Mulching vertical: manejo que controla a enxurrada e a erosão

O mulching vertical é uma técnica conservacionista para manejo de enxurrada, e, consequentemente, para controle de erosão hídrica, em áreas sob sistema de plantio direto

Mulching vertical: manejo que controla a enxurrada e a erosão   Dicas Cursos CPT

 

O mulching vertical, em razão das características de construção, que não interferem na praticidade operacional da lavoura, representa técnica conservacionista potencial para manejo de enxurrada, e, consequentemente, para controle de erosão hídrica, em áreas sob sistema de plantio direto.

Segundo Dr. Caetano Marciano de Souza, professor do Curso a Distância CPT Técnicas Mecânicas de Conservação de Água e Solo, em livro+DVD e Curso Online, da área Meio Ambiente, por extensão, o mulching vertical, possivelmente, poderá constituir alternativa para a prática do valeteamento, normalmente praticada em áreas de pastagem (0,50 a 0,60 m de largura por 0,50 a 0,60 m de profundidade), para substituir o terraceamento”. O valeteamento tradicional apresenta a inconveniência de promover grande movimentação de solo, condição indesejada sob o enfoque da agricultura conservacionista e, inclusive, por apresentar dificuldade ao livre tráfego de máquinas e implementos agrícolas.

Constituição do mulching vertical


 

A prática conservacionista mulching vertical é constituída por sulcos, locados e construídos em nível, com 7,5 a 9,5 cm de largura e 40 a 60 cm de profundidade, preenchidos com resíduos vegetais. Essas dimensões são decorrentes das características do equipamento motomecanizado, Valetadora Rotativa VS 640, marca Semeato, empregado para a construção dos sulcos em solos de várzea. É em razão da reduzida largura do sulco que o mulching vertical não interfere nas operações motomecanizadas requeridas para a condução da lavoura.

Importância da palha no sistema mulching vertical


 

A palha depositada nos sulcos tem a função de prevenir o desmoronamento das suas paredes. Palha enfardada de gramíneas tem demonstrado praticidade para deposição no sulco e durabilidade, em razão da baixa taxa de mineralização que apresenta. A presença de palha no sulco, que em inglês significa mulching, é o que determinou o nome dessa prática conservacionista como “mulching” vertical. O espaçamento horizontal entre os sulcos, à semelhança da estimativa dos afastamentos horizontal e vertical entre terraços, pode ser estimado pelo método da máxima chuva esperada para determinado período de retorno. Espaçamentos da ordem de 10 m entre sulcos têm demonstrado resultados satisfatórios.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Meio Ambiente.
Por Silvana Teixeira.

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Dicas Cursos CPT

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade