Atendimento Online

    Nós apoiamos a Campanha Internacional de Combate ao Câncer de Mama
    / / / Cordeiros em confinamento trazem viabilidade para pequena e média propriedade rural
    Artigos que abordam as diversas áreas do conhecimento

    Cordeiros em confinamento trazem viabilidade para pequena e média propriedade rural

    O confinamento aumenta a eficiência da atividade, permitindo o abate precoce dos animais

    Gostou? Envie a um amigo
    Tamanho da letra Diminuir Aumentar

    Estudos vêm buscando novos sistemas de produção, fato que se concretiza, principalmente, pela tendência de intensificação da criação.

    A produção de carne ovina tem aumentado, ultimamente, estimulada pelo elevado potencial que apresenta o mercado consumidor dos grandes centros urbanos brasileiros. Assim, em função da diversidade das condições ambientais das áreas de criação, estudos vêm buscando novos sistemas de produção, fato que se concretiza, principalmente, pela tendência de intensificação da criação de ovinos em algumas situações. Destaca-se, nesse caso, a introdução da desmama precoce, com recria e terminação dos cordeiros em regime de confinamento total. Sendo esse reconhecidamente mais eficiente quando há baixa disponibilidade de forrageiras para o rebanho e altas taxas de infestações de endoparasitas.

    A opção pela utilização do sistema de recria e terminação de cordeiros em confinamento pressupõe investimentos adicionais, sobretudo no que diz respeito às instalações e à alimentação. Em vista disso, é de suma importância a busca de animais geneticamente capazes de responder ao nível nutricional das dietas oferecidas.

    Diante disso, as características fundamentais de um cordeiro próprio para ser confinado são boa conversão alimentar, altas taxas de crescimento muscular e adequada deposição de gordura. Para se atingir tais expectativas, há que se planejar corretamente o sistema de produção, integrando-lhe harmonicamente a genética, a alimentação e o manejo.

    A produção de cordeiros se atrela à estacionalidade de preços da carne. Altas velocidades de crescimento e acabamento precoce são muito importantes nesse contexto, pois produzindo-se carcaças leves, em sistemas  de confinamento, essas chegam no mercado mais cedo. Isso proporciona um sobrepreço para o produto, antes que o mercado seja invadido pela massa de cordeiros produzidos em pastagens.

    No curso “Produção Intensiva de Cordeiros - Confinamento”, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas em parceria com a UNESP - Universidade Estadual Paulista, são  abordados assuntos como a análise sobre a viabilidade econômica do confinamento de cordeiros, alternativas de instalações, técnicas para desmame precoce, manejo nutricional, manejo sanitário, a influência do fotoperíodo, o dia-a-dia no confinamento e as características genéticas dos cordeiros confinados. Nele você receberá informações do professor Edson Ramos de Siqueira, agrônomo, Doutor em zootecnia, especialista em ovinos da UNESP/Botucatu.

    Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On-Line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

    A produção de carne ovina representa, hoje, uma atividade cuja participação socioeconômica é crescente. Ela vem firmando-se cada vez mais como alternativa de viabilização da pequena e média propriedade rural. Isso, aliado às características da espécie, permite a sua exploração utilizando a mão de obra familiar e instalações simples e de baixo custo.


    AVISO LEGAL

    Este conteúdo pode ser publicado livremente, no todo ou em parte, em qualquer mídia, eletrônica ou impressa, desde que contenha um link remetendo para o site www.cpt.com.br.

    Cursos Relacionados

    Curso Técnicas para Produzir mais Cordeiros

    Curso Técnicas para Produzir mais Cordeiros

    R$ 278,00 à vista ou em até 10x de R$ 27,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5327

    Saiba Mais

    Curso Raças e Cruzamentos de Ovinos

    Curso Raças e Cruzamentos de Ovinos

    R$ 278,00 à vista ou em até 10x de R$ 27,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5310

    Saiba Mais

    Curso Alimentação de Ovinos de Corte

    Curso Alimentação de Ovinos de Corte

    R$ 278,00 à vista ou em até 10x de R$ 27,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5244

    Saiba Mais

    Curso Criação de Ovinos de Corte

    Curso Criação de Ovinos de Corte

    R$ 278,00 à vista ou em até 10x de R$ 27,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5162

    Saiba Mais

    Curso Instalações para Ovinos

    Curso Instalações para Ovinos

    R$ 278,00 à vista ou em até 10x de R$ 27,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5639

    Saiba Mais

    Curso Produção Intensiva de Cordeiros

    Curso Produção Intensiva de Cordeiros

    R$ 278,00 à vista ou em até 10x de R$ 27,80
    sem juros no cartão + frete.

