Aprenda a criar borboletas

Para muitas pessoas, além de hobbie, criar borboletas é uma fonte de renda

A presença de borboletas em jardins e parques é um indicador de qualidade ambiental.

A criação de borboletas é uma atividade legalizada, e é parte das práticas de preservação e de recuperação do meio ambiente. A presença delas em jardins, parques e florestas é um indicador de qualidade ambiental.

Não há dúvidas, onde há borboletas, o meio ambiente pode ser considerado normal, restaurado, ou melhor, saudável, afirma Osmar Salles de Figueiredo, ex-diretor do Centro de Estudos Brasileiros da Unicamp e professor do curso Criação de Borboletas, organizado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Para muitas pessoas, além de hobbie, criar borboletas é uma fonte de renda. Um exemplo é a ACBP – Associação de Criadores de Borboletas de Poconé, localizada no Mato Grosso, a 120 km de Cuiabá. A organização é formada por famílias, que fornecem crisálidas para outros borboletários brasileiros.

Mas, antes de iniciar-se como criador, é indispensável obter informações seguras das especificidades dessa atividade. Deve-se conhecer desde o animal — a classificação das borboletas, a anatomia, o ciclo de vida, a alimentação, a reprodução delas — até os tipos de instalações, materiais e cuidados empregados.

Ao ser entrevistado para a revista Galileu, o professor do curso elaborado pelo CPT, Osmar Salles de Figueiredo relatou a própria experiência como criador. Ele pesquisou a respeito do assunto e encontrou detalhes sobre os insetos e as estufas, que o surpreenderam e o motivaram a dar sequência ao seu plano de construir um borboletário em seu sítio, no estado de São Paulo. Ele também viajou a Belo Horizonte para conhecer o borboletário mineiro e estabeleceu contato com criadores comerciais de Santa Catarina.

De acordo com o artigo, tendo em vista os sofisticados borboletários pelo mundo afora, a princípio, o professor pensou que seria muito caro montar um, contando apenas com os próprios recursos. Entretanto, ele encontrou meios inteligentes e simples de adaptar as técnicas às condições disponíveis.

Há várias possibilidades de investimento, que variam de acordo com os objetivos do criador. No curso Criação de Borboletas, o professor Osmar Salles de Figueiredo esclarece as diferenças entre criadores amadores e profissionais. Mostra um panorama amplo de como é o comportamento das borboletas e quais as exigências para se investir em projetos de borboletários. Além disso, ele ensina formas inteligentes e simples das técnicas de criação adquiridas com seus estudos e sua experiência.

Por Luci Silva

 

Cursos Relacionados

Curso Coelhos - Técnicas de Criação Curso Coelhos - Técnicas de Criação

Com Prof. Hélcio Mello e Prof. José Francisco

R$ 268,00 à vista ou em até 10x de R$ 26,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Criação de Borboletas Curso Criação de Borboletas

Com Prof. Osmar Salles

R$ 238,00 à vista ou em até 10x de R$ 23,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Criação de Minhocas para Produção de Farinha, Húmus e Matrizes Curso Criação de Minhocas para Produção de Farinha, Húmus e Matrizes

Com Prof. Fabrício Rossi e Prof. Dr. Luiz de Queiroz

R$ 268,00 à vista ou em até 10x de R$ 26,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

ALBINO SALDANHA

04/03/2015

Gostaria de obter informações sobre o desenvolvimento e inicio do trabalho, bem como instalações do bicho da seda, e se existe apoio técnico para orientações.

Resposta do Portal Cursos CPT

29/07/2016

Olá, Albino!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. As seguintes matérias podem lhe auxiliar Bicho-da-seda - alimentação, controle da temperatura e umidade e aplicação de cal hidratada; Como iniciar a sericicultura; Criação do bicho-da-seda - acasalamento, eclosão, alimentação, ecdise e limpeza da cama.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Pequenas Criações

Atendimento Online
Quer Facilidade