Reformas do ensino médio para 2018: o que mudou?

O aumento da carga horária e flexibilização da grade curricular entrará em vigor em 2018, conforme consta em medida provisória, anunciada pelo Governo Federal

Reformas do ensino médio para 2018: o que mudou?   Notícias Cursos CPT
 

Foi anunciado no dia 24 de setembro deste ano, oficialmente publicada no Diário Oficial, a nova reforma pela qual passará o ensino médio das escolas públicas e particulares de todo o Brasil. Se aprovada pelo Congresso Nacional, haverá aumento da carga horária e flexibilização da grade curricular dos alunos.

A mudança, que entrará em vigor já em 2018, é muito necessária devido à urgência em melhorar a educação no país, e o ensino médio é a etapa mais crítica nas avaliações nacionais. Para se ter ideia, em 2014, a taxa de abandono no ensino médio foi de 7,6%, mais que o dobro verificado nos anos finais do ensino fundamental (3,5%), de acordo com o Ministério da Educação (MEC). O indicador, contudo, tem diminuído desde 2006, quando atingiu o pico de 15,3%.

Mas, afinal, o que vai mudar com a nova reforma do ensino médio?



I- Tempo de estudo
O tempo de estudo vai passar de 800 para 1.400 horas por ano, com adoção do turno integral.

II- Disciplinas obrigatórias
O conteúdo obrigatório será definido pela Base Nacional Comum Curricular, a ser definida em reuniões com educadores e secretarias de educação estaduais Segundo o MEC, a expectativa é no meio de 2017 o texto seja encaminhado par ao Conselho Nacional de Educação e posteriormente homologado pelo ministro para que passe a vigorar.

III- Currículo
1.200 horas as 1400 serão de conteúdo da base curricular. Segundo o MEC, metade da grade será de livre escolha do aluno entre cinco ênfases: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional.

III- Disciplinas obrigatórias
Os currículos devem abranger, obrigatoriamente: língua portuguesa, matemática, inglês, conhecimento do mundo físico e natural e da realidade social e política. O estudo da arte e educação física passa a ser opcional.

IV- Professores
A nova lei amplia a possibilidade de contratação e diminui a exigência de conhecimentos específicos na formação dos professores.

V- Ensino superior
Os processos seletivos das universidades serão feitos exclusivamente a partir das "competências, as habilidades e as expectativas de aprendizagem das áreas de conhecimento definidas na Base Nacional Comum Curricular.

Por Silvana Teixeira.
Fonte: Guia do Estudante.

Cursos Relacionados

Curso Uso da Informática na Educação - Fundamental e Médio Curso Uso da Informática na Educação - Fundamental e Médio

Com Prof.ª Daphne Velihovetchi e Prof.ª Finkla Velihovetchi

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Avaliação do Aluno no Processo Educacional - Fundamental e Médio Curso Avaliação do Aluno no Processo Educacional - Fundamental e Médio

Com Prof.ª Rozimar Ferreira

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Como Ministrar Aulas Práticas e Aulas Demonstrativas Curso Como Ministrar Aulas Práticas e Aulas Demonstrativas

Com Prof. Dr. Per Christian

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Adriana Célia Valadares Ramos.

06/10/2016

Eu gostei muito porque agente pode estudar e trabalhar .

Resposta do Portal Cursos CPT

18/01/2017

Olá Adriana,

Ficamos muito felizes que tenha gostado do nosso conteúdo.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade