Galinhas poedeiras têm na alimentação um dos fatores de maior importância para criação

O conhecimento sobre as tecnologias empregadas na criação de poedeiras e produção de ovos é a base para a boa qualidade da avicultura de postura

O ovo de galinha é um alimento muito conhecido e apreciado na alimentação humana desde a antiguidade. Criar galinhas para produção de ovos não é uma atividade difícil, já que a tecnologia para produção está completamente dominada e vem só melhorando ao longo dos anos.

Destinadas à produção de ovos, as galinhas poedeiras podem ser criadas em quintais, chácaras, sítios.

Destinadas à produção de ovos, as galinhas poedeiras podem ser criadas em quintais, chácaras, sítios, entre outros locais.

Destinadas à produção de ovos, as poedeiras podem ser criadas em quintais, chácaras, sítios, galinheiros comuns, em chão de granjas, em gaiolas coletivas e individuais, sendo muito importante que o avicultor esteja disposto a manter o bem estar das aves, garantindo-lhes boas condições de instalações e equipamentos. Além de oferecer treinamento aos funcionários, principalmente aos tratadores, para que eles tenham a capacidade de cuidar do aviário.

A criação de aves de postura é dividida em três fases: inicial ou de cria, até 6 semanas de idade; de recria, de 7 a 17 semanas de idade; e de produção, de 18 a 76 semanas. A fase de produção pode se estender até 90 ou 120 semanas se você realizar uma ou duas mudas forçadas.

Uma boa linhagem deve ter baixa taxa de mortalidade, capacidade de postura acima de 240 ovos por ano, alta porcentagem de ovos grandes, boa capacidade de pigmentar as gemas, resistência a doenças, alta taxa de eclosão, fertilidade, qualidade interna do ovo, maturidade sexual precoce e baixa incidência de manchas no seu interior. Dentre as várias disponíveis no mercado, podemos destacar as Lohman (Brown e LSL); Isa (Brown e Babcock); Hy-line; e Hissex.

As galinhas poedeiras leves são para produção de ovos brancos e poedeiras semipesadas para produção de ovos vermelhos.

As galinhas poedeiras leves são para produção de ovos brancos e poedeiras semipesadas para produção de ovos vermelhos.

Independente da linhagem ou marca, o criador deve escolher o tipo de ave a ser criada, poedeiras leves para produção de ovos brancos ou poedeiras semipesadas para produção de ovos vermelhos. Para manter a produção constante o ano todo, o criador deve programar adequadamente a entrada e saída de lotes na criação. É recomendável projetar instalações para atender a um lote na fase de cria e recria e três ou quatro lotes com idades diferentes para a fase de produção. Isso vai permitir produção ao longo de todo o ano, evitando que o produtor fique sem, ou com baixa produção de ovos para comercialização em determinadas épocas.

A alimentação é um dos fatores de maior importância na criação de poedeiras comerciais porque representa, aproximadamente, 70% do custo de produção da atividade de postura. É também a principal responsável pelo desenvolvimento e produção das aves, o que interfere diretamente na rentabilidade da criação. Por isso é necessário que se tenha acesso a rações de excelente qualidade, para se ter bons resultados, sendo o programa básico de alimentação de poedeiras dividido de acordo com a fase em que a ave se encontra, de acordo com a sua idade. Normalmente, quem estabelece um programa de alimentação é um técnico responsável, que pode ser um zootecnista ou um médico veterinário.

O Curso Galinhas Poedeiras - Cria e Recria, elaborado pelo CPT - Centro de Produções Técnicas, oferece a oportunidade para os avicultores conhecerem as técnicas de cria e recria de galinhas poedeiras. No curso você receberá informações do professor Júlio Maria Ribeiro Pupa, médico veterinário, mestre e doutor em avicultura e suinocultura pela UFV - Universidade Federal de Viçosa.

Após fazer o curso e ser aprovado na avaliação, o aluno recebe um certificado de conclusão emitido pela UOV – Universidade On Line de Viçosa, filiada mantenedora da ABED – Associação Brasileira de Educação a Distância.

As medidas de higiene e profilaxia, ou seja, de prevenção, podem ser de caráter geral ou específicas, no caso das vacinas. O programa de vacinação deve ser seguido de acordo com a orientação de um técnico especializado. Esses programas variam sistematicamente em função do risco sanitário da região onde a granja está localizada e das condições de biossegurança da mesma. A vacinação em regiões de risco deve ser realizada como medida de prevenção, com o intuito de proteger as aves contra doenças.

Pensando em você, cliente CPT, o Centro de Produções Técnicas disponibiliza gratuitamente um manual prático sobre as principais raças de galinha com fim comercial. Tudo elaborado em linguagem simples e ilustrações para melhor exemplificar o conteúdo.

Portanto, não perca tempo!

 

Confira mais informações, acessando os Cursos CPT da área Avicultura.

Faça já o Download Grátis
Faça já o Download Grátis Manual sobre as Principais Raças de Galinha com fim Comercial

Basta preencher os campos abaixo para receber o material por e-mail:

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.

Cursos Relacionados

Curso Codornas - Recria e Reprodução Curso Codornas - Recria e Reprodução

Com Prof. Dr. Joji Ariki e Prof.ª Dr.ª Vera Moraes

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Criação Orgânica de Frangos de Corte e Aves de Postura Curso Criação Orgânica de Frangos de Corte e Aves de Postura

Com Prof.ª Arenales

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos

Com Prof. Dr. Júlio Puppa

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Comentários

Guilherme Gontijo

13/06/2016

Gostaria de saber se tem um horário em que as galinhas normalmente botam mais. Pela manhã ou pela tarde? Digo isso pois quero que elas botem dentro do galinheiro pra depois poder soltá-las pra pastarem.

Resposta do Portal Cursos CPT

01/07/2016

Olá Guilherme,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Não existe um horário que as galinhas botam mais.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Leandro Bomfim Silva Dos Santos

04/06/2016

Boa noite tenho aves com 28 semanas e ainda não começaram a postura, além disso uma das que estavam colocando pararam de colocar o que faço?

Resposta do Portal Cursos CPT

01/07/2016

Olá Leandro,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Pode estar acontecendo alguma coisa com a alimentação. Seria interessante consultar um veterinário para que um correto manejo nutricional seja realizado.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Rogério Cândido de Melo

27/02/2016

Olá minhas galinhas são caipiras indio gigante e pararam de botar,qual seria o alimento correto.

Resposta do Portal Cursos CPT

01/07/2016

Olá Rogério,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. A ração para o índio gigante é a mesma utilizada para outras criações de galinhas. Porém, para o pleno desenvolvimento das aves, o importante é assegurar o fornecimento de alimento com qualidade, que pode ser comprado em lojas de produtos agropecuários. Lembre-se que o milho é indispensável, e verduras (exceto a alface) são ótimas como complemento.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

ERIVAN GONZAGA DO SANTOS JUNIOR

24/02/2016

BOA TARDE, TENHO UMA PEQUENA PRODUÇÃO DE GALINHAS POEDEIRAS, ESTÃO COM 12 SEMANAS, AINDA NÃO ESTÃO PONDO E ESTOU COM UM PROBLEMA AS VEZES ELAS FICAM SE BICANDO E AS VEZES ATE UMA MATA A OUTRA, GOSTARIA DE SABER COMO RESOLVER ESSE PROBLEMA E TAMBÉM A QUANTIDADE DE RAÇÃO QUE TENHO QUE COLOCAR POR DIA PARA CADA GALINHA, MUITO OBRIGADO E TENHA UMA BOA TARDE.

Resposta do Portal Cursos CPT

01/07/2016

Olá Erivan,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. As galinhas bicam umas às outras para expressar dominância. Este comportamento, muitas vezes, poderá resultar em galinhas se ferindo de forma grave, causando danos à sua criação. Siga estas medidas a fim de evitar esse problema.

- Com a finalidade de evitar a superpopulação, proporcione um espaço suficientemente grande para as galinhas na área de regas, de alimentação e gaiolas. A superlotação poderá aumentar as chances das galinhas bicarem umas às outras.

- A escassez de alimentos pode ser motivo suficiente para a agressão. Levando em conta esse fato, providencie comida e água em quantidades necessárias para cada animal.

- Considere que as aves são menos ativas na penumbra. As luzes brilhantes são irritantes para as galinhas e podem agravar o seu comportamento. Por esse motivo, mantenha baixos níveis de luz nos galinheiros.

- Forneça alimentos ricos em fibras - feno de alfafa e aveia em flocos - às galinhas. Pare de alimentar através de pelotas se essa prática agravar a violência. Ao invés disso, procure alimentá-las através de triturados.

- Mantenha suas galinhas em forros de lascas de madeira em vez de pisos de arame. O uso da areia como forro agrava os conflitos, use apenas madeira ou palha.

- A presença de parasitas pode irritar as galinhas e aumentar o risco de conflitos, por isso, procure sempre verificar a presença de piolhos, pulgas e ácaros nos frangos.

- Remova os pintinhos que estão doentes, fracos ou descoloridos. Os filhotes que não estão saudáveis ​​apresentam um alvo ideal de bicada para os frangos saudáveis.

- Ultilize um método da Estação Experimental de Wisconsin que é chamado de "cura do sal". Esse método consiste em adicionar uma colher de sopa de sal à um litro de água. Forneça esta mistura para as galinhas na mesma quantidade que a sua alimentação de água habitual. Substitua com água fresca à tarde e repita o processo depois de três dias.

- Se as dicas não alcançarem sucesso, procure aparar o bico das galinhas para solucionar o caso. Essa prática é mais eficiente com filhotes, pois seus bicos são mais suaves.

Atenciosamente,
Ana Carolina dos Santos

ERANDY MOREIRA DA SILVA

15/02/2016

OLA AMIGOS BOA TARDE TENHO UMA PEQUENA PRODUÇAO DE GALINHAS POEDEIRAS ATE QUE ESTAO PONDO BEM MAS ESTOU COM UM PROBLEMA SERIO E QUE ELAS ESTAO PICANDO MUITOS OS OVOS, E VEJO QUE ALGUNS OVOS ESTAO SAINDO COM A CASCA BEM FININHA O QUE DEVO FAZER PARA RESOLVER ESSE PROBLEMA DESDE JA AGRADEÇO

Resposta do Portal Cursos CPT

01/07/2016

Olá Erandy,

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Ovos de casca fina, quer dizer que a alimentação das poedeiras está deficiente em cálcio. Seria interessante ou adicionar cálcio na ração das galinhas ou comprar uma ração com um nível indicado de cálcio.

A galinha quando começa a bicar e comer ovo é difícil de parar. Muitas vezes é melhor descartar uma ave desta que acaba sendo uma maçã podre no resto e substituir por outra ave que não esteja bicando.

Agora quando se trata de uma galinha boa, poedeira que valha a pena manter, pode-se tentar tirar esse vício dela. Para isso deve-se atacar as duas principais razões por que ela está bicando esse ovo. Normalmente é por uma deficiência de proteína na ração ou até por causa de água, por ser de água de má qualidade ou água quente.

Se a água estiver com mau cheiro ou contaminada, a galinha pode rejeitar e aí ela busca beber a clara do ovo.

Além desses dois problemas da proteína e da água, tem mais uma dica. A dica seria pra tentar recuperar a ave, seria coletar os ovos mais vezes ao dia. Não deixar o ovo lá tanto tempo. Outra dica é cortar ou queimar a ponta do bico da galinha, mas cuidado para não cortar a língua junto.

Além da proteína, a falta de cálcio também pode levar a galinha a comer os ovos.  

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Pedro lucas

14/01/2016

Queria saber se posso dar ração de postura de galinhas para codornas poedeiras

Resposta do Portal Cursos CPT

01/07/2016

Olá, Pedro!

Agradecemos pela visista e comentário em nosso site.

Sim, apesar de existirem no mercado rações específicas para codornas. Porém atente-se aos seguintes detalhes:

- Para cada fase de vida da codorna indica-se um tipo específico de alimentação.
- Nos primeiros 15 dias, dê ração inicial e dos 16 aos 50 dias de vida a de crescimento. A partir daí, forneça apenas ração de postura.
- As trocas de alimentação devem ser feitas aos poucos, mantendo-se a marca do produto oferecido para evitar mudanças no metabolismo.
- Em média, cada ave adulta consome 25 gramas de ração por dia.

Atenciosamente,
Silvana Teixeira.
Fontes: Victor Sampaio Maciel - Engenheiro Agrônomo/CPT e Globo Rural.

ronaldo

11/01/2016

Muito bom, gostei!

Resposta do Portal Cursos CPT

01/07/2016

Olá, Ronaldo!

Agradecemos pela visita e comentário em nosso site.

Não deixe de nos vistar. Diariamente publicamos novos conteúdos que muito poderão ajudá-lo em sua capacitação profissional.

Atenciosamente,

Silvana Teixeira.

Benedict

23/11/2015

Eu quero começar a criação de frangos comerciais, frangos de corte e poedeiras. Estou interessado em aprender como fazer a alimentação em quantidade comercial para alimentar o frangos. Meu português não é muito bom. Eu vou ser feliz para atender a um consultor para treinamento.

Resposta do Portal Cursos CPT

01/07/2016

Olá, Benedict!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Nossas consultoras entrarão em contato com mais informações sobre os Cursos CPT da área Avicultura.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Alan Mariano da Silva

23/11/2015

Bom dia! Eu gostaria de saber se a ração de pinto fase inicial para pintos de corte, pode também ser usada como ração para pintinhas de galinhas poedeiras? E se o uso desta ração pode acarretar algum problemas nas pintinhas de galinhas poedeiras?

Resposta do Portal Cursos CPT

01/07/2016

Olá, Alan!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Seria inetessante consultar um especialista para mais informações.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Jacineide Gouveia

09/09/2015

Gostaria muito de saber mais sobre galinhas poedeiras.

Resposta do Portal Cursos CPT

01/07/2016

Olá, Jacineide!

Agradecemos sua visita e comentário em nosso site. Para mais informações sobre galinhas poedeiras, clique aqui.

Atenciosamente,

Ana Carolina dos Santos

Outros artigos relacionados à área Avicultura

Atendimento Online
Quer Facilidade