/ / / Secagem de madeira
    Artigos que abordam as diversas áreas do conhecimento

    Secagem de madeira

    Técnicas simples garantem a qualidade da madeira, diminuindo gastos com a produção e aumentando o valor no mercado

    Gostou? Envie a um amigo
    Tamanho da letra Diminuir Aumentar

    A secagem da madeira é indispensável para o produtor madeireiro que pretende aumentar seus lucros, pois ao atingir um nível mais baixo de umidade, a madeira propicia uma série de vantagens financeiras no transporte e na comercialização. Ao perder líquido, ela também perde peso, ou seja, o deslocamento acaba sendo facilitado e barateado. Além disso, a secagem proporciona uma durabilidade mais longa, característica que determina qualidade e valorização no mercado. Vale ressaltar que, se o próprio produtor for responsável pela técnica de secagem e se esta for realizada na propriedade, o lucro será ainda maior.

    Fatores prejudiciais à madeira

    Fungos de podridão consumindo a madeira

    Antes de mais nada, qualquer pessoa que se interesse pelo negócio madeireiro precisa saber que a umidade por si só não causa danos à madeira. Na verdade, a umidade favorece a migração e a proliferação de agentes biológicos na sua parte interna. Estes, sim, são os reais responsáveis pela deterioração. Os principais agentes biológicos causadores dessa destruição são as térmitas, os carunchos e os fungos de podridão. As térmitas e os carunchos penetram na madeira, alimentando-se dela e abrindo galerias que possibilitem o deslocamento. Os fungos de podridão também a destroem, alimentando-se da parede celular.

    O professor José Tarcísio da Silva Oliveira, engenheiro florestal e doutor em tecnologia da madeira, explica que fatores atmosféricos também podem alterar algumas características do material. Contudo, diferentemente dos agentes biológicos, eles não modificam a estrutura interna, interferem apenas na aparência. A chuva e o sol, por exemplo, atingem somente a parte externa, alterando cor e textura e provocando um aspecto envelhecido. As consequências são apenas estéticas, sem que a qualidade e a estrutura interna sofram qualquer modificação.

    Durabilidade

    É interessante citar que toda árvore possui uma durabilidade própria, dependendo não só da sua espécie mas também do local e das condições em que vive. Oliveira lembra que se a planta é oriunda de uma floresta planejada e plantada, por exemplo, tem uma durabilidade baixa, necessitando, portanto, passar por um rigoroso processo de secagem. Já uma árvore típica da floresta tropical tem uma durabilidade naturalmente mais estendida, dispensando a técnica da secagem. Vale lembrar que a floresta plantada é ecologicamente correta, pois atende às necessidades comerciais sem que haja, de fato, um desmatamento, ou seja, ela contribui com o desenvolvimento sustentável.

    Vantagens proporcionadas pela secagem

    O engenheiro florestal explica que a secagem da madeira não é muito utilizada no Brasil e nas raras vezes em que se propõem a explorá-la, ela geralmente é operada de maneira ineficaz. Essa ineficiência é oriunda da falta de conhecimento não só da técnica em si como também do que ela realmente significa em termos econômicos para o produtor. É muito comum por aqui, por exemplo, o transporte de lenhos que não passaram pela secagem. O resultado disso é uma despesa grande e desnecessária. Quando estão secas, as toras têm o peso diminuído, facilitando e barateando essa etapa da comercialização.

    Madeira na construção civil

    Oliveira elenca uma série de vantagens oferecidas pela secagem, como prevenir a invasão e a proliferação de fungos e insetos e permitir que a madeira aceite produtos de limpeza e verniz quando ela estiver no seu formato final, seja como parte de uma construção civil, móveis ou objetos decorativos. Além disso, toda madeira tende a variar sua extensão sempre que perde e recebe umidade. No entanto, essa movimentação dimensional acaba sendo inibida pela secagem, evitando rachaduras e empeno. Outro benefício do método é que ele facilita a perfuração e o lixamento da madeira ao ser trabalhada.

    Processo de secagem

    O professor doutor José Tarcísio Oliveira ensina que o processo ocorre a partir da migração da umidade das camadas internas para a camada mais superficial e da posterior evaporação dessa água para o meio. Contudo, para que isso aconteça, algumas condições são imprescindíveis. A evaporação depende do clima e o deslocamento da umidade para a superfície depende das propriedades da madeira responsáveis pelo transporte de água e nutrientes, bem como da sua espécie e espessura.

    A perda da umidade da camada superficial não pode ser mais rápida do que a migração da água interna para a superfície da tora. Caso contrário, ela ficaria danificada, apresentando problemas de encanoamentos e empenamentos. Para evitar esses incidentes, é necessário que o produtor controle a velocidade de movimentação da umidade.

    Secagem da madeira

    A secagem pode ser feita em instalações rústicas ou mais sofisticadas. Ao optar pelas estufas, é possível ter um controle maior não só sobre os defeitos das toras como também sobre o tempo de processamento, diminuindo-o consideravelmente. Porém, secagens artificiais requerem alto investimento. Nesse caso, é necessário que o produtor esteja disposto a investir em equipamentos.

    O curso Secagem e Tratamento de Madeira na Fazenda, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, pretende informar, orientar e capacitar pessoas interessadas pelo setor madeireiro. A qualidade e a durabilidade da madeira dependem quase que exclusivamente de cuidados relacionados à secagem e ao tratamento, que podem ser realizados ainda na fazenda onde ocorre a extração. O produtor rural que pretende comercializar e lucrar com esse produto bastante valorizado pelo mercado, não pode deixar de dominar as técnicas ensinadas no curso.

    Por Camila Guimarães Ribeiro


    AVISO LEGAL

    Este conteúdo pode ser publicado livremente, no todo ou em parte, em qualquer mídia, eletrônica ou impressa, desde que o CPT – Centro de Produções Técnicas seja citado como fonte, remetendo para o site da instituição: www.cpt.com.br.

    Cursos Relacionados

    Curso Construção de Cercas na Fazenda

    Curso Construção de Cercas na Fazenda

    R$ 218,00 à vista ou em até 10x de R$ 21,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5277

    Saiba Mais

    Curso Cultivo de Eucalipto

    Curso Cultivo de Eucalipto

    R$ 258,00 à vista ou em até 10x de R$ 25,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5666

    Saiba Mais

    Curso Reposição Florestal

    Curso Reposição Florestal

    R$ 258,00 à vista ou em até 10x de R$ 25,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5053

    Saiba Mais

    Curso Secagem e Tratamento de Madeira na Fazenda

    Curso Secagem e Tratamento de Madeira na Fazenda

    R$ 218,00 à vista ou em até 10x de R$ 21,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5267

    Saiba Mais

    Curso Uso da Madeira de Eucalipto na Fazenda

    Curso Uso da Madeira de Eucalipto na Fazenda

    R$ 198,00 à vista ou em até 10x de R$ 19,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5268

    Saiba Mais



    Deixe seu comentário

    Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

    O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.


    Outros artigos relacionados à área Produtos Florestais






    O CPT liga para você!





    Exemplo: 31 38997000