Cultivar plantas e flores ornamentais é opção rentável de negócio

Implantar um viveiro de plantas requer planejamento e conhecimento das técnicas de plantio

Um viveiro para mudas ornamentais requer planejamento. A extensão da área dependerá do tipo de muda.

Esse ramo de negócio tem crescido e ganhado espaço no mercado agrícola, em vista disso, produzir mudas de flores e plantas ornamentais tem se mostrado uma alternativa lucrativa de negócio. Capacite-se para obter renda, montando seu próprio viveiro.

Os compradores de mudas são exigentes quanto à qualidade, pois esse é um fator que interfere na manutenção das plantas pelo vendedor ou pelo consumidor final. Para obter mudas de boa qualidade, é necessário aprender algumas técnicas para produzí-las.

Entre os procedimentos que você precisa conhecer estão a escolha, a formulação e a adubação correta do substrato, os tipos, as dosagens, as formas de aplicação de adubos e os sistemas de irrigação das mudas. Isso é o que afirma Wantuelfer Gonçalves, professor do curso Produção de Mudas Ornamentais, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Além disso, é necessário estar atento às tendências e novidades nesse ramo. As plantas medicinais, por exemplo, são muito procuradas. Flores como orquídeas e rosas estão entre as mais populares, e há também as mudas de plantas de grande porte (palmeiras e árvores). Visitar feiras e exposições, como as que acontecem em todo o país, na primavera, é um ótimo meio para você se manter atualizado.

É importante ressaltar que a implantação de um viveiro para mudas ornamentais requer planejamento. A área destinada à construção, por exemplo, dependerá do tipo de muda que se pretende cultivar.

Antes de iniciar a atividade, o produtor deverá procurar o órgão oficial em sua região para se infomar sobre as especificações legais exigidas nesse tipo de comercialização e para providenciar a inscrição no RENASEM – Registro Nacional de Sementes e Mudas.

Por Luci Silva

Cursos Relacionados

Curso Como Produzir Rosas Curso Como Produzir Rosas

Com Prof. Dr. José Geraldo Barbosa

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Produção de Mudas Ornamentais Curso Produção de Mudas Ornamentais

Com Prof. Dr. Wantuelfer Gonçalves

R$ 258,00 à vista ou em até 10x de R$ 25,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Cultivo de Orquídeas para Fins Comerciais ou Hobby Curso Cultivo de Orquídeas para Fins Comerciais ou Hobby

Com Prof. Waldyr Fochi

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Como Montar uma Floricultura Curso Como Montar uma Floricultura

Com Prof. Dr. José Geraldo Barbosa

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

joseilson alves de lima

03/05/2014

Motivo do contato informação sobre o curso plantas e flores

Resposta do Portal Cursos CPT

25/06/2016

Olá, Zoseilson!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre os Cursos.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Alvanir Lima

28/09/2013

Olá, gostaria de informações sobre o cultivo de lavanda para produção de óleo essencial e se tem vídeo/curso sobre, e o mesmo sobre a produção de óleo. Antecipadamente agradeço.

Resposta do Portal Cursos CPT

25/06/2016

Olá, Alvanir!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

A lavanda apresenta longos caules e minúsculas flores de tonalidade roxo-azulada que são cobertas de filamentos em forma de estrela. Suas folhas são finas com tonalidade cinza-esverdeada.

O óleo é substraído das extremidades com flores, através da destilação a vapor ou solvente.

Apresenta em sua composição borneol, geraniol, lavandulol, linalol, acetato geranílico, acetato de lavandulil, acetato de linalil, cineol, cariofileno, limoneno e pineno.

Apresenta propriedades analgésicas, anticonvulsivo, antidepressivo, antiinflamatório, anti-reumáticos, anti-sépticos, antiespasmódicos, antivirais, bactericidas, carminativos, calogogos, cicatrizantes, revigorantes, citofiláticos, descongestionantes, desodorizantes, dexintoxicantes, diuréticos, emenagogos, fungicidas, hipotensores, nervinos, fortificantes, sedativos, esplenáticos, sudoríferos e vulnerários. Pode ser utilziado puro sobre a pele.

