Leitões bem manejados resultam em eficiência na produção

O bom manejo consiste no conjunto de técnicas utilizadas na criação, em suas diferentes etapas, desde o nascimento até o abate

http://cptstatic.s3.amazonaws.com/imagens/enviadas/materias/materia2583/m-maternidade.JPG

Os cuidados com os leitões  começam antes do nascimento, ou seja, na atenção especial com a porca gestante.

A produção nacional de suínos passou por significativas mudanças que se consolidaram, constituindo a base do que hoje é a suinocultura. Sua evolução atinge a cadeia produtiva como um todo, da genética à gestão de negócios, passando, é claro, pela nutrição, instalação, sanidade e práticas ambientalmente corretas.

Nesse contexto, a eficiência da produção suinícola está diretamente relacionada com o manejo do rebanho, que refere-se ao conjunto de técnicas utilizadas na criação, em suas diferentes etapas, desde o nascimento até o abate.

Maternidade

Os cuidados com os leitões recém-nascidos começam antes do nascimento, ou seja, na atenção especial com a porca gestante, visando à preparação da maternidade. Além da assistência permanente durante o parto, para garantir o maior número possível de leitões nascidos vivos.

O preparo da fêmea antes de chegar o momento do parto merece muita atenção. Ela deve ser vacinada contra paratifo, com vacina antibacteriana, e receber uma dose de vermífugo, entre 10 e 20 dias antes do parto. Dez dias antes, iniciam-se os preparativos para a higienização da maternidade e da porca. A cela parideira precisa ser bem raspada, lavada e desinfetada, ficando sem uso por 48 horas. Só então, a fêmea poderá ser conduzida à maternidade. A higienização do animal requer o uso de água e sabão de coco com a utilização de uma escova macia.

Logo ao nascer, o leitão deve ser submetido à remoção dos restos fetais; atadura; corte e desinfecção do cordão umbilical e da cauda; e corte dos dentes. Em seguida, é posto em contato com o úbere da porca o mais rapidamente possível, para a primeira mamada. Fornecer aquecimento adicional ao recém-nascido é outra providência fundamental. A partir do primeiro dia de vida, os leitões devem ter água limpa e de boa qualidade à disposição, e receber ração a partir do sétimo dia.

http://cptstatic.s3.amazonaws.com/imagens/enviadas/materias/materia2583/m-desmame.JPG

Recomenda-se que o desmame seja feito aos 21 ou 28 dias de vida do leitão.

Desmama

O desmame é a separação dos leitões da porca, ou seja, um processo bastante complicado, qualquer que seja a idade em que aconteça. Saber a hora de desmamar depende do tipo de rebanho, das condições, da intensidade e dos objetivos do criador. Teoricamente, os leitões podem ser desmamados quando o produtor quiser, mas se isso acontecer muito cedo, serão necessárias outras manobras de manejo.

Recomenda-se que o desmame seja feito aos 21 ou 28 dias de vida do leitão, sempre no mesmo dia da semana, o que facilita os manejos seguintes. Para tomar a decisão sobre a hora certa de desmamar, o produtor precisa considerar aspectos nutricionais, as instalações e a qualidade da mão-de-obra a ser utilizada. Todos os leitões, sem exceção, devem ser pesados. Dependendo do planejamento, eles poderão ficar na maternidade ainda por algum tempo, a fim de reduzir o estresse. Do contrário, serão transferidos para a creche no mesmo dia.

Manejo nutricional

http://cptstatic.s3.amazonaws.com/imagens/enviadas/materias/materia2583/m-alimentacao.JPG

O fornecimento de alimentação sadia é fundamental à saúde e ao bem estar dos animais.

O fornecimento de alimentação sadia, que atenda às necessidades nutricionais dos suínos, é fundamental à saúde e ao bem estar dos animais em todos os estágios da produção. Existem no mercado diversos tipos de rações, como as comerciais de uso imediato; concentrados, que misturados ao milho tornam-se rações balanceadas; e alimentos para a fabricação de ração na própria granja.
 
A composição de uma ração balanceada a ser misturada na própria  granja deve conter alimentos energéticos, como fubá de milho, sorgo, farelo de trigo, farelo de arroz; proteicos, como farelo de soja, farelo de amendoim, farinha de peixes, farinha de carne; e fontes de minerais e vitaminas. Para a fabricação de ração na granja, é importante a orientação de um zootecnista especializado.

Vacinas

O sucesso na formação dos anticorpos, que são as defesas naturais, depende diretamente do manejo, desde o nascimento até o uso de vacinas injetáveis. O colostro é responsável pela imunidade passiva, tendo papel decisivo no desenvolvimento dos mecanismos que permitem a imunidade ativa, que é a capacidade de reação do organismo à ação de agentes externos danosos à saúde.
 
A imunidade ativa é obtida por meio da aplicação de vacinas durante  a lactação ou no período de creche. O objetivo principal é proteger os  leitões contra pneumonia enzoótica, pleuropneumonia e rinite atrófica,  doenças respiratórias que provocam danos consideráveis em toda a leitegada.

Biossegurança

http://cptstatic.s3.amazonaws.com/imagens/enviadas/materias/materia2583/m-biosseguranca.JPG

O controle da biossegurança é essencial para a manutenção da saúde do rebanho.

Consiste em um conjunto de normas e procedimentos que devem ser rigorosamente seguidos para evitar a entrada de agentes infecciosos (vírus, bactérias, fungos e parasitas) no plantel, e também para controlar sua disseminação entre os diferentes setores ou grupos de animais dentro do sistema de produção.

O sistema de produção deve ser planejado de forma que esteja o mais isolado possível de outros criatórios ou aglomerados de suínos, de maneira a evitar ao máximo a propagação de doenças por via aérea e por vetores.

O acesso deve ser restrito ao trânsito de pessoas e/ou veículos com autorização prévia. Em suas dependências, devem estar inclusos o escritório e o banheiro, junto à cerca que contorna o local. O banheiro deve possuir uma área suja, chuveiro e uma área limpa, onde devem ficar as roupas e botas da granja, para que o fluxo entre as áreas seja possível apenas pelo chuveiro. Todos os dias, os funcionários devem tomar banho e trocar a roupa antes de iniciar os trabalhos.

Por: Patrícia Tristão.

http://www.cpt.com.br/imagens/materias/cursos-cpt-manejo-leitoes.jpg

Cursos Relacionados

Curso Criação de Suínos - Manejo de Reprodutores e Matrizes Curso Criação de Suínos - Manejo de Reprodutores e Matrizes

Com Prof. Dr. Paulo Brustolini

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Manejo de Leitões do Nascimento ao Abate Curso Manejo de Leitões do Nascimento ao Abate

Com Prof. Dr. Paulo Brustolini

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Sistema Orgânico de Criação de Suínos Curso Sistema Orgânico de Criação de Suínos

Com Prof.ª Arenales

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Produção de Suíno Light - Mais Carne, Menos Gordura Curso Produção de Suíno Light - Mais Carne, Menos Gordura

Com Prof. Luiz Mário

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Edijonas Marçal de Oliveira

05/11/2012

olá boa tarde! sou apaixonado por criação de porcos, e estou muito contente de ver novos modelos de apostilas e seleções genéticas parabéns pelos trabalho de vocês.

Resposta do Portal Cursos CPT

29/08/2016

Olá, Edijonas!

Agradecemos por seu comentário e visita em nosso site.

Não deixe de acessar nosso site para ficar sabendo mais sobre sua área de interesse.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Suinocultura

Atendimento Online
Quer Facilidade