Pragas do melão

Conheça as principais pragas que ocorrem na cultura do Cucumis melo L.

Para que haja uma produção de qualidade, é necessário conhecer e manejar as técnicas de controle fitossanitário da cultura.

Para que haja uma produção de qualidade, é necessário conhecer e manejar as técnicas de controle fitossanitário da cultura.

Pragas e doenças são denominadas apenas como pragas, segundo normalização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA.

Para que haja uma produção de qualidade, é necessário conhecer e manejar as técnicas de controle fitossanitário da cultura do melão. A utilização do manejo integrado de pragas (MIP), em conjunto com as técnicas conhecidas, melhora a eficiência do controle de pragas do melão, o que diminui o uso de agrotóxico e minimiza o impacto no meio ambiente.

As pragas de grande importância para a cultura do melão são o pulgão e as brocas das cucurbitáceas que atacam as ramas e perfuram os frutos. Conheça as principais:

1- Larva  mineradora: abre galerias no limbo foliar, reduzindo a área foliar ou mesmo matando a folha.

Prevenção:

- plantios mais espaçados;

- irrigação bem controlada;

- deve-se fazer uso racional de agrotóxicos, pois essa praga surge devido a manejos errados; ela é controlada por inimigos naturais.

2- Pulgões: os pulgões causam danos diretos quando atacam as plantas em fase de brotação, provocando o amarelamento das folhas e, também, deformação das folhas. Reduzindo, consequentemente, a produção da planta.

Devemos lembrar que os pulgões são vetores das principais viroses do melão. Pode ser feito controle natural usando vespas, besouros e moscas.

3- Broca das cucurbitáceas: atacam as folhas, hastes e frutos, provocando prejuízos grandes. Os adultos depositam os ovos em botões florais e frutos novos, depois eclodem as larvas que penetram no fruto e dele se alimentam até completarem o desenvolvimento.

Ao se fazer controle químico, usar jatos dirigidos para as flores e frutos novos, no horário da tarde, para, assim, não prejudicar as abelhas polinizadoras.

4- Ácaro: o que favorece o aparecimento dessa praga são a baixa umidade relativa do ar, as altas temperaturas e os tratos culturais inadequados (presença de restos culturais e a proximidade de antigos plantios).

5- Murcha de nematoide (meloidogyne spp.): a infestação se caracteriza por touceiras de plantas com tamanho reduzido e com clorose foliar (manchas claras e secas nas folhas). As plantas infestadas apresentam, como reflexo, murchamento nas horas mais quentes do dia e sob estresse hídrico (falta de água).

 

Aprimore seus conhecimentos.

- Conheça o Curso CPT Produção de Melão.

- Conheça os Cursos CPT da área Fruticultura.

 

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Dicas Cursos CPT

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade