Confinamento de ovinos

O doutor em reprodução animal, Luis Mattos, orienta sobre a divisão do galpão de confinamento e as formas de evitar radiação solar e ventos fortes sobre os animais

O galpão de confinamento deve ser dividido em baias, com cochos e bebedouros.

Para fazer a desmama precoce, recria, terminação de cordeiros e ter animais em ponto de abate, aos 95 dias de idade, a instalação básica necessária é o galpão de confinamento. Esse local pode ser projetado e construído em estrutura de metal, alvenaria ou madeira, com telhas de barro ou amianto.

A área deve ser dividida em baias, onde os animais serão distribuídos em lotes, sendo classificados, de preferência, por idade ou tamanho corporal. Em termos de “layout”, é importante que o galpão tenha um corredor central, de piso concretado. É essencial também que os cochos sejam distribuídos, ao longo desse corredor, com a área de acesso voltada para as baias.

Essas dicas e informações são do professor e doutor em reprodução animal Luis Mattos e fazem parte do curso Instalações para Ovinos, desenvolvido pelo CPT – Centro de Produções Técnicas. “O galpão construído com essas divisões e disposições irá facilitar a distribuição de alimentos, não sendo necessário, por exemplo, que o tratador entre na baia, para abastecer o cocho”, explica Mattos.

Outro aspecto importante ligado diretamente ao conforto animal é a ocorrência de ventos predominantes, ou seja, ventos fortes que tendem a ocorrer constantemente na mesma direção. Se isso acontece, o galpão deve ter suas laterais fechadas com cortinas para encobrir os ventos. Em casos extremos, o lado que recebe o vento pode ser fechado com uma parede ou janelas.

Quanto à orientação solar, procure projetar o galpão de forma que seja construído seguindo a orientação leste/oeste, no sentido do seu comprimento. “Dessa maneira, o sol percorrerá o céu sobre a parte mais elevada do telhado, evitando radiação solar direta sobre os animais, especialmente nas épocas mais quentes do ano”, acrescenta o professor Mattos.

As adaptações são possíveis no confinamento de cordeiros, como forma de redução do investimento inicial de implantação. Estruturas pré-existentes podem ser aproveitadas integralmente. Para isso, o  professor Mattos sugere que se tenha o cuidado de fazer as adaptações necessárias, principalmente a divisão em baias, a instalação de cochos e bebedouros e, se necessária, a colocação de cortinas laterais.

Por: Ariádine Morgan

Curso CPT - Instalações para Ovinos

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Cursos Relacionados

Curso Raças e Cruzamentos de Ovinos Curso Raças e Cruzamentos de Ovinos

Com Prof. Dr. Edson Ramos

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Técnicas para Produzir Mais Cordeiros Curso Técnicas para Produzir Mais Cordeiros

Com Prof. Dr. Edson Ramos

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Abate de Caprinos e Processamento da Carne Curso Abate de Caprinos e Processamento da Carne

Com Prof.ª Dr.ª Cristiane Leal dos Santos

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Instalações para Ovinos Curso Instalações para Ovinos

Com Prof. Dr. Luis Fonseca

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Mais Notícias sobre diversas áreas do conhecimento

Atendimento Online
Quer Facilidade