estufas e do Shimeji em câmaras climatizadas, tornando-se um referencial para os diferentes produtores existentes no Brasil.

Comercializado na forma desidratada em pó ou fatiado, o uso do Cogumelo do Sol é indicado como suplemento alimentar.


Agaricus Blasei


O Cogumelo Agaricus blazei, conhecido como Cogumelo Medicinal, Cogumelo da Vida ou Cogumelo do Sol, desperta grande interesse da população mundial, principalmente nos países asiáticos, pelo seu poder medicinal.

Recentes estudos realizados apontaram que esse fungo possui uma forte atividade antitumoral. Comercializado na forma desidratada em pó ou fatiado, o uso do Cogumelo do Sol é indicado como suplemento alimentar e como nutracêutico, por causa de suas propriedades nutricionais medicinais.



Após fazer os cursos e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On Line de Viçosa, filiada e mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

 

Por: Patrícia Tristão

Cursos CPT - Cogumelos Cosméstiveis

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e
confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Últimos Artigos

Artigos Mais Lidos

Quer mudar de vida e ter sucesso profissional? Vamos te ajudar!