5 recomendações práticas para uma boa redação

Para ingressar em uma conceituada instituição de nível superior e para conseguir aprovação em um concurso é preciso saber redigir bem um texto. Para isto, basta seguir algumas recomendações básicas

Recomendações boa redação


 

É impressionante como os estudantes, salvo poucas exceções, apresentam dificuldade para escrever quando chegam ao limiar da faculdade ou quando vão disputar uma vaga no mercado de trabalho, e todos sabemos que, para ingressar numa conceituada instituição de nível superior e para conseguir aprovação num concurso é preciso saber redigir bem um texto. Há, no entanto, algumas recomendações que, quando postas em prática, podem ajudar os alunos na tarefa de produzir bons textos. São elas:

1- Crie o hábito de ler


O primeiro passo para escrever bem é ler. Se você tem hábito de leitura, parabéns! Se não, comece logo a ter. Leitura é hábito. Comece aos poucos, em doses homeopáticas. Leia artigos de revista, reportagens, crônicas, contos. No início, os olhos ardem, vem o sono, o assunto parece chato, o vocabulário difícil. Mas é questão de tempo. Persista. É como fazer ginástica e andar de bicicleta. Gamali Rodrigues Gomide, professora responsável pela Aula 3 – Como Fazer uma Boa Redação, da Série Professor Eventual, produzida pelo Cursos CPT, dá a dica: observe como uma criança aprende a falar: ela escuta e, devagar, começa a emitir alguns sons; aos poucos, ela desenvolve sua fala, desde palavras soltas, frases curtas, até montar sentenças mais elaboradas. O mesmo processo acontece quando aprendemos a ler. A repetição é o segredo do aprendizado e da formação de hábitos. De repente, você entra para o mundo dos eleitos: já é leitor, e ler não é mais nenhum esforço, mas puro prazer e deleite.

2- Treine com a escrita


O segundo passo é escrever. Isto é praticar. Deixe “a pena trotar livremente pelo papel”. Solte suas amarras e não se preocupe com os erros. Deixe a timidez de lado e escreva. É o exercício que leva ao aprendizado. Releia o que escreveu. Se puder, leia em voz alta. Refaça algumas orações. Corrija a ortografia e a entonação. Observe se a estrutura do texto ficou boa. Lembre-se de que todo texto requer revisão e correção, e sempre é possível melhorar um pouco mais.

3- Ordene suas ideias


Segundo Edvaldo Boaventura, “A arte de bem exprimir o pensamento consiste em saber ordenar as ideias. Ordem que dá clareza a toda comunicação. E como se ordenam as ideias? Fazendo a previsão do que se vai expor”.

4- Esquematize o que vai escrever


O planejamento é fundamental. Faça sempre o esquema primeiro; segundo Goethe “Tudo depende do plano”. É como se fosse a planta de uma casa. O plano traz clareza, harmonia, objetividade e evita a repetição. Após uma rápida reflexão, faz-se uma previsão do que será exposto. Este plano consiste em fazer uma introdução, expondo o ponto de vista, o que alguns chamam de tese. Em seguida, desenvolve-se a ideia, e, finalmente, faz-se a conclusão.

5- Motive-se


O mais importante é ter motivação para escrever. Quando escrevemos sem ter um motivo, ou por pura obrigação, o texto não apresenta essência, fica sem vida. Assim são as redações escolares escritas para serem corrigidas e avaliadas. O estudante escreve para o professor, que, na maioria das vezes, lê o texto procurando, principalmente, os erros. O aluno cria, então, uma espécie de timidez redacional que o impede de escrever um texto inteligente. Portanto, para começar a escrever é preciso, primeiro, saber o que escrever e para que escrever; em segundo lugar, saber qual é a modalidade textual e qual é o tipo de linguagem a ser usada.

Se você está fazendo uma prova, não tem escolha: precisa compreender e seguir o que está sendo proposto. No entanto, atualmente, temos visto muitos vestibulares que dão ao candidato a opção de escolher: apresentam duas ou três propostas diferentes, quase sempre uma dissertação, uma carta ou narração, e a pessoa escolhe qual fará.

Conheça toda a série CPT Professor Eventual, Volume I, disponibilizada em DVDs. Nela são abordados os seguintes temas:

Aula 1- Água: Fonte de Vida
Aula 2- Os Perigos e as Consequências das Drogas
Aula 3- Como Fazer uma Boa Redação
Aula 4- Bullying e suas Consequências
Aula 5- Relações Sexuais e DSTs
Aula 6- Criatividade
Aula 7- Reprodução Humana
Aula 8- Jovens e Facebook
Aula 9- Aproveite seu Tempo e Aprenda Mais
Aula 10- Saneamento Básico: O Grande Problema das Cidades

Por Silvana Teixeira.

Salvar

 

Salvar

Cursos Relacionados

Professor Eventual - Aulas para Estudantes - Volume 1 Professor Eventual - Aulas para Estudantes - Volume 1

Com Prof. Bruno de Morais, Prof. Cid Martins, Prof.ª Eliangela Saraiva e outros

R$ 1.300,00 à vista ou em até 10x de R$ 130,00 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Professor Eventual - Aulas para Alunos

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade