4 dicas para produzir boa silagem de milho

Produzir boa silagem de milho é garantir ao gado um volumoso de qualidade, ou seja, maior viabilidade ao processo produtivo do rebanho leiteiro

Silagem de Milho


A falta de chuva pode se tornar um sério problema para o pecuarista leiteiro, pois como consequência o gado terá escassez de alimento. Entretanto, para solucionar esse problema, há uma solução bem eficaz: ensilagem. Para produzir boa silagem de milho, o melhor a fazer é iniciar sua produção no ápice de produção do milho. Com alguns cuidados simples, o milho torna-se uma ensilagem de qualidade e nutritiva.

Segundo o professor Josvaldo Ataíde Júnior, do Curso CPT Produção de Silagem, para uma ensilagem de qualidade, o milho deve ser colhido de 102 a 119 dias, pois nesse estágio, ele apresenta de 30 a 35% de matéria seca. Algumas cultivares de milho alcançam rendimento de 9,7 a 14,0 toneladas/hectare, com silagem em torno de 4 a 7% de proteína bruta.

Produzir boa silagem de milho é garantir ao gado um volumoso de qualidade, ou seja, maior viabilidade ao processo produtivo do rebanho, principalmente o leiteiro. Já a ensilagem de baixa qualidade reduz a produtividade das vacas e aumenta os custos do pecuarista com a alimentação suplementar.

Além de iniciar a produção de silagem na época de maior produção do milho, os cuidados com a colheita são de suma importância. Siga as dicas abaixo e produza uma boa ensilagem:

1. Como já ressaltamos, o ponto de colheita do milho para silagem é o momento em que a planta contém de 30 a 35% de matéria seca (MS) ou 65 a 70% de umidade. Isso ocorre quando a linha do leite está cerca de 1/2 e 2/3 do grão.

2. A boa ensilagem de milho deve apresentar partículas entre 6 e 15 mm – após processo de picagem, com uma média de 8 mm.

3. Durante a compactação da silagem de milho no silo, as camadas de ensilagem devem ser dispostas, de maneira uniforme, com espessura entre 20 e 30 cm. É fundamental a boa compactação para que ocorra expulsão do ar, controle da respiração, elevação da temperatura, ação das bactérias produtoras de ácido láctico, além da redução do pH do material orgânico.

4. O processo de vedação do silo também é de vital importância, pois evita a entrada de ar na ensilagem. Trata-se de cobrir o silo com uma lona e dispor sobre ela uma camada de terra. Recomendam-se lonas de dupla face ao invés de lonas pretas (rasgam-se muito fácil).

Por Andréa Oliveira.

Fontes: Cursos CPT e Rural Centro.

Cursos Relacionados

Curso Produção de Feno Curso Produção de Feno

Com Prof. Josvaldo Ataíde

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Produção de Silagem Curso Produção de Silagem

Com Prof. Josvaldo Ataíde

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Cultivo de Milho Hidropônico - Para Alimentação Animal Curso Cultivo de Milho Hidropônico - Para Alimentação Animal

Com Prof. Augusto Neves

R$ 338,00 à vista ou em até 10x de R$ 33,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Mais Dicas Cursos CPT

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade