Cólicas em cavalos - saiba mais sobre cada uma delas

As frequentes manifestações de dores abdominais em cavalos, na grande maioria das vezes, são causadas por cólicas provenientes do aparelho digestivo

Colica em Cavalos

 

As frequentes manifestações de dores abdominais em cavalos, na grande maioria das vezes, são causadas por cólicas provenientes do aparelho digestivo. Quando em fase inicial, a dor apresenta-se intermitente, podendo durar por aproximadamente de 10 minutos, com intervalos de relaxamento. Quando mais grave, a dor é contínua e vem acompanhada de sinais de choque, sudorese abundante, respiração ofegante e movimentos involuntários.

O que causa a cólica nos cavalos?

Devido ao fato de os cavalos possuírem estômago pequeno e não terem rúmen, sua alimentação não pode sofrer alterações bruscas, sejam elas na quantidade ou na qualidade do alimento, evitando, assim, a distensão do estômago por excesso de comida. Portanto, o criador deverá se atentar a qualquer irregularidade, por exemplo, evitar alimentos finamente moídos, evitar alimentar os cavalos antes de começarem a trabalhar e, ainda, evitar alimentos deteriorados, como forrageiras e concentrados mofados, mal conservados ou vencidos. Esses fatores são os principais responsáveis pela formação de gases ou líquidos de fermentação que causam cólicas nos equinos.

Quais os principais sintomas de cólica nos cavalos?

Os principais sintomas de cólica nos cavalos são:

- agitação;
- olhares frequentes para o flanco;
- rolamento pelo chão;
- raspamento do chão;
- sapateamento;
- coices; e
- queda.

Em casos de animais castrados, estes passam a expor o pênis sem urinar, urinam mais frequentemente e em pequenas quantidades e batem continuamente na água sem bebê-la.

Existe mais de uma categoria de cólica equina?

De acordo com a sua origem, a cólica equina é dividida em duas categorias: primária ou verdadeira e secundária ou falsa. São elas:

Cólica Primária ou verdadeira: acontece devido à distensão do estômago ou do intestino. Quando a cólica primária acontece, ela pode ser estática, ocorrendo acúmulo de alimento, gás ou líquido, ou ela pode ser transitória, ocorrendo distensão periódica local, proveniente de um espasmo e aumento dos movimentos peristálticos do intestino. No primeiro caso, os acúmulos estáticos são classificados como cólicas físicas, enquanto que as distensões transitórias são classificadas como cólicas funcionais.

Cólica Secundária ou falsa: este tipo de cólica acontece quando a causa provém de afecções do peritônio, baço, rins, intoxicações alimentares e outros órgãos internos.

Quais são os tipos mais comuns de cólicas equinas?

Os tipos mais comuns de cólicas que mais afetam os equinos são:

Cólica de impacto: neste caso há uma obstrução, na maioria das vezes no intestino grosso, por causa de uma sobrecarga de alimento fibroso não-digerível.

Cólica por gases: ocorre devido ao estiramento do intestino grosso, acarretando em dor abdominal.

Cólica espasmódica: ocorre devido a um acúmulo de gás dentro do aparelho digestivo.

Cólica por parasitas: ocorre quando o equino apresenta grande número de parasitas, por exemplo, o Parascaris equorum.

Colite: ocorre devido à inflamação do intestino grosso.

Deslocamento ou torção gástrica: também conhecida como vólvulo, este tipo de cólica ocorre quando o intestino do cavalo encontra-se em posição anormal no abdômen.

Independente do tipo, é fundamental que o cavalo receba atendimento o mais rápido possível, de preferência quando as fezes ainda estão sendo eliminadas, quando há a presença dos ruídos intestinais e quando há um sintoma retal positivo. Portanto, não deixe de solicitar a presença de um profissional para fazer o correto diagnóstico da dor, indicando o tratamento correto ao animal. Resta ao criador, enfim, fazer a prevenção com um correto manejo animal, para que este sintoma não volte a acometer seu animal.

Por Silvana Teixeira.
Fontes: Infoescola, Saúde Animal e Escola do Cavalo.

Cursos Relacionados

Curso Alimentação de Cavalos Curso Alimentação de Cavalos

Com Prof. Dr. Orlando Marcelo Vendramini

R$ 368,00 à vista ou em até 10x de R$ 36,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos Curso Aprenda a Montar e Lidar com Cavalos

Com Prof. Dr. Haroldo Vargas

R$ 348,00 à vista ou em até 10x de R$ 34,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Equinos Curso Enquanto o Veterinário Não Chega - Atendimento a Equinos

Com Prof. Dr. Haroldo Vargas

R$ 348,00 à vista ou em até 10x de R$ 34,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Jaqueline

08/10/2015

Minha égua está prenha mas esta saindo um líquido meio vermelho e gosmento mas agora ela está muito triste e só que ficar deitada o q eu faco

Resposta do Portal Cursos CPT

19/02/2017

Olá, Jaqueline!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. É muito importante que você procure um médico veterinário para atender sua égua.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Criação de Cavalos

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade