Alguns alimentos transmitem doenças? Sim, a DTA. Confira!

A DTA é um termo genérico de uma doença atribuída à ingestão de alimentos ou bebida contaminados, relacionada a erros de manipulação e estocagem dos alimentos

Alimentos contaminados

Doença Transmitida por Alimentos - DTA - é um termo genérico de uma doença atribuída à ingestão de alimentos ou bebida contaminados, geralmente, constituída por náuseas, vômitos e, ou diarreia, acompanhada de falta de apetite e, muitas vezes, febre. Mas os sintomas digestivos não são os únicos problemas ocorridos, também podem afetar diferentes órgãos e sistemas, como meninges, causando a meningite, os rins, o fígado, o sistema nervoso central, as terminações nervosas periféricas, má-formação congênita do feto em caso de toxoplasmose. Também podem ocorrer outros problemas, de acordo com o agente (causador do problema) envolvido.

Para que ocorra uma DTA, alguns fatores são determinantes:

a) Grau de contaminação do alimento;
b) Multiplicação dos microrganismos dentro do organismo;
c) Quantidade de toxinas produzidas;
d) Sensibilidade individual à ação dos microrganismos causadores de doenças.

O Ministério da Saúde relata que as Doenças Transmitidas por Alimentos – DTA - vêm aumentando de modo significativo, em nível mundial. A qualidade dos alimentos disponibilizados à população, a falta de conscientização dos produtores de alimentos, a deficiência de controles tanto pelo governo, quanto pelos produtores de alimentos faz com que essas doenças tenham aumentado consideravelmente.

Há também fatores que têm contribuído para o aumento dessas doenças, como:

a) Baixa qualidade de vida, implicando queda da imunidade das pessoas;
b) Consumo de alimentos em vias públicas;
c) Maior consumo de alimentos prontos fora do lar;
d) Necessidade de produção de alimentos em grande escala;
e) Aumento no uso de aditivos;
f) Mudanças de hábitos alimentares, sem deixar de considerar as mudanças ambientais.

As doenças transmitidas por alimentos mais comuns são aquelas causadas por microrganismos, especialmente as bactérias e, ou suas toxinas (substâncias tóxicas produzidas pelas bactérias) que, vulgarmente, são denominadas de toxinfecções alimentares. A maior preocupação são os microrganismos causadores de DTAs, principalmente aqueles que não indicam qualquer alteração no alimento mas, quando consumidos, apresentam risco para a saúde. Bactérias, vírus e fungos podem contaminar alimentos dessa forma. Em condições favoráveis, são capazes de se reproduzir na natureza, nos alimentos, no organismo da pessoa infectada, podendo causar doença infecciosa ou outras complicações. Crianças menores de 5 anos são muito atacadas por DTA, com elevado número de mortes, principalmente por diarreia, mas as mulheres grávidas, os idosos e pessoas com saúde comprometida também têm maiores possibilidades de contrair uma DTA.

As DTAs ocorrem no mundo todo, variando de acordo com a educação dos povos, as condições socioeconômicas,  existência de saneamento básico, fatores ambientais, culturais e outros. As mudanças nos hábitos alimentares, aumento no número de refeições fora do lar, com muita frequência, por meio da alimentação coletiva (refeições preparadas em grande quantidade como a alimentação escolar), são possíveis fatores de risco para o aumento do número de ocorrências de DTAs.

Pode-se dizer que a DTA acometeu uma ou mais pessoas com sintomas parecidos, após o consumo de alimentos contaminados com microrganismos patogênicos, suas toxinas, ou substâncias químicas tóxicas, ou objetos estranhos. As DTAs podem se manifestar como infecções ou intoxicações alimentares, de formas crônicas ou agudas, com características de surto ou de casos isolados, com distribuição localizada. A maioria dos surtos tem sido relacionada à ingestão de alimentos com boa aparência, sabor e odor normais, sem qualquer alteração organoléptica visível.

Em análise de relatos sobre Doenças Transmitidas por Alimentos - DTA, chamada também de Doenças Veiculadas por Alimentos – DVAs, em diferentes países, foi percebido que grande parte delas está relacionada a erros de manipulação e estocagem dos alimentos.

Por Silvana Teixeira.
Conheça o Curso Profissionalizante do CPT Capacitação para Cozinheira/Merendeira Escolar – Curso 1 –Boas Práticas de Manipulação de Alimentos.

Salvar

Cursos Relacionados

Curso Profissionalizante de Salgadeira Curso Profissionalizante de Salgadeira

Com Prof.ª Denise Andrade

R$ 492,00 à vista ou em até 12x de R$ 41,00 sem juros no cartão

Saiba mais
Curso Profissionalizante de Açougueiro Curso Profissionalizante de Açougueiro

Com Prof.ª Dr.ª Cristiane Leal dos Santos, Prof. Luiz Fernando Ferreira, Prof. Newton de Alencar e Prof. Ricardo Penna

R$ 1.672,00 à vista ou em até 12x de R$ 139,33 sem juros no cartão

Saiba mais
Curso Profissionalizante de Merendeira Escolar - Cozinheira Escolar Curso Profissionalizante de Merendeira Escolar - Cozinheira Escolar

Com Prof.ª Jeanice Aguiar

R$ 920,00 à vista ou em até 12x de R$ 76,67 sem juros no cartão

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Artigos que abordam as diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade