Cursos da Área Curso Estratégias para Desenvolvimento de Municípios Curso Como Implantar um Plano de Cargos e Salários Curso Como Administrar Pequenas Empresas Curso Administração Financeira na Pequena Empresa Curso de Negociação - Técnicas e Estratégias de Sucesso Curso Marketing para Pequenas Empresas Curso Treinamento de Gerente de Loja Curso Loja de Sucesso - Planejamento, Gestão e Marketing Curso Planejamento Patrimonial Sucessório por meio de Holding Curso Segurança Patrimonial para Empresas Curso Fidelização de Clientes Curso Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 1 Curso Como Aumentar as Vendas pela Internet Curso de Matemática Financeira Curso Como Tornar sua Empresa uma Franqueadora Curso Como Administrar Estoque e Almoxarifado Curso Liderança Gerencial - Como Desenvolver Habilidades em Liderança Curso Análise de Crédito e Cobrança na Pequena Empresa - Parte 1 Curso Gestão de Pessoas na Pequena Empresa - Parte 2 Curso Análise de Crédito e Cobrança na Pequena Empresa - Parte 2 Curso Primeiros Socorros - nas Escolas, nas Empresas e em Residências Curso Como Administrar Pequenas Indústrias Curso Merchandising Visual para o Seu Negócio Curso Dinâmicas para Motivação e Cooperação de Equipes nas Empresas - Jogos e Dinâmicas com 10 Práticas Curso Dinâmicas para Motivação e Cooperação de Equipes nas Empresas - Práticas de Jogos e Dinâmicas de Grupo Áreas Afins 10Capacitação na Empresa Depoimentos dos Alunos Alunos de Sucesso Depoimentos Publicações TV Cursos CPT Artigos Notícias Dicas Cursos CPT Entretenimento Beirada de Fogão Melhores Filmes do Cinema Reflexões

Aglomerações produtivas: o que são e como funcionam?

As aglomerações produtivas, em tradução livre, são "aglomerações geográficas de atividades econômicas, cujas empresas operam nos mesmos setores ou em setores relacionados"

Aglomerações produtivas: o que são e como funcionam?   Artigos Cursos CPT
 

As aglomerações produtivas podem ser entendidas, como sendo, em tradução livre, "aglomerações geográficas de atividades econômicas, cujas empresas operam nos mesmos setores ou em setores relacionados" (GIULIANI e BELL, 2005, p. 47). Haddad (2007c, pág. 1), citando o trabalho realizado em 2002 no âmbito do Projeto de Desenvolvimento Atualização dos Eixos (MINIPLAN), aponta oito nacionais tipologias de Integração e aglomerações produtivas no Brasil, que apresentam características estruturais, como nível de organização, cultura empresarial, dentre outras, que levam a diferentes estratégias para sua promoção e desenvolvimento. São elas:

1- Agrupamento de Sobrevivência Informal


Dentro desse contexto, a atividade econômica é preponderantemente informal, representada por grupos de pequenos produtores autônomos, ou por grupos familiares. Exploram a vantagem comparativa da existência de fatores básicos ou não especializados da região, para a sobrevivência, de maneira muito precária; exemplos: apicultura, artesanato, extrativismo vegetal entre outros.

2- Agrupamento de Vantagem Comparativa


Normalmente, apresenta-se como um agrupamento de micros, pequenas e médias empresas, muitas
das vezes, empresas informais que agregam reduzido valor aos fatores básicos da região, frequentemente, atuando como produtores de manufatura de primeiro beneficiamento. Exemplos: gesso na Serra do Araripe (PE), fruticultura irrigada no Vale do Açu (RN) entre outros.

3- Agrupamento Modelo Tradicional de Crescimento


Grupo formado por pequenas e médias empresas que, muitas vezes, convivem com algumas empresas de grande porte, mas com pouco relacionamento entre elas. Apesar de já agregarem valor ao produto e ocuparem posições importantes no mercado regional ou nacional, falta visão estratégica de crescimento sustentável. Exemplos: moda íntima feminina em Nova Friburgo (RJ), coureiro-calçadista em Campina Grande (PB), confecções em Tobias Barreto (SE) e outros.

4- Agrupamento de Alavancagem Competitiva


Nesse contexto, as micro e pequenas empresas convivem com grupo de empresas de grande porte,
atuando em diversas etapas da cadeia produtiva. Dentre elas, existem empresas que se destacam no mercado nacional, mas que encontram dificuldades estratégicas para competir no mercado internacional. Exemplos: coureiro-calçadista no Vale dos Sinos (RS), cerâmica em Criciúma (SC), têxtil em Itajaí (SC), moveleiro na Serra Gaúcha (RS) e em Ubá (MG) entre outros.

5- Agrupamento com base em Empresa-âncora


É um conjunto de pequenas e médias empresas que fornecem produtos/serviços para uma ou mais grandes empresas (âncora), geralmente empresas nacionais. A cooperação vertical é forte entre as empresas-âncora e as empresas fornecedoras. Há aqui o objetivo de promover o desenvolvimento da
cadeia produtiva como um todo. Exemplos: metal mecânico no Espírito Santo, suinícola do Oeste de Santa Catarina e no Triângulo Mineiro, petrolífero no Rio de Janeiro etc.

6- Agrupamento Dependente de Logística Exportadora


É formado por empresas de médio e de grande porte que, geralmente, possuem competitividade produtiva mundial, resultado de condições naturais propícias, e de desenvolvimento tecnológico. Essas empresas são fortemente dependentes de logística eficiente e competitiva internacionalmente. Entretanto, possuem presença internacional aquém do seu potencial. Exemplos: fruticultura em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), soja em Barreiras (BA), proteína animal no Triângulo Mineiro (MG) e no Oeste Catarinense etc.

7- Agrupamento de Base Tecnológica


É formado, preponderantemente, por grupo de micros, pequenas e médias empresas, normalmente spin-offs das universidades locais/incubadoras; geralmente, elas convivem com empresas maiores e
competem em setores intensivos em tecnologia. Entretanto, apesar do grande conhecimento tecnológico existente, essas MPMEs ainda não possuem posicionamento consolidado no mercado nacional e no mercado internacional. Exemplos: base tecnológica em São Carlos (SP), software em Joinville (SC), biotecnologia em Belo Horizonte (MG) entre outras.

8- Agrupamento de Alta Tecnologia


Uma empresa-âncora (ou mais) estrutura uma cadeia produtiva global (apoiada por micros, pequenas e médias empresas de alta tecnologia) para elaborar produto (ou produtos) de alta complexidade, atendendo tanto o mercado interno como demandas globais. Em alguns casos, essas empresas destacam-se no mercado internacional como “plantas produtivas”, a partir de estratégias da empresa matriz. Exemplos: automotivo em Belo Horizonte (MG), telecomunicações em Campinas (SP), aeronáutica em São José dos Campos (SP), dentre outros.

Conheça os Cursos a Distância CPT, em Livros+DVDs e Cursos Online, da área Gestão Empresarial, entre eles o Curso CPT Estratégias para Desenvolvimento de Municípios.
Por Silvana Teixeira.

 

Cursos Relacionados

Curso Como Administrar Pequenas Empresas Curso Como Administrar Pequenas Empresas

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 398,00 à vista ou em até 10x de R$ 39,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Como Administrar Estoque e Almoxarifado Curso Como Administrar Estoque e Almoxarifado

Com Prof. Hélvio Tadeu

R$ 398,00 à vista ou em até 10x de R$ 39,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Estratégias para Desenvolvimento de Municípios Curso Estratégias para Desenvolvimento de Municípios

Com Prof. Brenner Lopes

R$ 498,00 à vista ou em até 10x de R$ 49,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Gestão Empresarial

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade