Aves ornamentais - criação de pavões tem menor investimento inicial e maior lucro

O investimento acessível é um dos principais motivadores para quem pretende iniciar uma criação de aves ornamentais como faisões, galinhas, marrecos, pavões, grows, gansos e outros

Aves ornamentais - criação de pavões tem menor investimento inicial e maior lucro

 

O investimento acessível é um dos principais motivadores para quem pretende iniciar uma criação de aves ornamentais como faisões, galinhas, marrecos, pavões, grows, gansos e outros. O espaço físico não precisa ser grande, apenas seis metros quadrados são suficientes. Normalmente, o sistema de criação é semiaberto, com uma área coberta para proteção contra a chuva. O espaço tem que ser seco e com boa drenagem.

O investimento acessível é um dos principais motivadores para quem pretende iniciar uma criação de aves ornamentais

O investimento acessível é um dos principais motivadores para quem pretende iniciar uma criação de aves ornamentais

O faturamento médio depende do tipo de ave que o criador escolher e a procura por esses animais está crescendo. Os principais consumidores são donos de propriedades rurais que escolhem as aves para enfeitá-las. Crianças também representam um público fiel. A demanda pelos animais aumenta na Primavera, pois que entre maio e setembro, as aves chamam mais a atenção dos compradores, por estarem com as penas renovadas.

Com a violência das grandes cidades, os sítios têm servido como refúgio. Nesses locais, a presença de aves ornamentais como faisões e galinhas deixa o ambiente mais agradável. No entanto, nem tudo são “flores”. Itens importantes devem ser levados em consideração ao iniciar o negócio e o primeiro cuidado é adquirir as aves de criadores idôneos.

O controle de umidade é outro ponto crucial. As aves devem ser colocadas em locais secos, longe de correntes de vento. Para que o criadouro não acumule água, o ideal é colocar areia no chão. É importante desinfetar rigorosamente as instalações e equipamentos, além de trocar as camas dos abrigos periodicamente. Os animais precisam ser alimentados adequadamente com ração balanceada e verde à vontade. Evitar circulação de pessoas estranhas e presença de aves selvagens também são duas ações relevantes.

Galinhas, galos, pombos, marrecos e pavões podem ser criados em uma área de seis metros quadrados

Galinhas, galos, pombos, marrecos e pavões podem ser criados em uma área de seis metros quadrados

Para combater parasitas como piolhos, carrapatos e sarnas, deve-se desinfetar rigorosamente as instalações e equipamentos. Não pode haver excesso de umidade e os abrigos não devem estar superlotados. Outro fator de grande importância, é que os criadores precisam estar atentos em relação à contaminação de água e alimentos. A realização periódica de exames de fezes e o uso de vermífugos específicos, de acordo com orientação de um médico veterinário, são duas ações importantes.

Galinhas, galos, pombos, marrecos e pavões podem ser criados em uma área de seis metros quadrados. Grows (de origem africana) e cisnes precisam, de pelo menos, 100 m2 para reprodução. Recomendas-se começar com apenas uma espécie. O pontapé inicial pode ser dado com 20 galinhas (um galo para cada três fêmeas), dois casais de faisões, dez casais de pombos, um casal de pavões, três casais de marrecos. Mas, o criador precisa estar atento ao fato de que o retorno do investimento ocorre a médio prazo. Na criação de galinhas, tempo de retorno chega a cinco meses. Já os pombos reproduzem-se dentro de quatro meses. No caso dos faisões, um ano é o tempo mínimo. Marrecos e pavões podem ser comercializados satisfatoriamente depois de dois anos do início da criação. Faisões e pavões geram um faturamento mais expressivo. Deve-se optar por aves de raças puras, buscando sempre a melhoria dos plantéis.

Aprimore seus conhecimentos acessando os Cursos CPT, da área Aves Exóticas, entre eles o Curso Criação de Pavões, elaborados pelo Centro de Produções Técnicas.

Por Silvana Teixeira

Saiba mais sobre Criação de Pavões, acessando os artigos abaixo:

Pavões - dicas de comercialização e técnicas de criação dessas aves exóticas

Fases da criação de pavões - cria, recria, crescimento, jovem e adulto

Pavões - principais doenças, sintomas, como evitá-las e tratamento indicado

Marrecos e pavões podem ser comercializados satisfatoriamente depois de dois anos do início da criação

 

Cursos Relacionados

Curso Criação de Frango e Galinha Caipira Curso Criação de Frango e Galinha Caipira

Com Prof. Dr. Luiz Albino

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Criação de Periquitos Australianos Curso Criação de Periquitos Australianos

Com Dr. Renato Azevedo

R$ 238,00 à vista ou em até 10x de R$ 23,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Os Segredos da Criação e Comercialização de Agapornis Curso Os Segredos da Criação e Comercialização de Agapornis

Com Prof. Paul Richard

R$ 238,00 à vista ou em até 10x de R$ 23,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Criação de Pavões Curso Criação de Pavões

Com Prof. João Batista

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Produção de Frangos de Corte Curso Produção de Frangos de Corte

Com Prof. Dr. Tadeu Cotta

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais
Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos Curso Galinhas Poedeiras - Produção e Comercialização de Ovos

Com Prof. Dr. Júlio Puppa

R$ 298,00 à vista ou em até 10x de R$ 29,80 sem juros no cartão + frete

Saiba mais

Deixe seu comentário

Avise-me, por e-mail, a respeito de novos comentários sobre esta matéria.

O CPT garante a você 100% de segurança e confidencialidade em seus dados pessoais e e-mail.
Seu comentário foi enviado com sucesso!

Informamos que a resposta será publicada o mais breve possível, assim que passar pela moderação.

Obrigado pela sua participação.

Outros artigos relacionados à área Aves Exóticas

Últimos

Mais Lidos

Atendimento Online
Quer Facilidade