Pode ser misturado com louro, bergamota, camomila, citronela, escleréia, gerânio, jasmim, limao, mandarina, nos-moscada, laranja, patchuli, pinho, tomilho e alecrim.

Para mais informações sobre o óleo essencial de lavanda conheça o Curso CPT Produção de Óleos Essenciais.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

sonia maria de souza

02/09/2013

bom, mas gostaria de informações técnicas sobre viveiro , dessas plantas sobre plantio palmeira rafia como se faz todo o processo. obrigada

Resposta do Portal Cursos CPT

25/06/2016

Olá, Sônia Maria!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

A palmeira rafia, pode ser cultivada em canteiros, e em locais mais sombreados onde formará grande touceira.

Também pode ser cultivada em vasos, desde que sejam largos. Para cultivá-la em vasos, coloque no fundo deste brita ou pedriscos e areia, para garantir a drenagem. Use substrato de composto orgânico com adubo NPK cerca de 100 gramas/vaso, misturando ao composto.Regue após o plantio.

Em locais com ar condicionado ou que tenham ambiente muito seco, esta planta costuma apresentar a ponta das folhas queimadas. Para evitar isto, use água limpa num pequeno aspersor e borrife uma vez por semana. Mantenha o substrato com alguma umidade, mas evite encharcamentos.

Uma vez por ano use adubo granulado, com a seguinte formulação 10-10-10, cerca de 1 colher de sopa para 1 litro de água, misturando e regando o substrato com a metade desta medida. Isto garantirá que permaneça com as folhas bonitas.

Propagação:

Será preciso dispor das plantas femininas e masculinas, onde a planta de flores femininas produzirá os frutinhos, que deverão ser colhidos e semeados em recipientes com substrato úmido, que pode ser vermiculita ou terra comum com areia.

Manter longe do sol até que comece a se desenvolver, levando para local sombreado e ventilado, transplantando para sacos de cultivo

(Fonte: Faz Fácil)

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

marta coutinho

26/06/2013

interessante

Resposta do Portal Cursos CPT

25/06/2016

Olá, Marta!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

jose carlos

09/04/2013

Gostei muito desse projeto. Gostaria de mais informações sobre as melhores mudas, forma de manuseio, tipos de adubos e irrigações. Quero montar meu viveiro de forma correta. Obrigado.

Resposta do Portal Cursos CPT

25/06/2016

Olá, José Carlos!

Agradecemos sua visita e seu comentário em nosso site.

Um viveiro de plantas necessita das condições ideais para o desenvolvimento das mudas, destacando-se a umidade, a irrigação, a luminosidade, a temperatura, o tipo de solo, a adubação, os tipos de recipientes, a proteção contra o vento e chuvas, o controle de pragas e ervas daninhas, e principalmente, o pessoal especializado no ramo. Para um desenvolvimento sadio da muda no viveiro, cada tipo de planta exige condições diferenciadas de produção e cultivo.

Um fator importantíssimo é a água. Essa deve ser abundante e de boa qualidade, de preferência natural. Córregos e nascentes são ideais. Essa água poderá ser bombeada e não pode faltar de jeito nenhum, com riscos de perda de todo o investimento.

Um viveiro de plantas ornamentais deverá possuir, pelo menos, quatro áreas para a produção: de semeio, de enraizamento, de estoque e de espera. Dependendo do grau de organização e do objetivo, pode-se ter, ainda, uma quinta que seria para exposição e comercialização.

Recomendamos, para melhor qualidade das plantas, o uso de compostagem ou a produção de húmus de minhoca. A compostagem é um processo em que materiais orgânicos como restos vegetais, lixo orgânico etc., são cobertos e misturados cm terra produzindo um substrato de boa qualidade; húmus de minhoca é o produto resultante do esterco passado pelo trato digestivo das minhocas.

Para saber mais sobre a produção de mudas, conheça o curso Produção de Mudas Ornamentais, Produzido pelo CPT.

Atenciosamente,

Natália Parzanini Brum

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Atendimento Online
Quer Facilidade