    Cód. 5243

    Saiba Mais



    Deixe seu comentário

    Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

    O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

    Comentários

    josé messias
    09-08-2012

    Desejo maiores informações sobre a criação de cordeiros de corte, em pequenas propriedades.

    Obrigado

    ATT: JOSÉ MESSIAS

    Resposta do Portal Cursos CPT
    10-08-2012

    Olá, José!

    Nossas consultoras entrarão em contato para mais informações sobre o Curso Criação de Ovinos de Corte.

    Atenciosamente,

    Ana Carolina dos Santos

    Antonio Celso Savoia
    04-08-2012

    Desejo começar a criação e engorda de ovinos, mas antes quero aprender e entender como funciona esse seguimento.

    Resposta do Portal Cursos CPT
    24-08-2012

    Olá, Antônio Celso!

    Ficamos felizes por sua visita e comentário em nosso site.

    A criação de ovinos, além de ser um investimento com alto valor lucrativo, possui baixo custo de implantação e tem como produto final, alimentos extremamente saudáveis.

    Do animal pode-se aproveitar o leite, rico em fibras e utilizado na fabricação de queijos; a carne, com ótimo sabor e valor comercial bem mais alto que a carne do boi; e a lã, retirada uma vez ao ano, e vendida com alto valor de mercado.

    Os ovinos, são animais dóceis, que não causam danos ao ambiente onde vivem e são fáceis de criar. Chácaras, sítios e fazendas são localizações ideais para a criação, já que os animais não reagem bem em locais com grande circulação de pessoas.

    Antes de iniciar a criação, o produtor deve verificar qual a raça mais indicada. Por exemplo: se a produção tiver como finalidade obtenção de lã e carne, o ideal é que a temperatura seja mais amena. Para raças que produzem muita lã, o melhor são regiões mais altas e frias. E para raças que possuem pouca lã, o ideal é que vivam em locais mais quentes e secos como as regiões centro-oeste e nordeste.

    As principais raças de ovinos criadas no Brasil, são: Merino Australiano e Ideal (produtoras de lã fina); Corriedale, Romney Marsh e Border Leicester (produtores de carne e lã); Suffolk, Hampshire Down, Ile de France, Texel, Poll Dorset, Santa Inês, Morada Nova e Bergamácia (produtores de carne).

    A estrutura para ovinocultura, deve ter no mínimo 40 metros quadrados, permitindo que os animais circulem. Para que os animais se abriguem da chuva, uma parte deve ser coberta. Um estábulo também sem portas pode ser montado, permitindo que os animais entrem e saiam a vontade.

    Sua reprodução acontece por fecundação do óvulo. O cio da ovelha, acontece geralmente, duas vezes ao ano, no verão e no outono. O ideal, é que se tenha um macho para dez fêmeas.

    Para que a reprodução seja um sucesso, alguns cuidados devem ser tomados, como: a escolha do macho que dará origem ao rebanho e uma análise criteriosa da fêmea. Para uma gestação sem riscos, as ovelhas devem ter mais de um ano de idade.

    A gestação dura entre 145 e 147 dias e o nascimento acontece de forma natural.

    Carneiros e ovelhas são animais que se alimentam de pasto, mas podem também ser educados a comer uma ração balanceada. Em ambos os casos, deve-se ter cuidado para o que está sendo ingerido, pois são animais frágeis e podem ser contagiados com verminoses. A partir de 4 meses, eles passam a se alimentar de forma bem distribuída, necessitando apenas que se coloque comida todos os dias.

    É preciso sempre ter disponível água fresca, seja de fonte natural ou de tanques artificiais, e trocada todos os dias.

    Para lhe orientar mais sobre o assunto, o CPT – Centro de produções Técnicas, possui os seguintes cursos: Criação de Ovinos de Corte; Alimentação de Ovinos de Corte; Formação e Manejo de Pastagens para Ovinos; Raças e Cruzamento de Ovinos; Produção Intensiva de Cordeiros; Instalações para Ovinos e outros relacionados.

    Você também pode se interessar pelos seguintes artigos: Ovinos de corte: conheça as principais técnicas de manejo da criação; Ovinos de corte: destaques do negócio para o pecuarista; Carnes de ovinos abrem oportunidades de lucrar mais; Biotecnologia alavanca o melhoramento genético de ovinos.

    Atenciosamente,

    Ana Carolina dos Santos


    Outros artigos relacionados à área Criação de Ovinos






    O CPT liga para você!





    Exemplo: 31 38997000